Acorda Pra Vida, Chloe Brown - Resenha


Alerta romance muito gostoso de ler!


E amanhã é Dia dos Namorados, então é melhor ainda falar sobre amor, né?


A resenha de hoje é de Acorda Pra Vida, Chloe Brown, de Talia Hibbert, publicado no Brasil pela Editora Paralela, selo do grupo Companhia das Letras.


Foto: @casosacasoselivros


O blog faz parte do Time de Leitores da Companhia e quando disponibilizaram o e-book da obra para a gente, saí correndo para pedir porque era realmente o tipo de livro que eu tinha certeza que ia amar. Aí recebi o exemplar físico, com um pin de gatinho (tem tudo a ver com a história!) e marca-páginas magnéticos da Paralela. Amei ou amei?


Acorda Pra Vida, Chloe Brown


Chloe quase morreu. Bom, nem tanto. Ela quase foi atropelada quando saiu para fazer sua caminhada diária, recomendação do fisioterapeuta. Um tanto abalada com a experiência, ela começa a pensar que seu obituário seria realmente um tédio. Tem mais de 30 anos, mas uma fibromialgia severa a impede de fazer várias coisas divertidas e de interagir mais com o mundo, a não ser com a sua família. Para “acordar para a vida” e ter um obituário mais interessante quando chegar a hora, ela decide fazer uma lista com atividades que vão dar uma chacoalhada no seu dia a dia. 


E quem ela decide que é a pessoa ideal para ajudar nessa missão, mesmo a contragosto dela própria, é Red, seu vizinho e zelador do prédio onde mora. Ele tem muitas tatuagens, um sex appel absurdo, anda de moto e trata mundo muito bem, a não ser Chloe. Com a convivência, ambos percebem que a percepção que tinham um do outro é completamente equivocada.


Talia Hibbert


Personagens


Um dos melhores pontos de Acorda Pra Vida, Chloe Brown é que os personagens são muito amáveis. O leitor se apaixona por eles. Sim, eles têm muitos problemas internos, mas nem por isso a gente deixa de gostar deles, pelo contrário. Tudo bem que a maioria dos problemas do livro os dois protagonistas poderiam resolver conversando, mas aí a gente não teria uma história, né?


Chloe, por baixo da fachada que parece fria e esnobe, é alguém que está tentando fazer limonada com o caminhão de limões que a vida despejou nela. Apesar das dores constantes, ela tenta ser alguém funcional e depois de acordar para a vida até mesmo divertida. E ela é fofa, com suas saias rodadas, cardigãs com botões falsos, sapatos com tira e por tentar tirar gatinhos de árvores.


E tem o Red. Ah, Red. Tatuado, anda de moto, cabelo comprido e pintor. Você tem tudo para achar que é um bad boy de primeira, mas não. É um dos protagonistas masculinos mais amorosos e doces que já vi. Ele tem uns problemas internos para resolver, mas é um cara carismático e querido, alguém que eu realmente gostaria de conhecer.


E um ponto muito legal é que Chloe definitivamente traz representatividade. Negra e plus size, ela não é o “comum” de se encontrar em comédias românticas. E isso é ótimo. A sua aparência não ser o “padrão” não é nem algo discutido ou destacado no livro. O que é destaque é o fato de que Red é simplesmente apaixonado pelo seu físico, pela sua beleza e pela sua inteligência. Além disso, encontramos sobre relacionamento abusivo, mas o outro lado da moeda: quando o homem sofre na mão de uma mulher tóxica.



Apesar da capa fofa e do enredo gracinha, você pode pensar que é uma comédia romântica levinha. Mas, eita, a Talia Hibbert não tem medo de cenas de sexo bem explícitas e nem de palavrões. E o bacana é que a autora soube equilibrar a trama bonitinha com as sequências mais calientes, como a vida real pode ser.


Curiosidade sobre a Talia Hibbert: Ainda na faculdade, sua avó deixou um dinheiro para ela, então aproveitou para investir na sua carreira de escritora e publicou várias obras independentes. Aos 23 anos já lançou mais de 12 livros! Além disso, ela mesma vive com dor crônica e usou isso para compor a Chloe.


The Brown Sisters


Pesquisando um pouco sobre o livro, descobri que ele é o primeiro de uma série chamada The Brown Sisters. Isso me deixou muito feliz, porque as irmãs de Chloe são ótimas e eu adorei cada vez que apareceram. Os próximos volumes são: Take a Hint, Dani Brown e Act Your Age, Eve Brown. Espero que logo eles cheguem ao Brasil também.


 


Acorda Pra Vida, Chloe Brown é narrado em terceira pessoa pelos dois protagonistas e é divertido, leve e com um casal cheio de carisma e muita química. É aquele livro para ler e deixar o coração quentinho.


Recomendo muito.


Teca Machado


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.