sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Crônicas de Natal - Especial Filmes de Natal 2018


Estamos quase no Natal e cheguei com mais uma resenha natalina! Hoje o filme é Crônicas de Natal, do diretor Clay Kaytis, com Kurt Russel no papel de Papai Noel e também produção original Netflix.


Seguindo uma linha bem diferente dos últimos filmes temáticos que comentei no blog (A Princesa e a Plebeia aqui e O Feitiço de Natal aqui), Crônicas de Natal não tem a vibe Halmmark e nem é um romance. Ele é aquele filme natalino para toda família com um Papai Noel badass, crianças fofas, elfos bonitinhos e mensagem de amor e família, típico dessa época do ano.

O filme conta a história dos irmãos Pierce. Kate (Darby Camp) é uma garotinha de 11 anos que ainda acredita em Papai Noel e Teddy (Judah Lewis) é um adolescente revoltado desde que perdeu o pai. Esse é o primeiro Natal da família sem ele, que amava as comemorações e era a alma dos Pierces. Na véspera de Natal, a mãe (Kimberly Williams-Paisley) precisa trabalhar, deixando os irmãos sozinhos. Após uma chantagem, Kate convence Teddy a tentar filmar o Papai Noel e eles surpreendentemente conseguem, tanto que fazem com que ele sofra um acidente de trenó, o que atrasa a entrega de presentes e pode acabar com o espírito natalino no mundo.



Crônicas de Natal é fofo e divertido, mas ele não seria nem metade do que é se não fosse pelo carisma de Russel. Seu Papai Noel é mais moderno, mais esbelto ("por que eles insistem em me desenhar tão grande? Minha bunda não é desse tamanho"), que não fala Ho Ho Ho ("isso é mito!"), que dirige carros esportes e canta Blues na cadeia com uma galera presa na véspera de Natal (e que é uma banda de verdade). Ele é bonzinho, afinal, o Papai Noel precisa ser o bom velhinho, mas não é ao extremo, o que o deixa muito mais humano e identificável. O papel caiu como uma luva nesse sessentão que está voltando à Hollywood. Com uma barba que disseram ser 80% natural, roupa de couro que em muito lembra a original, mas com um ar muito mais bonito e descolado, Russel é o melhor Papai Noel.

O roteiro não tem nada de extremamente original, mas é divertido e com doses certas de emoção e de comédia, vinda principalmente das ótimas tiradas de Russel. Várias vezes ele encontra adultos que se recusam a acreditar que ele é o verdadeiro Papai Noel, mas ele os convence ao saber de tudo de suas vidas e trazendo presentes que queriam na infância. O único problema foi a sensação de que o espírito natalino só existe se houver presentes. Ali, sem eles o Natal não acontece, mas a gente releva, porque afinal é um filme sobre o Papai Noel, né?



O visual de Crônicas de Natal é muito bonito, mesmo ao usar muito CGI. Tem quase um ar de história em quadrinhos, com muitas cores. O escritório de São Nicolau no Polo Norte é aconchegante, do jeito que deveria ser. E a direção de arte na cena musical da cadeia é quase brega e deliciosa de assistir.

Kurt está tão inserido no filme que parte dele gira em torno da sua vida real. Temos uma pequena participação de Goldie Hawn, sua esposa, como a Sra. Noel e muitos dos nomes das crianças em sua lista de presentes são de seus filhos e netos. Achei esse um toque fofo.

A Netflix divulgou que na primeira semana que o filme estava disponível foi visto mais de 20 milhões de vezes. Isso é um marco para carreira de Russel, porque nunca uma produção em que esteve teve uma estreia tão boa. Isso só mostra a força do streaming.



O sentimento que fica ao final de Crônicas de Natal é o de coração quentinho e de que se existisse mesmo o Papai Noel, ele deveria ser Kurt Russel. O filme é fofo e daqueles que vou querer ver mais algumas vezes em outros Natais.

Recomendo bastante.

Teca Machado

24 comentários:

  1. Muitas pessoas já me indicaram esse filme. Espero que agora que eu entrar de férias, consiga assistir.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oiii Teca

    O Kurt tem mesmo um carisma enorme e imagino que o Papai Noel deve ser hilário e cativante. Gostei do cenário do filme, parece mesmo ser tudo tão fofo, mágico e tocante que cho que é perfeito principalmente pra essa época do ano. Gostei da dica, fica anotadinho.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele foi o melhoooooooooor Papai Noel da vida!
      Espero que tenha visto e gostado.

      Beijooos

      Excluir
  3. Oi Teca,
    Os Elfos são as coisas fofas desse mundoooooooooo! AMEI AMEI AMEI!
    E a cena do Papai Noel cantando foi sensacional.
    O filme merece ser visto e revisto na noite de Natal <3
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi
    eu assisti esse filme e gostei, realmente ele foi um papai noel bem diferente e adorei o humor dele, além de ser um bom ator.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Teca!

    Gostei bastante desse filme, achei diferente dos demais da Netflix, que são 90% romance e clichês. Só nesse temos um papai noel doido que canta na cadeia hahaha bem divertido mesmo

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente.
      É o mais diferente.
      Um Papai Noel que vai para a cadeia só tem aqui mesmo.

      Beijooos

      Excluir
  6. QUE AMORZINHO
    eu preciso ver esse Teca, preciso assistir HEHEHEHEHEHHEHE
    só ando nos romances cliches KKKK
    amei <3
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
  7. Ainda não vi esse filme, gostei da dica.
    Aproveito para lhe desejar um feliz natal e ótimo Ano Novo.
    Big Beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  8. Olá! Já conheces o meu livro "Tudo o que Sempre Quis" lançado em Maio de 2018?
    Deixo aqui a sinopse:
    «Ninguém é forte o suficiente ao ponto que não precise de outro alguém.»

    Estou a trabalhar numa campanha para ajudar o João, um jovem de Almeirim, Santarém que precisa de ajuda com tratamentos médicos (mais informações: https://the-choice-26.blogspot.com/2018/12/vamos-ajudar-o-joao.html) e gostava de informar que por cada livro vendido 40% irá reverter para o João.
    Caso estejas interessada em adquirir um exemplar autografado contacta-me no blog ou em aritacorreia.writer@gmail.com.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  9. ah tudo de bom um filme desses que deixa o coração quentinho nessa época natalina né! com certeza ainda quero assistir

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  10. Oi Teca.
    Mesmo não gostando de filmes temáticos, estou realmente apaixonada pela fotografia desse. Com a sua resenha só fico mais ansiosa para assistir. Espero gostar.
    Beijos .
    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jessica!
      A fotografia desse é realmente linda!

      Beijooos

      Excluir
  11. As cronicas de natal é muito fofo. Teve ate a casa da netflix montando todo o cenario do filme, na regiao da Avenida Paulista- SP. esse filme eh muito fofo. Adorei seu blog e ja estou seguindo. bjs bjs https://beperes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura?
      Que legal!
      Eu adorei esse filme de verdade.

      Beijooos

      Excluir
  12. Oi, Teca.
    Ainda não vi esse filme.
    Não sou tão fã de filmes assim, mas esse parece um pouquinho diferente.
    Talvez eu dê uma chance.
    Bela resenha.
    Abraços.
    Diego || Visite Diego Morais Viana

    ResponderExcluir