quinta-feira, 10 de novembro de 2016

A drama queen e a briga por causa do cocô de cachorro – Projeto Drama Queen #101



Lá estava eu alegre e saltitante voltando do passeio com o meu cachorrinho Calvin. Quando cheguei perto da portaria do meu prédio, vi uma mulher gritando com o meu porteiro. Ao me aproximar mais, vi que o motivo de discussão era cocô de cachorro. Ela dizia que todos os dejetos que estavam na rua eram dos moradores do meu prédio, não dos outros 9 edifícios que tem na quadra.

Sim, muita, mas muita gente passeia com os cães e não cata esses “presentinhos”. Só que eu não sou uma dessas pessoas. Ando até com um porta-sacolinha grudado na coleira do Calvin para eu nunca ficar sem. Tenho horror a quem não cata.

Ok, então quando vi que ela estava gritando (já começou errado, já que quando você grita perde toda a razão. Por que não conversar como gente civilizada com o porteiro que não tem nada a ver com a confusão? Ele nem anda com cachorro!) por causa desse motivo, nem me alterei, já que se tem alguém de quem ela não pode falar é de mim.

Até que ela olha para mim, com o cachorro a tiracolo, e grita:

- Essa aí é uma delas! Todos os dias vejo ela deixando cocô do cachorrinho dela para trás!

Oi? Ooooooi? Eu?

Quem me conhece sabe que eu sou calma, não respondo pessoas que querem brigar comigo, não discuto e nem faço barracos. Mas nessa hora o lado Drama Queen que existe dentro de mim ferveu. Uma coisa é brigarem comigo quando eu estou errada. Outra é me acusar por algo que eu definitivamente não faço.

- Acho que a senhora está enganada. – Falei ainda toda calma.
- Não estou. Todos os dias vejo você às 7h da manhã andando com esse cachorrinho branquinho e deixando todos os cocôs.

Nessa hora taquei minha coroa de Drama Queen longe.

- Primeiro: A senhora nunca me vê 7h da manhã, porque eu só saio com o meu cachorro das 8h30 para frente. Segundo: Se tem uma coisa que a minha mãe me deu, e a senhora não tem, é educação. Eu sempre cato o cocô do meu cachorro, ando até com um pacote de sacolas pendurado na coleira (nessa hora arranquei uma do pacotinho e quase esfreguei na cara dela). Terceiro: São moradores da rua inteira que não catam, não só do meu prédio.

Depois de uns instantes em silêncio, ela falou:

- Hum… É, acho que posso ter me enganado.
- Pode não. A senhora se enganou. Essa é a primeira vez que você me vê.

Aí sim ajeitei a minha coroa e dei uma saída triunfal.

Minha Drama Queen interior deu um high-five e continuamos com o nosso dia.



***

O Projeto Drama Queen é uma parceria entre os blogs Casos, Acasos e Livros e Pequena Jornalista com dramas, draminhas e dramões do dia-a-dia vistos com muito bom-humor e às vezes (muitas vezes) com exagero. Quer mandar seu relato? É só entrar em contato com a gente.

Teca Machado

16 comentários:

  1. kkkk, adorei a resposta que vc deu!! tem muita gente estupida nesse mundo, é bom quando alguém a coloca nos eu devido lugar.

    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sou de fazer isso, mas de vez em quando precisa, né?

      Beijooos

      Excluir
  2. Muito bom. Morri de rir aqui, ensinaste uma lição de forma educada e civilizada. Infelizmente a grande maioria das pessoas resolvem casos como este, de forma estupida e, em outras chegam a se agredir fisicamente. Adorei o post. Abração!!

    www.marcasliterarias.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois fiquei meio mal de ter falado com ela assim, mas eu odeio ser tratada de forma injusta!
      Precisava, né?

      Beijooos

      Excluir
  3. Se eu ri? Muito. Amei o seu jeito de ensinar boas maneiras, tem gente que realmente precisa de umas chamadas.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom!
      Fico feliz!
      Eu odeio fazer isso, mas dessa vez precisou, né?

      Beijooos

      Excluir
  4. kkkkkkkkkkkk adorei Mari! esse tema da polemica msm hein

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cocô de cachorro é sempre polêmico, hahaha.

      Beijooos

      Excluir
  5. HAHAHAHAHA
    Poxa queria ter visto essa cena.
    Tem gente que perde o controle e a razão quando está tão alterada desse jeito!
    Fez muito bem Teca!

    Beeijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim.
      Levantou a voz, perdeu a razão.
      :P

      Beijooos

      Excluir
  6. Hahahahah tem gente que só falando poucas e boas pra se colocar no devido lugar, né? Esses dias também dei uma surtada, no mercado. Eu sempre vou com os meus pais fazer as compras do mês, e levo um celular antigo que nem android tem pra ir anotando os preços e somando pra ter uma noção do quanto vamos gastar. Nisso, quando terminei de digitar o preço, levantei a cabeça e a mulher fez um sinal pra que eu desse licença com o carrinho pra ela passar, e depois disse "Fica mexendo no celular, né".
    Confesso que não sou calma/tranquila como você, mas sou bem quieta e tímida, mas meu sangue ferveu naquela hora, porque eu não sou de ficar mexendo no celular na rua, não mesmo! E foi a mesma situação que você. Se eu tivesse culpa, ok, ficaria quieta, mas não era o caso! Eu me virei e falei, alto, porque ela já tinha se distanciado um pouco "Eu estava anotando os preços, tá bom? Era só pedir licença". Tem boca pra criticar, mas não pra pedir licença, né?
    Aiai, é cada uma que a gente tem que escutar.
    Ri muito com a sua história!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossaaaaaaaaaaaa!
      Adorei o que você falou.
      "Era só pedir licença".
      Para que criticar sem nem saber se você poderia ser gentil?
      Tão mais fácil, né?

      Beijooos

      Excluir
  7. BISTEQUINHA, AHAZÔ E DEFENDEU MUITO BEM A SUA COROA!

    mas que mulher chata u.u além de ser barraqueira não ser bem uma "qualidade" apreciável, a loka ainda vem acusar a torto e direito sem provas. Adorei que foi com você e colocou logo a bicha no lugar u.u Tá pensando que a Teca e o Calvin são bagunça? --'

    beeeeeeijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ajeitei a coroa lá longe!
      Hahahaha
      Aqui não é bagunça, nãããããão, filhaaaaaaa!
      Aqui é Teca e Calvin. <3

      Beijooos

      Excluir
  8. ODEIO quem não pega o coco do cachorro na rua.
    Tenho uma vizinha que sempre deixava o coco do cachorro dela na porta da minha casa. Queria morrer.
    Um dia, em vez da gente jogar fora o coco dela, deixamos na porta da casa dela. Nunca mais teve coco de cachorro na nossa porta.

    Muitas pessoas não tem educação e isso é o mínimo, né?
    Mas adorei sua resposta. :)

    Bjs!!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também odeio, Carol!
      HAHAHAHAHAHAHA
      Vocês foram sensacionais!

      Beijooos

      Excluir