Eu Acho Que Amo Você – Resenha


Um dos livros que mais esperaram na minha estante foi Eu Acho Que Amo Você, de Allison Pearson, publicado no Brasil pela Editora Rocco. Comprei lá por 2012 e ele ficou ali, esquecido entre tantos outros. Não que eu não quisesse ler, é só que tinham obras mais interessantes, lançamentos, sagas e muitos outros que acabaram entrando na frente da fila. Mas em março finalmente decidi ler. E demorei quase dois meses, algo que nunca acontece comigo. Não que eu não tenha gostado. Gostei. Mas não tanto assim. Na verdade, ainda não consegui decidir.


Foto @casosacasoselivros


Vem ver a resenha!


Eu Acho Que Amo Você


Petra tem quase 40 anos e acabou de perder a mãe. Elas nunca tiveram uma relação muito boa, pois a mãe, uma alemã criada nos tempos da guerra, era muito fria, disciplinadora e nunca aceitou muito quem Petra era. Ao mexer nas coisas dela para decidir o que doar e o que guardar, Petra encontrou uma carta dos anos 1970 endereçada a ela. O conteúdo dizia que Petra e sua melhor amiga ganharam um concurso para conhecer David Cassidy, seu ídolo da adolescência. A mãe reprovava música pop, por isso escondeu o fato da filha. Mas indignada que essa oportunidade foi tirada de si, Petra decide ligar para a revista que promoveu o concurso para reclamar o prêmio mesmo mais de 25 anos depois.


Paralelamente, acompanharmos William, um jornalista que tinha grandes sonhos e ambições para sua carreira, mas acabou preso num emprego que não gosta: ele escreve a revista sobre David Cassidy e inclusive se passa por ele, responde perguntas das fãs e escrever cartas para elas.


Allison Pearson

David Cassidy


Um dos pontos mais legais do livro é que David Cassidy realmente existiu. Ele foi um ídolo dos anos 1970 e as adolescentes e jovens eram simplesmente loucas por ele, alucinadas de verdade. Acho que a título de comparação seria como a adoração que o One Direction arrebanhou quando estava no auge. E Allison Pearson era realmente fã de Cassidy, tanto que ao final do livro tem uma entrevista que ela fez com ele já adulta, nos anos 2000.


Ator que começou na série Família Dó-Ré-Mi, Cassidy também era cantor e teve muitas músicas no topo das paradas e levava milhares e milhares de fãs histéricas ao show. No livro, uma apresentação dele, a última de sua carreira, é inclusive onde ambos os personagens principais vão.


Enredo


Eu Acho Que Amo Você tinha tudo para ser ótimo. Tanto que a sinopse bacana e a capa linda e chamativa me prenderam a atenção e lembro que comprei porque fui fisgada por essas duas coisas. Mas a narrativa é difícil, não vou negar. É um bom livro, porque o enredo é bom e interessante, mas se não fosse por isso seria não teria gostado mesmo. Foram 400 páginas arrastadas, que simplesmente não me engajavam. Tudo demora muito a acontecer. Eu lia, lia e lia e, quando percebia, tinham sido só 3 páginas. A autora coloca muitos fatos que ou não precisavam estar lá ou poderiam ser mais resumidos.


Os personagens são bons. Petra é muito bem construída. Ela é um saco quando adolescente – mas quem não é aos 13 anos? -, mas se torna uma adulta que o leitor gosta. E tem Sharon, sua melhor amiga, que desde o início a gente ama já de paixão e apaixona mais ainda quando fica mais velha. O arco de William também é gostoso de acompanhar, ainda que arrastado, como todo o livro.



Então, Eu Acho Que Amo Você é um livro médio. Só. Talvez tenha sido o momento que li, não sei, mas simplesmente não rendeu para mim. Foram 50 dias em que me arrastei na leitura e não via a hora de terminar, só para conseguir dizer “acabei!”.


Nem consigo dizer se recomendo ou não.


Teca Machado


2 comentários:

  1. Olá
    Achei a capa do livro muito lindinha! Nem imaginava que eram tantas páginas, jurava que era no máximo em torno de 200... Gostei da sua resenha, mostrou os pontos positivos e negativos do livro, bem interessante.
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa | Instagram | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir
  2. Oi, Teca. Tudo bem? Que pena que as 400 páginas deste livro tenham sido arrastadas. Ainda assim a obra possui pontos positivos que devem ser consierados para uma futura leitura. Adorei a capa. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.