terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Star Wars – O Despertar da Força: A saga está de volta


“Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante...”

Mesmo quem não é fã provavelmente já escutou essa frase e sabe: É de Star Wars que estamos falando.

Gosto de Star Wars desde pequena, não porque é modinha. Fui criada num ambiente altamente voltado para filmes antigos, com meus pais me mostrando o que havia de melhor no segmento, inclusive as aventuras dos Skywalkers, Han Solo e Darth Vader criadas por George Lucas. Confesso que Star Trek sempre teve um pedacinho maior do meu coração, principalmente depois que os novos filmes saíram, mas Star Wars também é paixão.



Se você passou o último mês debaixo de uma pedra e não sabe o enredo de O Despertar da Força, do diretor J. J. Abrams, segue abaixo (E não se preocupe, não tem spoilers):

Luke Skywalker (Mark Hamill) está há anos desaparecido e a Força adormecida. As pessoas veem as histórias sobre os jedis como contos de fadas. Ainda à frente dos Rebeldes, a Princesa Leia (Carrie Fisher), agora general, tenta a todo custo encontrar o irmão. Enquanto isso, um novo Império surge, a Nova Ordem, com Kylo Ren (Adam Driver), uma espécie de Darth Vader à frente, também em busca de Luke.

Rey (Daisy Ridley) é uma garota vivendo num ferro-velho, num planeta qualquer, a espera de que sua vida volte aos eixos. Quando o droide BB8 e Finn (John Boyega), um Stormtrooper desertor, aparecem no seu caminho, Rey descobre que a galáxia, assim como o universo, está passando por momentos complicados e que ela pode ser uma peça essencial para isso.



Star Wars – O Despertar da Força é o novo com o velho na medida certa. O enredo lembra muito Uma Nova Esperança, o primeiro filme, de 1977, mas ainda assim é moderno, mais complexo e original. É super interessante como conseguiram misturar os novo elenco, fresco e jovial, com os nomes antigos da saga, como Harrison Ford (Por quem eu tenho uma paixão eterna) e Carrie Fisher. Apesar de cederem espaço do protagonismo para os jovens, ainda são importantíssimos na trama, com Han Solo sendo uma espécie de guru para Rey e Finn e para os espectadores que não estão familiarizados com esse universo (Não é preciso ter vistos os outros filmes, mas é bom ter uma noção da história).


Em tempos de heroínas femininas fortes, temos a incrível Rey, interpretada maravilhosamente por Daisy Ridley, alguém que é impossível não se amar logo de cara. A Princesa Leia sempre foi uma das protagonistas, mas nunca a principal. Rey veio com toda força ocupar esse espaço na saga. Forte, destemida, inteligente e perspicaz, é o coração da trama. E John Boyega foi outro novo acréscimo. Seu Stormtrooper que deixou o cargo numa mistura de pânico e alívio cômico é a leveza necessária para o filme. John interpreta muito bem e, assim como Rey, nos faz gostar dele rapidinho. Os personagens dos dois são muito bem desenvolvidos, mas com espaço para crescimento e evolução. Quem aparece pouco, mas com destaque, é Oscar Isaac, como Poe Dameron, um piloto dos Rebeldes. Acredita-se que o seu papel também terá grande crescimento, assim como da capitã Phasma (Gwendoline Christie).


Poe, Rey e Finn

Adam Driver nos entrega um personagem do lado sombrio que é tentado pela Luz, um homem que está trilhando seu caminho, se descobrindo, e querendo sair da sombra do seu antecessor, o incrível Darth Vader. Seu papel é menos desenvolvido do que de Finn e Rey, mas isso é porque nos outros filmes ele provavelmente irá se encontrar. Adam Driver não deixa a desejar, ainda mais que participa de uma das cenas mais dolorosas de todos os sete filmes da saga.


Lendo sobre O Despertar da Força, vi que J. J. Abrams usou, é claro, fundo verde e efeitos especiais, mas numa forma de se manter fiel às produções originais usou cenários de vários locais do mundo, fantasias (O Chewbacca mesmo não foi computação gráfica, e sim uma roupa), robôs (O BB8 mesmo era real) e luz natural. Além disso, ele estudou bastante o Nazismo e outros grupos extremistas para criar a Nova Ordem. É possível perceber essa influência em várias cenas do filme.


Eu poderia ficar aqui escrevendo muito e muito mais sobre os aspectos do filme, do roteiro impecável, da fotografia linda e sóbria e outros, mas o texto ficaria maior do que já está. Então, só finalizo dizendo que: É incrível, vale muito a pena assistir, J. J. Abrams fez um trabalho maravilhoso, o elenco é sem botar defeitos e eu mal posso esperar por 2017 para ver o Episódio VIII.

Recomendo muito.

Teca Machado

12 comentários:

  1. Que postagem maravilhosa amei a resenha, tenha uma semana abençoada.
    Novo vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=WflDsh0kjCo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada.
      Que bom que gostou.
      Uma semana abençoada para você também.

      Beijooos

      Excluir
  2. Esse é aquele tipo de post que eu desço a página inteira e fico "perdão blogueira". É que eu não assisti ainda e virei fã de Star Wars, tipo do ano passado pra cá, talvez tenha sido modinha, mas adorei do mesmo jeito, hehe. Enfim, perdão por não ter lido? Tem sido quase impossível fugir de spoiler e fiquei com medo que o seu tivesse. Mas enfim, to super ansiosa pra ver, mas nem vai rolar de ver no cinema que to sem grana.

    Beijo, Selma Barbosa | Quinta Gaveta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Selma!
      O importante é ficar fã, não importa como ou porquê.
      :)
      E fica tranquila, aqui no blog nunca tem spoiler.
      Mas eu vejo que muitos tem spoilers por aí, então fica difícil, né?
      Está perdoada, hehe.

      Beijooos

      Excluir
  3. Eu tô louca pra ver esse filme! Estava receosa, mas depois de tantos elogios a respeito, não tem como estar menos que maravilhoso <3

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Isla e o final feliz", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah, Carol, é muito legal o filme!
      Adorei, adorei, adorei.
      Espero que você goste também!

      Beijooos

      Excluir
  4. Oi, Teca!

    Também sou apaixonada por Star Wars - e pelo Harrison Ford e seu sorriso cativante!
    Assisti ao filme na semana e achei o máximo, tudo na medida certa: elenco, fotografia, trilha sonora, desenvolvimento da história e conexão com os filmes anteriores. Simplesmente apaixonante!
    Não vejo a hora de assistir ao episódio VIII.

    Beijocas e que a força esteja com você.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafa, que bom que gostou!
      Mas agora me diz. Como vamos sobreviver até o episódio VIII em ansiedade?
      Hahaha.

      Beijooos

      Excluir
  5. Ahhhhhhh! Star Wars <3 <3 <3
    Você já sabe do meu amor maior por essa saga! Hahahaha
    Até gosto de Star Trek, mas Star Wars sempre dominou meu coração. Hahaha

    Assim como você cresci em uma família que me apresentou muitos clássicos. Star Wars foi o mais marcante, mas meu pai colocava filmes de ficção e e minha mãe de romance. Então não sei dizer de onde veio meu amor pela fantasia também! Hahahahahahaha

    De qualquer forma, fui assistir o filme na estreia e MEU DEUS! Foi tão bom que tive que ir de novo! E vou de novo provavelmente. Hahahahahahaha
    Rey foi a protagonista que Star Wars precisava, sem sombras de dúvidas.
    Ela só ajuda a casar a trama antiga com a nova de uma forma muito boa.
    Fiquei apaixonada e emocionada.
    Chorei horrores todas as vezes que assisti nessa cena que falou.
    Simplesmente espetacular!

    Bjs

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, seus pais são ótimas pessoas, então, hahaha.
      O amor pela fantasia veio de você mesma, hehe.
      :)
      Eu vi uma vez só, mas quero ver de novo.
      Rey é diva suprema da galáxia!

      Beijoooos

      Excluir
  6. Oi Teca.
    Excelente sua resenha!
    Eu assisti ao filme e adorei também. Gostei muito do Finn, da Rey e do Poe (que homem bonito!).
    A atuação do Adam eu achei que deixou um pouco a desejar, mas aquela cena com o Harrison Ford foi dolorosa demais!
    Fiquei espantada com as referências ao Nazismo, mas entendo o motivo.
    Também estou ansiosa pelo episódio VIII!!!
    Abraços.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  7. Ver sua resenha só me deixou mais louca de vontade de ver esse filme... acredita que depois da maratona Star Wars que fiz pra conhecer a saga até agora não fui ver esse último? Choro só de lembrar... kkk
    Adorei a resenha!
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir