E o Natal Me Trouxe - Resenha


Imagine a situação: Você está no seu quarto lendo pela décima vez seu livro preferido e, de repente, seu personagem favorito (provavelmente seu crush literário!) salta das páginas para a vida real. Sonho de muita gente, né? Sei que é o meu.


Em 2017 participei da antologia de contos Blogueiras.com e conheci a escritora Raffa Fustagno. Por coincidência no meu conto a protagonista entrava nas histórias que lia e no da Raffa o personagem vinha para o mundo. O conto dela, chamado E a Vida Me Trouxe, tem um final aberto que me fez perguntar para ela – e tenho certeza que mais um monte de leitores – “Raffa, cadê a continuação da história da Mafalda e do Alfredo?”.


Finalmente, no final de 2020, fomos presenteados com E o Natal Me Trouxe, a história completa do conto que começou três anos antes e é o seu décimo livro.


Por @casosacasoselivros.com


E o Natal Me Trouxe


Mafalda, aos 14 anos, não é das mais fãs do Natal. Sua mãe e avós são quase elfos natalinos de tão empolgados que ficam com a data. Os presentes que lhe dão sempre são para crianças, a não ser esse ano, quando a tia a presenteou com seu livro preferido: E a Vida Me Trouxe. Mafalda fica enlouquecida com a história, que se passa na Guerra Civil Espanhola e tem como personagem Alfredo.


Com o passar dos anos, Mafalda vira um blogueira literária de sucesso e, ao ler pela décima vez E a Vida Me Trouxe, Alfredo pula das páginas e aparece no seu quarto. O que? Como assim? Segundo ele, existe um manual que ensina como tirar os personagens das suas história e a garota fez tudo direitinho. Alfredo é ainda mais lindo – e cheiroso! – do que o no livro. Agora Mafalda quer desesperadamente ler o manual para saber o que fez de certo (e errado) e o precisa fazer para que ele não volte para a história.


Mafalda e Alfredo


Raffa Fustagno - Arquivo pessoal

Como eu amei o conto, sabia que amaria o livro completo – e estava certa! E o Natal Me Trouxe é criativo, engraçado, doce, com momentos emocionantes e fofo. Fiquei com o coração quentinho! O que acontece é, definitivamente, o sonho de todo leitor (ainda mais dos que são como eu, periguetes literários!).


Mafalda começa como a típica adolescente birrenta e vai amadurecendo com o passar dos anos do livro. Ela já era querida pelos leitores no conto e agora é mais ainda. E o Alfredo. Ah, Alfredo. Nem li o livro que a Mafalda leu e já estou te querendo (também, com a cara do Mario Casas e os modos de 1930, quem não iria querer?). Ele é um excelente protagonista masculino, do tipo que gente se derrete.


Há outros ótimos personagens, principalmente os avós da Mafalda, que são uns fofinhos, e Lore, melhor amiga dela, que apesar de fazer só uma ponta é sempre fofa quando aparece.


Para quem ama livros


Confesso que quando soube que passaria no Natal fiquei meio sem saber como a Raffa faria, porque o original não tinha absolutamente nada a ver com a data. Mas ela soube amarrar toda a história e o Natal deu todo um charme a mais.


E se você não leu o conto não tem problema, E o Natal Me Trouxe traz os trechos que estão no conto e ainda os completa com uma história muito bacana. É um livro para quem ama os livros, para quem gosta dessa época mágica do ano e para quem se diverte com histórias bem escritas.




Raffa, se você souber onde comprar esse manual, me fala por favor! Preciso tirar uma galera de uns livros!


Recomendo muito.


Teca Machado

6 comentários:

  1. Suas postagens são ótimas, estou seguindo seu blog e curtindo bastante!! Parabéns!

    Meu Blog: Como Ganhar na Loteria

    ResponderExcluir
  2. Oi.
    Eu não conhecia os livros, fiquei bem curiosa e gostei muito da capa. Achei lindo e a história já me fez ficar curiosa. Vou tentar ler em breve.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa!
      São incríveis!
      Além de lindos, mostram mulheres maravilhosas do mundo.

      Beijooos

      Excluir
  3. Olá,
    Essa capa é tão linda, até coloquei ela na minha retrô do ano passado como uma das favs do ano!
    Ah, que legal que tem contos de vcs nesse Blogueiras.com eu tenho ele no Kindle, mas não li ainda.
    E também não sabia que já tinha um "prólogo" desse. Espero curtir os dois tb!

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nana!
      Essa capa realmente é linda!
      Eu amoooo esse conto da Raffa e acho que o livro completo só deixou melhor ainda.
      :D
      Tem conto meu lá, sim. Super me diverti escrevendo!

      Beijoooos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.