quinta-feira, 5 de março de 2015

O drama de ter gostos adolescentes aos 27 anos – Projeto Drama Queen #20



- Mas quantos anos você tem?
- 27.
- E isso não é para adolescentes?
- É, mas e daí?
- E daí que você não é uma adolescente mais.
- Quem te disse que não?
- A sua idade.
- Pois eu vi uma matéria esses dias que dizia que a adolescência vai até os 25 anos. Passei só um pouco.
- Não me convenceu. Você não é adolescente.
- A minha mente é.
- E você teria coragem de ir num show deles?
- Claro. E por que não teria?
- Porque você seria a única pessoa adulta que não foi para levar os filhos.
- E daí?
- Você não tem vergonha?
- Nenhum pouco. Ainda mais porque se eu for ao show, vou enxergar o palco todo sendo mais alta dos que as meninas de 14 anos.
- Por que você não escuta músicas feitas para a sua idade?
- E existe isso?
- Claro! Sertanejo universitário, por exemplo. Muito mais maduro.
- Prefiro ouvir músicas bonitinhas, doces e românticas para adolescentes do que sertanejo sem letra.
- Mas sertanejo é romântico também.
- Aham. Só que não, né? Todas as músicas envolvem só três temas: Fui traído, quero te pegar e vou me afogar de tanto beber.
- Melhor do que os seus One Direction, Taylor Swift e Glee da vida.
- Não concordo.
- Ok, e quando você vai começar a ler livros de adultos?
- Eu já leio livros de adultos.
- É, mas também lê a série Percy Jackson, os livros da Meg Cabot, Harry Potter, fantasia e comédias românticas açucaradas.
- E qual é o problema?
- Isso não é para você.
- Quem disse?
- A sua idade.
- Idade é algo relativo. Minha mente se recusa a ter quase 30.
- Você nunca vai crescer...
- Já cresci, mas meus gostos continuam adolescentes. Qual o problema?
- Cadê a sua maturidade?
- Está onde eu preciso ter maturidade, não no meu gosto por livros, filmes e música. Eu gostar disso te atrapalha? Te faz mal? Te machuca?
- Não...
- Então me deixa, oras.

*** 

Esse tipo de conversa acontece comigo direto, só porque eu tenho gostos extremamente adolescentes. Não tenho vergonha de assumir e nem me incomodo. Nesse caso, as pessoas é que fazem drama para cima de mim. Raro isso acontecer, né?

O Projeto Drama Queen é uma parceria lindona entre o Casos Acasos e Livros e o Pequena Jornalista. Analisamos os dramas do dia a dia com muito bom humor e exagero. Quer contar para nós a sua história? Envie um e-mail para casosacasoselivros@gmail.com.

Teca Machado

18 comentários:

  1. hahahaha eu tenho passado por isso e tenho quase 29, DRAMA!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Oi teca

    Você é muito, muito paciente. Eu jamais teria uma conversa dessa com alguém, daria logo um chega para lá na pessoa e mandaria cuidar da vida dela. Desde quando idade define o que você deve ler, assistir ou ouvir? Ainda bem que ninguém nunca veio para cima de mim com essas coisas! kkkkkkk

    Beijos
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idade não define nada disso, né?
      Que bom que você me entende, haha.

      Beijoooos

      Excluir
  3. Minha nossa, me falam muito isso.. eu nem ligo e às vezes, perco a paciência com certas pessoas, mas é raro. Na verdade, nem ligo.

    Mil beijos,
    http://blogdmulheres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não sou de lugar muito, não.
      Mas irrita, né?
      Hehe.

      Beijooos

      Excluir
  4. Oi Teca!
    Morri de rir dos três temas das músicas: "Fui traído, quero te pegar e vou me afogar de tanto beber" hahaha.
    Olha..eu não posso dizer que me identifico com a sua situação (embora ocasionalmente também gosto de algumas coisas mais jovens, tipo John Green e Harry Potter), mas acho bobagem essa implicância por causa da idade.
    Peraí, eu disse que não me identifico? Acabo de perceber que comigo acontece a situação oposta. Adoro filmes antigo (P&B mesmo), Elvis Presley e algumas coisas assim e me dizem que tiro do fundo do baú. Qual o problema? Rsrs
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari, com música eu também sofro ao contrário.
      Porque além das adolescentes estilo One Direction, AMO Frank Sinatra, Elvis e outros.
      O bullying vale para os dois lados, hahaha.
      E vai me dizer que sertanejo não é bem isso mesmo com esses temas?
      :P

      Beijooos

      Excluir
  5. Eu acho que serei uma eterna criança com meus desenhos/filmes animados e coisas do tipo.. haha
    E você é muito paciente.. eu já teria mandado a pessoa ir pastar.
    Tem gente que adora cuidar da vida alheia.. como se filme, livro, música e coisas do tipo que determinassem a maturidade de alguém... preguiça de gente velha na mente...
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ene me apego a essas falas haha. Tenho 25 anos, mas continuo gostando de livros e músicas para adolescentes.

    http://mundo-restrito.blogspot.com.br
    Twitter: @rs_juliete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E qual é o problema, né?
      Isso não nos diminui.
      :)

      Beijooos

      Excluir
  7. Awesome post! Nice photo! :)

    http://whalespa.net

    ResponderExcluir
  8. Oi Teca,
    Amei o post. E, é bem assim mesmo. Ri muito.
    Por enquanto isso é normal para mim, mas a gente sofre mesmo por conta da idade.
    Beijos,
    www.blogdavivinh.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!
      Sofro, mas não estou nem aí, haha.

      Beijooos

      Excluir
  9. MAS OLHA! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHA vem cá, me abraça. Eu também sofro desse mal (com a diferença que tenho 22 anos).

    Me recuso a crescer. E se me encherem o saco, cresço menos ainda u.u ³ajeita a coroa*

    beeeeeeeeeeijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me abraça, Hellz!
      Hahahaha.
      Eu também me recuso, mas não estou nem aí. Acho que isso nunca vai acontecer.

      Beijooos

      Excluir
  10. hahaha.. Nice concept :-) DOnt tell the queen!

    ResponderExcluir