segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Destruir para ler


Se você é um apaixonado por livros, provavelmente quase morre do coração quando ele amassa, rasga, macha ou sofre qualquer outro mau. Mas e se para ler o livro você precisasse destruí-lo?

Essa é a proposta da designer Helen Friel para a edição especial do conto “The Imp of the Perverse”, em português chamado de “O Demônio da Perversidade”, de Edgar Allan Poe.

Fotos: Site oficial de Helen Frien

A proposta vem por causa do conteúdo da história. Ela discute a voz dentro de todos nós que nos faz cometer coisas que sabemos que não devemos e que não irão nos levar a nenhum lugar bom, como ficar à beira de um precipício, apertar o botão vermelho e mutilar e destruir livros. Afinal, isso sim é uma perversidade sem fim, né?

Helen Friel fez cada página perfurada em um sistema de rede com textos em falta. Os leitores devem seguir as instruções simples para rasgar e dobrar os pedaços específicos para revelar os parágrafos completos. Pesquisando um pouco sobre ela vi que é especialista em livros interativos e engenharia de papel.



Essa destruição é projetada para dar ao leitor sentimentos conflitantes. “Eles mantêm o livro em sua forma perfeita? Ou irá desfrutá-lo e desmanchá-lo?”, questiona a artista.

Pelo que pudemos ver nas fotos, não parece que o livro fica tão ruim assim, só não fica como no original. Você teria coragem?


Teca Machado

5 comentários:

  1. nossa acho que nao teria coragem nao, ainda mais pq o livro é muito lindo! tipo destrua esse diário level hard esse aí hehe

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Olha, eu não sei se seria capaz. Quer dizer, não são muito apegada assim a objetos materiais, mas ainda assim né, é um livro rs. Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir
  3. Gostei da sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ❤️..

    Meu Blog: www.tudosobreobadoo.com

    ResponderExcluir
  4. Aii mdss, acho que tive um infarto só de ler sobre esse livro.
    Mas parece ser bem interessante descobrir assim a leitura. Algo que causa imersão.
    Amei sua resenha.
    Quero destruir esse livro.
    Beijos.

    Blog: Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  5. Sou tão apegada aos meus livros, acho que não teria coragem rs
    Novo post no blog!

    ResponderExcluir