quinta-feira, 26 de março de 2015

O drama de ser dramático – Projeto Drama Queen #23


Vivemos falando aqui na coluna Projeto Drama Queen sobre o drama de ser isso, o drama de ser aquilo, mas nunca falamos sobre o drama de ser dramático! É, minha gente, não é fácil ter que *ajeitar a coroa* o tempo todo, se melindrar com os pequenos aspectos da vida e ainda ouvir as pessoas reclamando que você faz tempestade num copo d’água. 
Me desculpa, sou assim, o meu coração é sensível e sempre será. Quase canto a música de Gabriela toda vez que alguém me manda engolir o choro ou parar de fazer drama. “Eu nasci assim, eu cresci assim, eu sou mesmo assim, vou ser sempre assim...” Deal with that, my friend! Desses olhinhos sempre cairão lágrimas por qualquer motivo aparentemente besta. Costumo dizer que não tenho culpa de fazer drama, meus canais lacrimais vieram com defeito. Eles só respondem a si mesmos, não a mim.

Um ponto muito importante de ser dramático é que qualquer coisinha que sai fora do roteiro nos descabela. Se você assiste Friends, vai entender quando eu disser que nesse ponto me identifico com a Monica (Courtney Cox). Se acho que a pessoa está chateada comigo, mesmo por algo bobo, fico sem paz, quero fazer de tudo para que ela me ame loucamente de novo. E sei que a Carol Daixum me entende, já que ela é igualzinha e nossos papos sempre tem um “Você está chateada comigo? Desculpa”. Bom que as duas loucas se completam.

Claro que eu preferia não me deixar ser atingida por quase tudo nesse mundo, mas o que posso fazer? Sou basicamente feita de manteiga, derreto fácil fácinho. Então o que me resta é abraçar esse meu lado dramático e ser feliz assim. Lady Gaga já dizia em Born This Way, “just love yourself and you’re set” (Apenas ame você mesmo e você está pronto). Estou me amando, estou me amando!

Ser dramático não é uma escolha. Você é. A drama queen pode até tentar mudar isso, mas é basicamente impossível. Traços de personalidades não são mutáveis, atitudes sim. Então você pode até ter aprendido a segurar o choro, não reclamar em voz alta ou dar chilique. Por fora pode até ser uma pessoa ponderada, mas com certeza por dentro você estará se remoendo. Eu sei do que estou falando, já tentei.

***

Lembrando que o Projeto Drama Queen é uma parceria entre o blog Pequena Jornalista e o Casos Acasos e Livros. Achou que nós somos exageradas demais? Relaxa, é de propósito, aí que está a graça! Quem quiser ler os textos anteriores, é só procurar na caixa de busca ao lado. Quer participar dessa coluna? Mande um e-mail para casosacasoselivros@gmail.com. Quer ver um tema que te faz ter dramas? Dê sugestões.

Em breve teremos novidades, fique de olho!

Beijos,

Teca Machado

25 comentários:

  1. Teca!! Vc e a Carol são puro amor!!

    Eu estou aqui, imaginando como estão sendo os preparativos para o casamento. Pq eu não me considero uma Drama Queen (Sei lá, sou só uns 60%, não é muito, né?) Mas eu quase tive um treco antes de casar, sério! QUase sai na mão com a noiva que casava antes de mim na igreja, acho que só não sai na mão pq nosso contato era apenas por telefone! Agora, imagino você com seus dramas, sendo noiva e tendo que aguentar a descrença dos outros na sua dramaticidade! Segura essa coroa!!! rsrsrs

    Teca, adoro esse projeto de vocês!

    Bjinhos
    JuJu
    As Besteiras Que Me Contam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jujuuuu, que bom que gosta!
      A gente dá pulinhos de felicidade de ler isso, hehe.

      Olha, por mais incrível que pareça, sou a noiva mais calma do mundo.
      Sério, meu noivo até perguntou porque eu estou tão calma, hahaha.
      Estou um poço de calmaria :P
      Quem diria, né?

      Beijoooos

      Excluir
  2. Oi, meu eu também me identifico demais com a Monica, me chamam até de neurótica as vezes. Amei o projeto hein.
    Beijão

    www.estranhanoparaiso.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha.
      Que bom que gostou!
      Tamo junto, Li!

      Beijooos

      Excluir
  3. Não sou dramática, eu acho, mas eu choro a toa, então posso dizer que me identifiquei com algumas frases desse post.. haha
    Eu adoro esse projeto. Ele sempre me coloca um sorriso no rosto! ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha.
      Mone, era essa a nossa intenção., então ficamos muito felizes.
      :D

      Beijoooos

      Excluir
  4. rsrsrs O post me fez lembrar minha irmã. Ela é extremamente dramática e sensível, já eu a sincera e franca da história, daí já viu no que dá,né :) Beijão
    www.dicamineira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daiane, todos temos um dramático em nossas vidas. Às vezes somos nós mesmos, meu caso, hahaha.

      Beijooos

      Excluir
  5. hahaha adorei o post, eu sofro mt desse drama de ser dramatica...

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lívia, que bom que se identificou!
      O drama de ser dramático é complicado, hahaha.

      Beijooos

      Excluir
  6. Oie Teca =)

    Eu tenho um pouco disso de não sossegar enquanto não souber se a pessoa está ou não chateada comigo rs... Mas como sou muito objetiva se percebo que a pessoa não fala eu chego e pergunto se tem algum problema rs...

    Adorei o post!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas, Ariane.
      Eu pergunto, mas não sossego enquanto não souber que está tudo bem, haha.

      Beijoooos

      Excluir
  7. A gente não está dramática, nem fica dramática, a gente é haha
    O pior que chega a ser engraçado em algumas situações
    Ás vezes paro e começo a rir
    www.iamcamilakellen.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É personalidade, fazer o que, né?
      :P
      Eu também rio muito, haha.

      Beijoooos

      Excluir
  8. Hahahahahahahaha canais lacrimais vieram com defeito, adorei! E ok, ser dramático não é uma escolha, mas também tem gente que exagera e daí é difícil aturar kkk

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Cidades de Papel", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiiiiiim, quando exagera aí não dá.
      Aqui a gente exagera só nos textos mesmo, hahaha.
      :P

      Beijoooos

      Excluir
  9. Imagina fazer drama? euuuuu??? Sei bem como é isso.
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  10. Eu sou muuuuito dramática! Agora mesmo to de chororô por causa dos correios que erraram a rota do envio do meu celular, que era pra ter chegado a semana passada. Pensa numa pessoa que as pessoas não aguentam mais ouvir a voz dizendo "tiraram meu filho de mim" uehueheueu
    Rindo mais falando sério!
    Adorei o blog, seguindo por aqui!
    Bjs da Le
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. P.S. gente, tu que é a autora do I♥NY? Super bem resenhado pela maioria dos blogueiros?!
      Que tri!
      Favoritando já o blog!

      Excluir
    2. Oi, Letícia!
      Então, TAMO JUNTO! Chega mais nesse mundo de dramáticas, hehe.

      Siiiiiiim, sou a própria.
      I Love New York é o meu filhinho.
      :D

      Beijooos

      Excluir
  11. Também sou dessas que fica suuuper preocupada que a pessoa tá triste comigo. Beeem a Mônica preocupada com a mãe da Rachel no chá de bebê.
    Acho que o drama faz parte da vida! hahah

    Beijo,
    http://www.pitadadecultura.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahaaaam, pensei exatamente nesse episódio quando escrevi, Gabi!
      Somos duas, então.

      Beijooos

      Excluir
  12. oie Teca
    sou uma dramática irrevogável. Engraçado que quando criança, não apresentava sintomas de drama, mas na adolescência ela veio com força total. Hoje em dia eu exagero um pouco no drama, mas o que posso fazer? hahahahah amo esses posts
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jacque, então somos duas!
      Eu "aflorei" só mais velha na dramaticidade, hahaha.
      A gente exagera às vezes, mas é mais forte do que nós, né?

      Beijooos

      Excluir