sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Sierra Burgess É Uma Loser - Crítica


Ah, a Netflix e seus filmes adolescentes que fazem pessoas de qualquer idade acharem um amorzinho! Depois de A Barraca do Beijo, Para Todos Os Garotos Que Já Amei, Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata e O Plano Imperfeito (que eu ainda não vi), chegou a vez de Sierra Burgess É Uma Loser, do diretor Ian Samuels e roteiro de Lindsey Beer.


Ok, o filme está recebendo muitas críticas de catfish (quando você finge na internet ser outras pessoas), de o homossexual ser extremamente caricato, de uma protagonista ter atitudes um tanto malvadas e justificar tudo pelo peso e inseguranças e até mesmo a comunidade surda se manifestou quando a personagem finge não ouvir. Mas, de forma geral, é filme é legal e bonitinho, ainda que termine da maneira mais clichê possível e imaginável.

Muita gente criticou o fato de que Sierra (Shannon Purser, a Barb de Stranger Things), fora dos padrões de beleza, mas que aparenta estar muito bem com isso, finge ser Veronica (Kristine Froseth), a líder de torcida linda e desejada. Por mais que seja atual, com a questão de troca de mensagens e conversa de vídeo, o filme é uma releitura do clássico Cyrano de Bergerac, de Edmond Rostand (se você não se lembra dessa história, é de um escritor que se apaixonou, mas se achava feio, com o nariz muito grande, e pedia para que outro homem fizesse declarações de amor para a garota, fingindo ser ele).




Em Sierra Burgess É Uma Loser, Sierra é inteligente, espirituosa, não se importa com a opinião dos outros sobre si mesma. Ao receber mensagens de Jamey (Noah Centineo, o Perter K. de Para Todos Os Garotos Que Já Amei) por engano, Sierra deixa o garoto acreditar que ela é Veronica. Ele se encanta com sua personalidade e suas palavras, mas pensa que do outro lado da tela está a linda líder de torcida. Quando a relação deles vai evoluindo e Jamey deseja ver Sierra, receber fotos, ela convence Veronica a fazer parte da farsa. Sierra irá ajudá-la a estudar e parecer mais inteligente e Veronica irá fingir ser quem se corresponde com Jamey.

O filme é uma comédia romântica, é engraçadinho, te faz sorrir em vários momentos e tem uma música fofa, mas não chega a ser inesquecível ou deixar seu coração quentinho. Um dos maiores problemas foi a incoerência de Sierra em alguns pontos. Na primeira cena temos ela dizendo para o espelho “você é um animal magnífico” e não se importando nenhum pouco com a aparência, quando com o passar da produção ela se mostra insegura com o peso, rosto e se sente até mesmo ressentida com os pais por não ser tão incrível quanto eles. Fora que ela sempre foi uma pessoa bacana e de bom coração, quando na verdade toma algumas atitudes muito questionáveis, como, além do óbvio de enganar Jamey, se vingar da amiga que acha que quer roubar seu namorado numa ação muito mesquinha e não avisá-la que o ex quer apenas se aproveitar do seu corpo.



Mas a relação de amizade que as meninas criam é bonita. Temos uma popular cruel que passa a se abrir com a nerd esquisita, que percebe que “até que ela é legal” e não parece ter vergonha de se relacionar com a garota. A amizade parece verdadeira e apareceu de forma natural quando duas pessoas sem nada em comum passam a se conhecer sem muros construídos entre elas.

A escolha do elenco foi muito bem feita. Apesar de ter ficado pouco tempo em Stranger Things, Shannon Purser sempre teve fãs, e Sierra é alguém com quem o público consegue se identificar – isso quando não está sendo amarga. Ela é estranha, mas é divertida, inteligente e doce. Noah Centineo é o novo queridinho da comédia romântica e seu charme faz corações palpitarem. Kristine Forseth é linda e transitou muito bem entre megera e uma garota que vai mudando, começando uma amizade improvável com a maior loser da escola. RJ Cyler, que faz Dan, o melhor amigo de Sierra, me incomodou um pouco. Forçado, caricato e não é uma pessoa boa.

Como em várias produções da Netflix, Sierra Burgess É Uma Loser tem referências aos anos 1980, principalmente no elenco. Os pais de Sierra são Lea Thompson, a mãe de McFly na saga De Volta Para o Futuro, e Alan Ruck, o melhor amigo de Ferris em Curtindo a Vida Adoidado. Então para aqueles que se sentem nostálgicos, temos uma pitada da época cheia de glitter e cabelos horríveis. Só que senti falta de um aprofundamento neles. Ficou claro para mim que no roteiro explicava melhor o que faziam e a relação com a filha, mas na edição cortaram.


A mensagem de se apaixonar por alguém pelo que é, não pela aparência, é tema muito usado em comédias românticas e aqui não é exceção. Um ponto positivo é que apesar de “feia”, ninguém – nem ela mesma - tenta mudar a aparência de Sierra (a não ser quando Veronica tira sua sobrancelha, o que passa longe de uma makeover) e ela termina exatamente como começou: linda em sua particularidade. Tudo bem que em vários momentos vemos uma Sierra horrível, mas por dentro, mas que depois volta a ter a beleza interior.

Recomendo.

Teca Machado


18 comentários:

  1. Eu assisti esses dias o filme e gostei bastante. Mas sinceramente eu fico com pé atrás justamente porque eu acho que é um filme sensível e em algumas pessoas ele pode servir para alguns gatilhos ruins :/ Na minha experiência foi um filme fofo, bom e nada demais. Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lex!
      Sim, é fofo, mas não chegou aos pés de outras comédias românticas fofas da Netflix.
      :)

      Beijooos

      Excluir
  2. Oi, Teca!

    Como você disse, a mensagem num geral foi bacana e é um filme ótimo pra assistir e dar uma relaxada, mas se formos reparar em muitos pontos, a história deixa lá a desejar, como as atitudes incoerentes da protagonista. Acho que o que mais me incomodou foi a amizade delas que não me pareceu tão natural ou convincente assim, achei algo bem do nada. Ainda prefiro Para todos os garotos que já amei das comédias românticas que lançaram recentemente na Netflix, mas o da Sierra também tem suas qualidades. Adorei a resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Sim, achei ela incoerente em vários aspectos.
      Eu gostei da amizade delas, apesar de que achei que mereciam um final mais bacana.
      Ah, Para Todos os Garotos Que Já Amei samba na cara desse.

      Beijooos

      Excluir
  3. Respostas
    1. Oi, Lu!
      Ah, era o amigo dela.
      Nossa, achei caricato DEMAIS!

      Beijooos

      Excluir
  4. Oi Teca,

    No geral gostei muito do filme, tirando algumas divergências no geral foi uma história gostosinha de se assistir.
    Agora que ver esse: A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata, parece ser muito bom.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, o Sociedade Literária é lindo e beeeem mais legal!
      Você vai amar!

      Beijooos

      Excluir
  5. Oi Teca, eu adorei o filme. Sierra tem inseguranças e comete erros como toda pessoa nessa vida, a personagem me pareceu bem real! Eu curti bastante!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi!
      Sim, ela é bem real, ainda que incoerente em vários momentos, haha.

      Beijooos

      Excluir
  6. Oi Teca, eu também gostei do filme e recomendo. Eu até pensei em fazer uma resenha dele quando assisti mas para mim as principais partes são as atitudes dos personagens e fiquei com medo de soltar spoiler aí optei por não resenhar.
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza!
      Às vezes é melhor nem falar nada para não soltarmos spoiler, né?
      :)

      Beijooos

      Excluir
  7. Oiii Teca

    Eu fiquei mais curiosa pela protagonista não tão boazinha e o tema do catfish, apesar de já intuir o final certamente deve ser um filme divertido, daqueles que te faz rir e relaxar. Eu quero assistir, espero gostar.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ivy!
      Sim, o tema é sério, mas é um filme leve e gostoso de ver.
      :)

      Beijooos

      Excluir
  8. eu assisti o filme e achei bem bonitinho sim! gostei muito principalmente em como se desenvolve a amizade entre as meninas

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom fofo, né?
      Tem uns problemas, mas é bem bom!

      Beijooos

      Excluir
  9. Nossa, achei esse filme muito amorzinho.
    Estou gostando dessa produção da netfliz mais voltada para a comédia romântica.

    naoseavexe.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, a Netflix tem feito uns filmes bem fofinhos, né?
      Só amor!

      Beijooos

      Excluir