quarta-feira, 6 de maio de 2020

A Vida Em Si - Crítica


Quem assiste This Is Us sabe: Você vai ter o coração partido, depois ele vai ficar quentinho, e em seguida vai quebrar de novo, e aí você vai sentir ele cheio de amor e assim por diante. A série é uma montanha-russa de emoções, assim como é a vida. E é com esse propósito que Dan Fogelman, mesmo produtor de This Is Us, roteirizou e dirigiu o filme A Vida Em Si, disponível na Amazon Prime. E posso dizer que os sentimentos estão todos lá e a gente é atropelado por eles, fica deitado na BR sem saber o que fazer, apenas sentir.


A Vida Em Si começa com Abby (Olivia Wilde) e Will (Oscar Isaac), um casal de nova-iorquinos que está prestes a ter um bebê e a partir das suas escolhas e situações que vivem o filme se desenrola, com as consequências reverberando e envolvendo muito mais pessoas, algumas até mesmo que vivem na Espanha duas décadas depois. Reconheço que essa sinopse pode não te fazer querer assistir ao filme, mas falar mais do que isso pode ser spoiler e a grande graça do enredo é essa, é o não saber o que vem depois, é esse suspense que a própria vida nos traz.

O filme trata da aleatoriedade. Podemos pensar em uma pedrinha jogada na água e em como as suas ondas se dissipam, vão longe e seguem seu curso. Como diz o slogan, “somos todos parte de uma grande história” e a trama mostra isso. Tive uma sensação extrema de realidade, pois sabemos que a vida é imprevisível, louca, cruel, boa, cheia de amor, cheia de tristeza, onde tudo - e todos - são interligados. Os seres humanos precisam de relacionamentos, de todo tipo, inclusive consigo mesmos, e é o que temos no longa em abundância: relações importantes e necessárias para o curso da vida.



Quase como um livro, A Vida em Si é um filme separado em capítulos, organizado com flashbacks e histórias cruzadas. Aos poucos vamos vendo a construção das conexões entre os personagens e de como os acontecimentos ocorridos com Abby e Will impactam tantas outras pessoas. Em alguns caso é óbvio o que vai acontecer, em outros somos pegos desprevenidos, mas o roteiro é bem escrito e inteligente. Os primeiro minutos são esquisitos, mas fazem sentido com o decorrer da história.

Com atuações de peso, A Vida Em Si conta com os já citados Oscar Isaac e Olivia Wilde, mas também com Antonio Banderas, Annete Bening, Mandy Patikin, Olivia Cooke, Sergio Peris-Mencheta, Laia Costa e outros. Até mesmo Samuel L. Jackson faz uma ponta como narrador.



E por falar em narrador, esse é um ponto chave do filme. Uma das teses de Abby, estudante de literatura, é que não existe narrador confiável: Todos ao contarem uma história colocam o seu ponto de vista, então não há como um fato ser explicado literalmente como aconteceu.

A Vida Em Si é uma história maravilhosa, trágica, com muito amor e muitas perdas. Mas mostra a esperança no melhor e como essa construção de nós mesmos em meio a tudo o que passamos está ali para mostrar que jamais seríamos quem somos se não fosse a aleatoriedade, o destino.


E não se esqueçam: Como é do criador de This Is Us, já vão com um lencinho e preparados para dar uma chorada.

Recomendo.

Teca Machado



11 comentários:

  1. Oie, não conhecia o filme, mas conheço a série que comentou!
    Fiquei com vontade de assistir heimm, adorei sua resenha do filme.

    Beijos Mila

    ResponderExcluir
  2. Parece ótimo esse filme.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  3. Oii
    Não conhecia o filme mas parece ser muito bom. Vou assisti-lo.

    Beijinhos!!
    https://focadasnoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Teca! O filme deve ser muito bom daqueles de emocionar para valer. Ótima dica. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Teca,
    Primeiramente: parabéns futura mamãe! Estou muito feliz por você, que seus bebês venham com muita saúde para alegrar ainda mais sua vida. Tenho certeza de que serão muito felizes!
    Agora, sobre o filme, eu já vi algumas pessoas indicando, porém não o assisti ainda!
    Não sei se é uma boa ideia, estou um pouco triste nessa quarentena, então evito filmes que me façam chorar ainda mais.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Apesar de já ter ouvido maravilhas sobre este filme ainda não o vi!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

    ResponderExcluir
  7. Uau, vou ver esse filme hoje mesmo! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  8. Estou amando ler seus posts... vou até salvar em favoritos!


    Meu Blog: resultadovalesorte.net

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia esse filme, mas parece ser tão bom que já quero assistir
    Beijos,amei o post
    Vibe Da Maria

    ResponderExcluir
  10. Teca, amei a dica. ♥ Eu amo a série This is us (por mais que ela nos faça sofrer hahaha) e acho que vou amar esse filme. Tem bem a cara do produtor mesmo pelo que você contou! Quem vai assistir comigo: um pacote inteiro de lencinhos hahaha! E adorei essa reflexão sobre aleatoriedades. Nunca tinha pensado por esse ponto de vista!

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
  11. Estou amando ler seus posts... vou até salvar em favoritos!


    Meu Blog: Website da Valentina

    ResponderExcluir