quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Dicas para começar a escrever


Além de ler você gosta de escrever? Ou gostaria de começar a escrever?

Às vezes você já tem na mente que tipo de história deseja escrever no livro. Mas organizar as ideias e começar pode ser o passo mais difícil para quem ainda não tem muita prática. Por isso trouxe algumas dicas que podem te ajudar a encontrar uma direção nesse primeiro momento.

Foto: Pixabay




1- Pense para quem você vai escrever

Antes de qualquer coisa – qualquer coisa mesmo! – descubra quem é o seu público. Isso vai te ajudar a definir o tipo de linguagem, de enredo, quais estratégias de marketing usar e outros pontos. Com isso claro, você vai conseguir se comunicar de forma mais assertiva e se aproximar do leitor.

2- Defina seu conteúdo

Escolha um tema central e pense em subtemas relacionados a ele que podem ser explorados. Com essa espinha dorsal do livro feita é mais fácil desenvolver todo o conteúdo, seja de ficção, seja uma prosa ou seja técnico.

Algumas pessoas trabalham melhor assim, já com uma espécie de roteiro para seguir, enquanto outras preferem seguir o fluxo, sem muita organização. Entenda o que funciona melhor para você.

3- Escreva algo bom

Não estamos dizendo aqui que precisa ser algo extraordinário como os autores de seus livros preferidos (mas se for o caso, melhor ainda!).

Para isso, você precisa escrever de uma maneira clara, objetiva e que qualquer pessoa interessada no tema consiga entender todo o texto.

4- Impacte o leitor desde o início

A começar pelo título, é sempre importante chamar a atenção do leitor. Por isso, uma dica é iniciar o texto com uma pergunta ou respondendo uma dúvida de sua audiência.

Além disso, aproveite a introdução para impactar. Faça uma introdução curta, mas que dê ao leitor uma ideia clara do que será abordado no texto. 

5- Seja sucinto

Isso não quer dizer que você deva escrever pouco, mas sim que você pode e deve criar parágrafos e frases curtas. Essa regra é ainda mais fundamental quando seu conteúdo é disponibilizado na internet.

Quando você escreve parágrafos curtos, faz com que o leitor tenha a sensação de que seu conteúdo é agradável e fácil de ler.

*** 

Essas são algumas dicas, mas nunca podemos esquecer dos pontos mais fundamentais: Gramática correta, revisão durante e depois de pronto e uma edição assertiva.

Teca Machado

5 comentários:

  1. Olá, Teca como vai? Muito boa essas dicas não é? Quem não tem o hábito de leitura detesta ler textos extensos. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. dicas muito boas pra quem além de leitor tbm está querendo se aventurar na escrita

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Oi Teca,
    Eu costumo deixa a escrita fluir, escrever o que vier a cabeça e depois voltar editando, tirando palavras repetidas ou excluindo o que estiver 'sobrando'.
    Mas adorei seus dicas, o ser sucinto é algo muito útil para facilitar a leitura mesmo.
    Beeeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Teca!
    Ótimas dicas!
    Eu acabo funcionando mais deixando a escrita fluir e reescrevendo depois, mas sofro com a falta de tempo e inspiração no dia a dia, hahah
    Bjs
    A Colecionadora de Histórias - Blog

    ResponderExcluir
  5. Oie Teca!

    Escrever no meu caso é terapêutico, tanto que até hoje tenho "diário". Além disso, vivo com bloquinhos na bolsa e na escrivaninha para aqueles momentos em que do nada surge uma inspiração.

    Tenho o sonho de um dia escrever um livro, porém ainda não sei sobre o que. Preciso organizar minha mente primeiro.

    Ótimas dicas!

    Beijos;***
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.


    ResponderExcluir