sexta-feira, 13 de abril de 2018

Relembrando velhos livros


Eu amo ler os lançamentos, os livros novos, os que acabaram de sair da gráfica para as nossas mãos. Mas, não sei vocês, também adoro livros antigos, principalmente aqueles que poucas pessoas conhecem. Já disse aqui algumas vezes, mas eu cresci com pais que me apresentaram livros, filmes e muita cultura musical, então sempre estive rodeada de obras incríveis.

Estou passando uns dias na casa dos meus pais e vi vários livros aqui que li quando era mais nova e que me fizeram pensar nesse post. Exemplares que naquela época já eram velhos. 

Será que vocês também já leram algum desses?


1- O Conde de Monte Cristo – Alexandre Dumas


Esse é muito conhecido e antiquíssimo, de 1845, e eu li em 1999. Me apaixonei pela história de vingança e redenção de Edmond Dantès, que já ganhou muitas versões e adaptações – minha preferida é a de 2002, com Jim Caviezel e um Henry Cavill super novinho e lindo como sempre. Como eu tinha só 11 anos quando li, meu pai me deu uma versão resumida do livro, mas agora estou com vontade de ler a história integral, com 1376 páginas! Se eu vou encarar? Com certeza.


2- Em Algum Lugar do Passado – Richard Matheson


Esse livro de 1975 era uma das paixões da minha mãe. Meu pai deu para ela em 1986, antes mesmo de eu nascer, essa história de amor que foi além da barreira do tempo (e achei super bacana que é da Editora Record, que já atuava no mercado essa época). O interessante é que o autor escreveu apenas esse livro em sua vida, e Robert, seu irmão, resolveu publicar o manuscrito após sua morte. Richard, ao visitar um hotel em 1971, se apaixonou pelo retrato de uma atriz de 1870. Se apaixonou tanto que virou sua obsessão. Ele pesquisou formas de voltar no tempo, até que conseguiu e se encontra com ela, que também corresponde o sentimento. Richard veementemente afirmou que tudo o que viveu foi verdade. Seu irmão, que publicou a obra, diz em nota que se recusa a acreditar que tudo tenha acontecido, mas que sabe que, para seu irmão, de uma forma ou de outra foi real. A história virou um filme, de 1980, com Christopher Reeve – o antigo Superman, no papel principal.


3- Noite de Amor nas Estepes – Heinz G Konsalik


Minha mãe passou uma fase encantada por esse autor russo e leu algumas obras dele. Noite de Amor nas Estepes é de 1966. Como eu sempre via os livros na nossa estante e minha mãe falando super bem, quando comecei a me interessar por romances, com uns 14, 15 anos, resolvi dar chance para esse e outro dele chamado Amor em São Petersburgo. Não me arrependi! Histórias russas lindíssimas, geralmente na época da Revolução, que aquecem o seu coração. As edições quase caindo aos pedaços da minha casa – porque foram emprestadas para muitas pessoas e comidas por traças – também são da Editora Record.


4- Pássaros Feridos – Colleen McCullough


Esse livro de 1977, que virou série de TV nos anos 1980, me emocionou, me fez suspirar, me fez ficar com raiva e mexeu com vários sentimentos dentro de mim. Foi um dos primeiros livros mais “adultos” que li, com umas passagens mais calientes. A obra conta a história de Meggie Cleary e duas mais duas gerações da sua família e sua vida infeliz. Tão infeliz que eu tinha vontade de chorar em vários trechos. É longo, é intenso e é muito bonito.


5- Se Houver Amanhã – Sidney Sheldon


Sidney Sheldon é um grande conhecido nosso até hoje. O primeiro livro do autor que li foi esse e a partir daí foi amor. Não sei se foi o fato dessa ter sido a obra que me fez conhecer o escritor, mas é um dos meus preferidos dele até hoje. E olha que depois li muitos outros, inclusive edições antigas como essa, que também é da Editora Record.

*** 

Vocês já leram algum desses?

Qual livro assim antigo gostam?

Teca Machado



5 comentários:

  1. Oi, Teca
    Vou confessar que só conhecia O Conde de Monte Cristo, li ele em inglês pra aula de literatura mas li daquele jeito meia boca então não lembro de nada da história. Os demais não conhecia mas gosto dos romances de banca, aqueles super antigos, que até a capa envergonha.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Teca, eu li a versão resumida tb de O conto de Monte Cristo e vi o filme que é excelente <3 os demais eu ainda não li, mas é sempre bom relembrar velhos livros, bate uma nostalgia....

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Não li nenhum desses...

    Tem sorteio novo la no blog, te convido a participar! http://www.cobaiaamiga.com/2018/03/resumo-da-semana-sorteio-makes.html

    ResponderExcluir
  4. hahahaha essas leituras foram os primeiros 'hots' que me aventurei! Adorei o post, bem original!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  5. OI BISTEQUINHA

    olha só a capa do livro do Sheldon :O nem parece as versões mais modernosas que foram lançadas hoje.
    Imagino a sua nostalgia imensa em rever esses clássicos da sua vida. Queria muito ter tido uma infância tãããão legal assim!

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir