sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

O Ar Que Ele Respira - Resenha


Vem aqui curtir uma sofrência comigo!

Vinícius de Moraes e Toquinho disseram que “é melhor ser alegre do que triste, alegria é a melhor coisa que existe”. E eles têm razão, mas vai me dizer que de vez em quando você não gosta de ler um livro ou ver um filme triste? Sei que eu sim. É bom também. E já tinham me dito que a autora Brittainy C. Cherry era boa na sofrência, assim como a Colleen Hoover, que eu já conheço e amo. Então li O Ar Que Ele Respira, da Cherry, publicado pela Editora Record, e vi que ela gosta bem de uma tristeza mesmo.
Foto @casosacasoselivros

No livro conhecemos Elizabeth. Depois da morte repentina do marido, ela volta para a cidade onde eles moravam, numa tentativa de seguir em frente e promover uma vida normal para a sua filhinha, enquanto lida com as lembranças do casamento feliz que tinha. Ao retornar para a sua antiga casa, descobre que tem um novo vizinho. É justamente Tristan, o cara que ela conheceu ao atropelar seu cachorro no momento em que chega na cidade. Ele é bruto, grosso e agressivo e todo mundo da pequena cidade a alerta para ficar longe dele. Mas Elizabeth se sente atraída. Não só porque ele é lindo – porque é! -, mas porque ela vê em seu olhar uma tristeza parecida com a sua, de um nível muito profundo e que vai corroendo por dentro.

O Ar Que Ele Respira é aquele tipo de livro que fala com o seu coração e mexe com os seus sentimentos. Você tem que ir preparado para ler tristeza, luto, superação, recomeços e várias outras emoções que envolvem a perda de um ente querido. Confesso que não foi tão impactante para mim como são os livros da Colleen Hoover (muitas pessoas comparam as obras das duas autoras). Senti um bom nó na garganta em várias passagens e em uma ou outra escorreu uma lagrimazinha. Mas diferente de outros do gênero eu não me senti deitada na BR só atropelada por emoções.

Brittainy C. Cherry
Os personagens criados por Cherry são ótimos, mas acho que precisam urgente de terapia. Elizabeth é uma protagonista para se gostar. Mesmo com o mundo caindo ao seu redor, ela tenta se manter firme e forte pela filha. E apesar de que em momentos desmorona – porque ninguém é de ferro – ela o faz sempre pensando no melhor da sua família. E o fato de ter insistido em alguém que toda a cidade rechaça mostra o quanto o seu coração é bom, apesar das perdas. Tristan, debaixo de todo esse exterior grosseiro e amedrontador nada mais é do que um homem machucado, devastado e que falta ânimo para seguir em frente. E Elizabeth vai desconstruindo toda essa parede quase intransponível que o vizinho construiu ao redor de si. E a filhinha dela? Coisa mais fofa do mundo! Também me encantei por Faye, a melhor amiga de Elizabeth, que é – e digo isso no melhor sentido - uma desinibida, desbocada e louca. Trouxe um pouco de leveza para a história.

A escrita de Cherry é fluida e gostosa. O livro tem mais de 300 páginas, mas a leitura passa voando. A história vai envolvendo de forma que é difícil parar de ler. A narrativa é em primeira pessoa, alterando os narradores, que é algo que eu amo. A autora aborda o amor, a amizade e a cura de várias maneiras e mostra Elizabeth e Tristan construindo uma relação. Não é do tipo “ah, te beijei uma vez. Acho que esqueci todos os meus problemas e agora estou pronto para outra”.

Gostei muito de O Ar Que Ele Respira, mas descobri rapidinho algumas das reviravoltas. Não sei se porque realmente estava muito óbvio ou porque eu leio bastante o gênero e consigo enxergar para onde o enredo vai. Além disso, há vários clichês na obra. Não que isso me incomode, na verdade.

O Ar Que Ele Respira é o primeiro da série Elementos, na qual cada história é individual e tem um dos quatro elementos como mote. Os próximos são A Chama Dentro de Nós, O Silêncio das Águas e A Força Que Nos Atrai.


Recomendo.

Teca Machado 


26 comentários:

  1. Oi, Teca
    A Brittainy é uma das minhas autoras favoritas em matéria de romance. Amo seus livros porque eles sempre tem final feliz, então isso aquece meu coração e me faz sentir várias emoções. Eu adoro esse livro, essa série é magnífica e todos eles são ótimos!
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mika!
      Comecei achando que não seria final feliz. Ainda bem que foi, haha.
      :P
      Gostei muito. Quero ler outros agora.

      Beijooos

      Excluir
  2. Oi, Teca como vai? Já li outros livros dessa autora e gostei. Este livro não li, mas acredito que deva ser prazeroso lê-lo. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Teca,
    Eu li os dois primeiros livros dessa série e gostei bastante, preciso até continuar... Tenho o 3 aqui parado na estante. Não são meus favoritos da Brittainy, mas são romances do jeitinho que eu gosto!
    E os clichês também não me incomodam não.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alê!
      Demorei, mas conheci a autora.
      Agora quero ler todos, haha.
      :P

      Beijooos

      Excluir
  4. Oii Teca

    Eu leio pouco romance, então acho que pra mim as reviravoltas podem ser mais imprevisiveis. Sempre tive receio de ler algo dessa autora, me dava a sensação de que suas estórias são muito dramáticas e eu fico com o pé atrás por causa disso, mas vou ver se saio um pouco da zona de conforto e leio algum livro dela já que todas as resenhas que leio são positivas.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ivy!
      Realmente, é drama atrás de drama.
      Gostei bastante. Mas eu gosto do gênero também.
      :)

      Beijooos

      Excluir
  5. Oi teca, tudo bem? Faz tempo que eu preciso ler algo da autora, todo mundo super recomenda. Parece uma trama densa e achei os personagens bem complexos, acho que vou curtir!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mi, é o mesmo que eu sentia: que precisava ler loho!

      Beijooos

      Excluir
  6. Oi, Teca!
    De toda a série, esse é o único que me desperta interesse em ler. Um dia ainda faço isso, já que gostei bastante de Vergonha.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Rumo aos 4K no instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu!
      Tudo mundo fala que Vergonha é mesmo o melhor dela.

      Beijooos

      Excluir
  7. Gostei da resenha do livro.
    Big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  8. Faz um tempinho que esse livro está na minha lista, uma pena ele ser meio óbvio, mas que bom que no fim, valeu a pena! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Teca, tudo bem?
    Eu não sou muito fã desses romances com protagonistas meio quebrados, mas já vi tantos elogios a esse livro que acabei ficando curiosa. Bom saber que a autora manda bem no desenvolvimento dos personagens!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, e aqui os dois são altamente quebrados, haha.
      :P

      Beijooos

      Excluir
  10. Eu tenho uma história com esse livro.. hahah, enfim!
    Até onde li, ele é realmente clichêzinho, quase um tio Nico Sparks!

    Bjo,
    www.priscilafrr.com
    Já conhece o projeto, @crgmenina? l Instagram l Facebook l Pinterest

    ResponderExcluir
  11. Oi, Teca

    Já amei muito esse livro apesar do segundo ser meu favorito, mas hoje em dia eu acho que não gostaria tanto. A Brittainy evoluiu muito como autora e os livros que ela publicou depois dessa série são infinitamente superiores.
    É uma história que tem um lugarzinho no meu coração porque foi através dela que eu conheci a autora, mas vejo melhor os defeitos agora.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tami!
      Muita gente já me falou isso.
      Sou super curiosa para ler Vergonha, que dizem ser o melhor.

      Beijooos

      Excluir
  12. Oi
    eu ainda não li nada da autora, mais sempre leio resenhas positivas dos livros, a história parece ter personagens com a carga emocional bem forte, e deve ser uma boa escrita, que bom que gostou da leitura.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Denise!
      Exatamente.
      A carga é bem pesada, mas o livro é muito bom.

      Beijooos

      Excluir
  13. Não é a primeira vez que vejo elogios a essa história. Nunca li mas tenho amigas que adoram. É tão bom quando a leitura é envolvente.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir