sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Depois Daquela Montanha – Romance e sobrevivência na neve


Quando vi entre os lançamentos da Editora Arqueiro o livro Depois Daquela Montanha, de Charles Martin, tinha certeza que seria um livro no melhor estilo Nicholas Sparks. Ainda mais porque ele é recomendado para os fãs do autor. A sinopse dava a entender isso. Um casal sozinho, perdido na neve, cada um com seus problemas para resolver. Aí o sentimento bate à porta e, plim, num toque de mágica: amor eterno. Como gosto muito do estilo e fazia tempo que não lia o gênero, solicitei. E posso dizer que foi um dos livros mais emocionantes que recebi da parceria com a Arqueiro até agora e foi bem diferente do que eu imaginava.

Livro recebido em parceria com a Editora Arqueiro

Depois Daquela Montanha nos apresenta o Dr. Ben Payne. Após uma conferência de trabalho, Ben precisa voltar para casa porque tem uma cirurgia marcada no dia seguinte, mas o aeroporto foi fechado para voos comerciais devido a uma tempestade de neve. Ele, então, freta um pequeno avião e dá carona para Ashley, uma jornalista que conheceu no saguão que também precisa voltar para casa, já que o seu casamento é dali a dois dias. 

Quando estão sobrevoando um parque nacional imenso, gelado e sem nenhum traço de civilização num raio de 200 quilômetros, o avião cai. O piloto morre, Ashley quebra uma das pernas e Ben sai relativamente ileso. Então cabe a ele criar condições para que ambos sobrevivam e encontrem socorro. Enquanto ajuda a perna de Ashley a se recuperar, o médico precisa curar suas próprias feridas emocionais.

Charles Martin
Não se engane com essa sinopse um tanto simples. Depois Daquela Montanha vai muito além disso. Meu coração se contorcia e sofria por cada situação que Ben e Ashley precisavam enfrentar. Foi uma desgraça sem fim! Charles Martin não nos poupou de detalhes e de dificuldades. Eu podia sentir a mão da Lei de Murphy, aquele malandrinho!, a todo momento. Se dá para piorar, pode ter certeza que vai. 

Sim, há romance. Mas diferente do que pensamos no início, de que será entre Ben e Ashley, é entre Ben e a esposa, que se separou dele. Passamos o livro tentando entender o que aconteceu, os motivos e mesmo que a gente fique desconfiado, o autor nos dá pistas, tira, joga elas na nossa cara de novo e depois nos faz perder as esperanças. Apenas no final há toda a explicação de que necessitamos.

A narração, feita por Ben, é muito interessante, porque enquanto Ashley fica apenas tentando se recuperar da perna quebrada, ele precisa buscar comida, abrigo, segurança e calor. Payne é quase o Superman, é verdade. Suas habilidades no meio do mato de fazer milagres com muito pouco são basicamente irreais. Que coincidência justo um homem que sabe escalar e sobreviver em condições extremas passar por essa situação! Mas deixe isso de lado e mergulhe na narrativa. Charles Martin deixou tudo da forma mais crível possível.

Ben é um homem machucado, mas maravilhoso. Apaixonado, correto e muito equilibrado. Foi um excelente protagonista. Ashley também conquista com seu jeito bem humorado, de fazer piada nas situações mais desesperadoras e ser direta, sem ser grosseira. Apesar da incapacidade de movimento, ela é tudo, menos um peso morto.  Grover, o piloto, aparece pouco, mas nos conquista. E Napoleão, o cachorro de Grover que acompanha Ashley e Ben em toda essa aventura, é a coisa mais amorzinha do livro!


A narrativa é intensa e angustiante em várias passagens. O ritmo só é um pouco quebrado nos capítulos em que Ben narra sua vida com Rachel, a esposa. Apesar de ser interessante e parte muito importante na construção da história, os trechos da sobrevivência na montanha são melhores e mais dinâmicos.

E mesmo antes de terminar a leitura, já sabia de uma ótima notícia: Depois Daquela Montanha vai virar filme em 2017! Ben e Ashley serão interpretados por Idris Elba e Kate Winslet, só atores maravilhosos. Mal posso esperar.

Recomendo bastante.

Teca Machado


21 comentários:

  1. Teca, você me deu uma visão bem diferente do que eu tinha sobre o livro! Como a história vai além de um simples romance, eu imaginei que a narrativa seria um pouco extensa, por eles estarem numa situação realmente complicada, mas pelo jeito é uma leitura emocionante e às vezes tensa, já que a gente torce pelos personagens com muito mais força. Adorei! Preciso ler pra já

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O foco de tudo é a sobrevivência e a maneira como Ben se cura. O romance é em segundo plano, na minha visão.
      Espero que goste!
      <3

      Beijooos

      Excluir
  2. confesso que nao sou mt fa desse tipo de romance nicolas sparks, mas sempre gosto de conhecer novos titulos e novos autores ;)

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei que fosse nesse estilo, mas foi muito diferente!
      Dá uma chance, vai!
      :D

      Beijooos

      Excluir
  3. Oi Teca!
    Esse livro parece ser ótimo, eu li o primeiro capítulo que a editora disponibilizou e fiquei com vontade de ler o resto. Que bom saber que você gostou!
    Aah com certeza irei ver o filme, amo o Idris Elba.

    Feliz Natal para você e sua família :)
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também! E a Kate Winslet também. <3
      Tenho certeza que vai ser ótimo.
      Mas leia o livro antes. É sempre melhor.

      Beijooos

      Excluir
  4. Oii Teca, tudo bom?
    Admito que a primeira vez que vi a sinopse desse livro fiquei um pouco desconfiada, ainda mais com esse parentesco com Nicholas Sparks. Não tem muita afinidade com os livros do autor , mas confesso que fiquei um pouco curiosa para entender como esse romance se desenvolveu ainda mais com a sua descrição.
    Beijos
    Not Found

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniele, eu tinha certeza absoluta que ia rolar como Sparks, mas não foi.
      Dá uma chance que sei que você vai adorar.
      É bem diferente.
      Fora que o romance, que é pano de fundo, é do Ben com a esposa, não com a garota com quem sofreu acidente.

      Beijoooos

      Excluir
  5. Oii, como vai?
    Quando vi a capa e a sinopse desse livro fiquei bastante interessada.
    Com certeza vou pegar para ler.
    Desejo um Feliz Natal!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Jessica!
      Ele não decepciona.
      :D

      Beijooos

      Excluir
  6. Olá! Não sou muito fã de romances tipo nicholas sparks, mas achei interessante não focar só nessa parte do romance, mas tbm foca na construção da história.
    Beijo!
    http://booksmanybooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patricia, isso (e as habilidades de Ben) são o grande tcham do livro.
      A construção da história foi muito bem feita.

      Beijooos

      Excluir
  7. Oiii. Eu não gosto de romances Teca, acho que deu para perceber mas o plot dessa história me lembrou levemente o livro da Meg Cabot - Ela foi até o fim, é mais uma comédio e me diverti bastante, o que me fez também curtir a premissa desse, mas romance meh. Talvez eu de uma chance porque o livro parece ser muito bem escrito, então why not?

    Boas festas e bjs, Carol | Espilotríssimo
    www.carolespilotro.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Sabe que antes de ler eu também pensei nele? Essa coisa de ficar perdido na neve e tals. Mas esse é bem diferente, nada de risada ou comédia ou leveza. Aqui as coisas são tensas.
      Sei que você não gosta de romance, mas não é o foco, juro!

      Beijooos

      Excluir
  8. OI BISTEQUINHA

    esse livro me lembrou bastante um outro que eu li chamado Calafrio, mas esse dai tendo mais romance. Apesar disso, essa memoria legal me fez querer conferir a história *-*
    Eu não curtia nada Nicholas Sparks Vibes, mas né... fui fisgada :B HAHHAHAHA

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Hellz!
      Eu tenho o Calafrio, mas não li ainda. Ele não é sobre lobisomens? Hahahaha.
      Mas aqui a vibe não é Nicholas Sparks. Então já que foi fisgada, dá uma chance.
      <3

      Beijooos

      Excluir
  9. Oie Teca, tudo bem?
    Faz tempo que não passo por aqui!
    Já li um livro com proposta semelhante, Os Sobreviventes (baseado num fato real) e achei bem tenso mesmo.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oooi, Priih!
      É verdade! Quanto tempo eu não te vejo :D
      Esse Sobreviventes eu não conheço. Esse é bem legal!

      Beijooos

      Excluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Tecóida, vi você lendo esse livro aqui em casa nas férias e achei a capa linda.
    Vou ler também.
    Me lembrou um pouco aquele livro da Meg Cabot que li há mil anos. É parecido? Não, né? Esse parece sério e aquele é meio comédiazinha.

    Beijo, Nana Pitaluga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nana, não é parecido, não. Só essa coisa de neve e ficar perdido.
      Nenhuma risada.
      Talvez você goste. Sei que a história é linda!

      Beijooos

      Excluir