sexta-feira, 5 de julho de 2019

Homem-Aranha: Longe de Casa - Crítica


Peter Parker não era nem de longe o meu herói preferido. Ajudou muito o fato de que eu odeio muito o Tobey Maguire, como já disse várias vezes. Quando o bastão passou para Andrew Garfield, já passei a ver com outros olhos o amigo da vizinhança. E desde que Tom Holland assumiu, gosto ainda mais do personagem. Ontem foi a estreia de Homem-Aranha: Longe de Casa, do diretor Jon Watts, e já fui correndo assistir.



Pode ficar tranquilo que essa é uma crítica sem spoilers, então vou falar pouquíssimo sobre o enredo, já que nem os trailers mostram muito o que acontece.

Após os eventos de Os Vingadores: Ultimato, Peter (Holland) e todos os que passaram pelo blip – como está sendo chamado o desaparecimento de metade do universo por 5 anos – tentam voltar à vida normal. Para ele é ainda mais difícil, porque seu mentor e ídolo Tony Stark (Robert Downey Jr.) se foi. Com o fim das aulas, sua turma de ciências vai fazer uma viagem pela Europa. Essa é a oportunidade de tirar férias de ser o Homem-Aranha e de se declarar a MJ (Zendaya). Mas Nick Fury (Samuel L. Jackson) o chama para mais uma missão. Seres chamados Elementais tentam destruir a Terra, mas Fury conta com a ajuda de Mysterio (Jake Gyllenhaal), um novo herói que surge e quem Peter vê como uma figura paterna.



Contando as três franquias do Homem-Aranha, esse é o filme mais diferente do aracnídeo. Como o próprio nome já diz, esse passa longe de casa. O protagonista não está em NY – as cenas na cidade são poucas -, então não estamos mais lidando com o herói da vizinhança. Os desafios que enfrenta são grandes, dignos dos Vingadores. E ele está sozinho - bom, quase, pois temos Fury e Happy (Jon Favreau).

O enredo te envolve em todos os problemas de Peter e a gente realmente se importa com ele. Sentimos empatia tanto na parte “profissional” de Homem-Aranha quanto na pessoal. Apesar de ter ido para o espaço, lutado contra Thanos, perdido amigos e sumido no blip, ele ainda é um adolescente e se porta como um. Como não ficar chateado quando Fury aparece para estragar suas chances com a garota de quem gosta? Mas os eventos de Longe de Casa provocam um amadurecimento profundo no garoto, que provavelmente vai impactar nos próximos filmes. Afinal, já dizia o tio Ben, “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”, e agora Peter entendeu o peso dessa frase.



O elenco é carismático e com muita química. Tom Holland é uma gracinha e nesse filme pôde explorar mais o lado dramático do personagem. A vontade que dá é abraçar o rapaz e falar que vai ficar tudo bem. Há ainda Zendaya, cuja MJ ácida e sarcástica é sempre um deleite quando aparece. Todo mundo ama Jacob Batalon como Ned, o melhor amigo de Peter, então nem é preciso falar muito. Msyterio de Jack Gyllenhaal é excelente, um personagem com muitas camadas e com muita sintonia com Tom Holland. E, apesar de não ter um papel tão importante para o desenrolar dos fatos, May vivida por Marisa Tomei é maravilhosa e terem colocado a personagem jovem, descolada e divertida foi uma grande sacada dessa nova franquia.



Jon Watts deixou a imaginação correr solta no quesito cenas de ação. As coreografias são extremamente bem feitas e os efeitos visuais são surreais – com destaque para uma cena específica que se eu falar aqui qual é será spoiler, mas quem assistir vai saber de qual se trata. A fotografia também se destacam com a Europa sendo toda linda.

Homem-Aranha: Longe de Casa fecha a Saga Infinito, que foi o tema dos 10 primeiros anos do Universo Marvel. Suas duas cenas pós-créditos dão o tom das próximas produções e são muito relevantes. A primeira é para a própria franquia do Homem-Aranha e a segunda para toda Marvel. Agora os filmes do estúdio para 2019 se encerraram. Nos resta esperar 2020.

Recomendo bastante.

Teca Machado

Um comentário:

  1. Homem aranha sempre foi um dos meus "heróis" favoritos, senão o meu favorito dentre tantos. Esse longa metragem me parece ser um filme interessante, apesar de eu particularmente não ter gostado tanto assim dos filmes recentes do homem aranha. Entretanto vou dar uma chance à este, devido ao fato de ser do homem aranha. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com

    ResponderExcluir