quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Um Natal dramático – Projeto Drama Queen #105


Se você acha que o Natal é uma época drama free, está completamente enganado. É um dos períodos do ano com mais dramas! Mas não se preocupe, com um pouco de jogo de cintura e de bom humor, você consegue sobreviver (pelo menos até o próximo Natal). 

Já teve um Natal (ou pré-Natal) dramático? A gente já! Por isso resolvemos contar para vocês a nossa experiência:


Teca Machado

Os pais do Caio, meu marido, são separados há anos, desde quando ele era criança. Apesar de ele ter se mudado para Brasília há muito tempo (e eu fui quando me casei), todas suas festas de Natal e Ano Novo foram em Cuiabá, porque mesmo com a mãe morando no Distrito Federal, sua família toda está em Mato Grosso, assim como a minha e o pai dele.

Desde que começamos a namorar, dividimos a noite da ceia de Natal em duas: metade na casa dos meus pais e metade dos avós dele por parte de mãe. Seu pai sempre ficou de fora dessa divisão porque nunca passava em Cuiabá. Até que num dos anos ele resolveu ficar por aqui e tivemos que ir no jantar dele também.

Então, para não ter drama em nenhuma família, pegamos a noite do dia 24 para 25 de dezembro e separamos em três blocos de duas horas: uma para cada família. De 20h às 22h na casa dos meus pais, de 22h às 0h na casa dos avós dele e de 0h às 2h da manhã na casa do pai.

Comemos jantar e sobremesa três vezes, passamos um tempão no carro indo de um lugar para o outro e ficamos preocupados com a hora o tempo todo. E o pior é que em todas as casas reclamaram que ficamos pouco. Quando chegamos na casa do pai dele, já estávamos mortos de cansaço, nem querendo muito interagir com as pessoas.

O lado bom de tudo isso? Ganhamos presentes três vezes! 

*** 

Carol Daixum 

O meu drama maior nessa época é: arrumar a árvore! É uma tradição tão legal, mas que poucos aderem aqui em casa. Acho que por pura preguiça. Que, cá entre nós, dá mesmo, mas é tão legal, que vale. Só que é uma saga aqui em casa. Primeiro a pergunta que não quer calar “onde estão as coisas”? Aí procura daqui, procura dali. Achamos! \o/ Só que não para por aí... 

Minha mãe me enrola muito para arrumar. De verdade, acho que ela tem algum trauma de infância e não quer compartilhar. Sempre escuto “amanhã a gente monta, ok?”. Daí, quando eu percebo, faltam 5 dias para o Natal. Tento ajeitar a coroa, mando indiretinha no Facebook ou cara a cara, mas nada funciona. Aí estou quietinha na vida, conformada que esse ano vai sem árvore mesmo... O que acontece? Ela vem com a minha irmã e fala “vamos arrumar hoje à noite?”. Fico feliz, corro para comprar lâmpada (pisca-pisca), enfeites novos, enfrento fila quilométrica para pagar, mas tudo bem. É para um bem maior! :) 

Chego em casa, animada, ansiosa e, eis que de repente, ouço “amanhã de manhã, sem falta”. Aí não tem coroa que aguente firme na minha cabeça não, gente! Meu lado drama queen ressurge e fico mal. Mas assim MAL MESMO! Onde vamos deixar os presentes? E o que o bom velhinho vai pensar da gente? Mas fiz a minha parte! Tenho plena consciência. Aí para não colocar a culpa só nelas, tento ver pelo lado positivo: vai que a Jeannie, minha cachorrinha, derruba a árvore? Tanto drama para nada? Só que lá no fundinho ainda tenho esperança. São 10h54 e nada até agora. Mas o “de manhã” é até 12h, né? #miniesperança 

P.S: Esse drama é totalmente verdadeiro, mas só queria dizer que deu certo. A árvore foi montada hoje, antes das 12h. \o/ Obrigada, irmã! Mãe, te perdoo se rolar aquele vale de livros sem limite. Beijo, te amo! =D  

***

Vale lembrar que o PDQ é uma parceria entre os blogs Casos, Acasos e Livros e Pequena Jornalista. Toda quinta, um texto dramático com uma dose extra de exagero. :)

Beijos e feliz Natal (adiantado), 

Carol e Teca. 

6 comentários :

  1. Nossa eu amei ♡ e Feliz Natal pra você também ^^

    www.nataliloure.com.br

    ResponderExcluir
  2. Hey Tequinha!
    Como assim vocês fazem essa maratona para ficar na casa da família e eles acham pouco? Vocês super se esforçam pra ir pra lá e pra cá! Mas a parte de ganhar presente três vezes é a melhor hein ? *----* ADOREI hahahahaha que natal dramático com um final mais delicia que esse hein? ;)
    Falando em drama, amanhã é dia de comprar os presentes qu faltam e ai meu bolso!!!
    Eu leio poucos contos também, mas confesso que li uns par da amazon de uns tempos pra cá por serem mais curtinhos que os livros e por ressaca literária que estou passando com esse final de faculdade, viu?
    mas são realmente legais hehhe
    beijocas!
    Pâm - www.interruptedreamer.com

    ResponderExcluir
  3. OI SUAS LINDAS DRAMATICAS QUE A HELLZ AMA

    por parte da Teca... de fato a parte boa é provar um pouquinho de cada prato de cada casa e voltar rolando pra casa - mas feliz. Fora os presentes que triplicam e essa é outra parte muito linds :B HAHAHAH

    e carol... antes eu era a loka da árvore de ntal. Não sei o que tem me acontecido que também tenho sido acometida pela preguiça ._. e olha que amo natal. SOCORR HAHAHAH

    beeeeeeijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hellzocaaaaaaaa
      Comer muito + presentes é sempre algo bom!
      Hahaha

      Beijooos

      Excluir