segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

História de Um Casamento - Crítica


“Vou amá-lo sempre, mesmo que não faça sentido.” Essa parece uma declaração de amor. Mas ao mesmo tempo que é, também não é. Complexo, não? Bom, ninguém disse que lidar com sentimentos e relacionamentos, principalmente o fim deles, seria tranquilo. E é isso que explora o filme História de um Casamento, direção e roteiro de Noah Baumbach, original Netflix, que está concorrendo ao Oscar nas categorias Melhor Filme, Melhor Atriz (Scarlett Johansson), Melhor Ator (Adam Driver), Melhor Atriz Coadjuvante (Laura Dern), Melhor Roteiro Original e Melhor Trilha Sonora Original.


Como diz o próprio título, ele é a história de um casamento. Na verdade, do fim dele. O enredo mostra as implicações na família do fim do relacionamento entre Nicole (Johansson) e Charlie (Diver), casados há alguns anos e com um filho pequeno. Quando tudo acaba, o lado racional do casal diz que deve ser tudo resolvido amigavelmente, mas o que acontece é muito mais emocional, brutal e violento do que ambos queriam ou mesmo estavam dispostos a fazer.

Terminei de assistir com sentimentos mistos. É verdade que no começo eu senti raiva de todos eles, principalmente de Nicole. Ela extremamente amarga, sua mãe sufocante, o filho chato, Charlie com traços machistas, a advogada voraz. Enfim, estava inclusive doida para que terminasse logo, tão grande o ranço de todos os personagens. E então o filme vai acontecendo. Todos vão se transformando, inclusive o espectador. E passei a gostar.



As atuações realmente mereceram as indicações ao Oscar. O (ex-)casal protagonista não mede esforços em dar o melhor de si em todas as cenas. Eles brilham a todo momento, mas é na sequência da briga entre Nicole e Charlie que vemos todo o potencial. Mesmo se o filme fosse um curta com apenas essa cena eles seriam indicados. E Laura Dern, como Nora, advogada impiedosa e carinhosa de Nicole também é sempre um deslumbre quando aparece.

Não há nada de extraordinário no enredo. É um casal que antes era feliz – ou pelo menos achava que era -, e agora não é mais e está se divorciando. É clichê, de certa forma e é a vida real. Quantas pessoas você conhece que já passaram por isso? Mas o roteiro é extremamente bem escrito e as atuações tão viscerais (não consigo achar outra palavra para descrever) que o filme é interessante. Baumbach geralmente trata de assuntos pessoais nas suas tramas. Ele afirma que essa produção não é autobiográfica, mas contém elementos da sua vida. Charlie também é diretor, e assim como ele já passou por um divórcio – e sua ex também é atriz, como a personagem da Nicole – e hoje é casado com Greta Gerwig, premiada diretora e atriz, que participou de vários de seus filmes.



Sendo bem sincera, História de Um Casamento é triste. Na verdade, é agridoce. A gente está acostumado a ver produções em que o casal começa separado e fica torcendo para que fiquem juntos. Mas aqui é o contrário. E os primeiros minutos são as vozes deles em off, falando o que cada um ama no outro, e tem um tom otimista e feliz. Só que somos levados para a realidade do enredo, que passa longe disso. E no fim das contas, eles continuam se amando, mesmo que não faça sentido, mesmo que não seja juntos, mesmo que não seja dentro de um casamento. O amor tem várias formas, e isso fica bem claro.

Assim como O Irlandês, História de Um Casamento é uma produção original Netflix e para concorrer ao Oscar passou em algumas salas de cinema selecionadas ao redor do mundo.

Recomendo.


Oscar 2020
Categoria Melhor Filme

JoJo Rabbit
Adoráveis Mulheres
História de um Casamento: Assistido
1917
Parasita

Teca Machado

6 comentários:

  1. Eu quero muito assistir esse filme. Mesmo que ele seja triste e bem real! Acho que a gente sempre tem o que aprender, né? ♥ Aliás, estou aqui tentando maratonar alguns filmes do Oscar. Depois te conto!! :)

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Sim, é triste e real, e isso que é o tcham desse filme.

      Beijooos

      Excluir
  2. eu adorei o filme, trata de relacionamentos de uma forma bem real, e eu amo esses atores e eles dão mesmo um show de atuação

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Parece bem interessante esse filme, dizem que a atuação da Laura Dern como coadjuvante está impecável.
    Pode fazer uma gentileza, respondendo a minha PESQUISA DE PÚBLICO do blog?
    Obrigada!
    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A atuação de todos eles está impecável. Por isso todo mundo concorreu ao Oscar.

      Beijooos

      Excluir