terça-feira, 8 de novembro de 2016

Jogo do Dinheiro – A ótima dupla Clooney e Roberts


Alguns filmes a gente assiste sem grandes expectativas e se surpreende. Esse foi o caso de Jogo do Dinheiro, da diretora Jodie Foster (sim, a atriz que tem em seu currículo alguns filmes e séries). Com uma história relativamente simples, que vai ganhando contornos e profundidade para quem deseja enxergar, e um elenco ótimo, Jogo do Dinheiro prende a atenção do espectador e mesmo com alguns momentos clichês, em grande parte foge do lugar comum.


Lee Gates (George Clooney) é o apresentador fanfarrão de um programa sobre finanças chamado Money Monster (título do filme em inglês). Fazendo tudo pela audiência, ele dá dicas de investimentos e fala de modo geral sobre o mercado financeiro americano. A única pessoa que consegue colocar certo freio em Lee é Patty Fenn (Julia Roberts), a diretora do show.

Quando Walt Camby (Dominic West), magnata, perde U$ 800 milhões de investidores, Kyle Budwell (Jack O’Connell), um dos lesados, invade o estúdio de Lee com coletes cheios de dinamites e pistolas. O alvo é Camby, que sumiu com o dinheiro das pessoas, e Lee, quem aconselhou veementemente o investimento. Cabe a Patty ser a voz intermediadora dessa situação com reféns.



Não sei se podemos chamar Jogo do Dinheiro de suspense. Não chega a tanto, mas em vários momentos você fica agoniado, tenso, com a sensação de que o filme pode não ter um final feliz ou minimamente razoável. A maneira como a diretora conduziu a história não nos deixa saber de antemão o seu desfecho, já que algumas reviravoltas e fatos vão surgindo pelo caminho.

Um dos pontos mais interessantes é a maneira como a produção foi filmada, quase como um programa de TV sensacionalista mesmo, principalmente os momentos que passamos no estúdio junto ao aterrorizado Lee e a apaziguadora Patty.


George Clooney e Julia Roberts é uma dupla que já sabemos há muito tempo que funciona. Há química, coesão, companheirismo e união entre os dois atores. Acho que os trabalhos de Clooney que eu mais gosto são esses como Lee, um tanto cafajestes, trapaceiros e que dão uma de gostosão. Julia Roberts consegue manter o ar de calma, de voz da consciência, enquanto Clooney tem seus momentos de surto e de desespero. Outro destaque do elenco é Jack O’Connell, uma grata surpresa. Ele interpreta com vivacidade esse personagem atormentado que perdeu tudo o que tinha. Dominic West trabalha tão bem que a gente realmente o odeia. E quem também está no elenco é Caitriona Balfe, a Claire de Outlander, sempre com seu ar obstinado e quase etéreo.


Apesar de ser um filme sério, de suspense e cheio de momentos de tensão, há certos alívios cômicos, principalmente da parte de Clooney. E de certo modo isso combinou muito com a produção, já que não foi realizado de maneira forçada. As risadas saem de forma muito natural, muitas vezes rindo de nervoso.

Jogo do Dinheiro é um filme que vale muito a pena assistir, mesmo que você não entenda nada sobre mercado financeiro. O foco não é falar de modo difícil sobre esse tema tão complexo e sim mostrar o desespero de quem perde tudo quando aposta nesse jogo.

Recomendo.

Teca Machado

2 comentários:

  1. Oi, Teca

    Lembro que assisti ao trailer desse filme no cinema e me pareceu bem interessante.
    George e Julia são dois atores excelentes, admiro muito o trabalho de ambos.
    Gostei de saber que não dá pra saber do desfecho antes da hora, gosto assim! :)
    Espero poder assistir em breve.


    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A junção dos dois é sempre uma boa ideia, né?
      :)

      Beijoooos

      Excluir