quinta-feira, 21 de julho de 2016

O que eu aprendi com a personagem literária mais dramática da vida - Projeto Drama Queen 87! ♥ - Por Carol Daixum


Algumas semanas atrás embarquei em uma história literária com uma das personagens mais dramáticas que já vi. Aliás, toda drama queen deveria ler e abraçar mentalmente a Tetê, protagonista do livro "Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática", da autora Thalita Rebouças. Você não está sozinha, Tetê!! AJEITA A COROA E SE JOGA NO DRAMA! Daí, para o PDQ da semana resolvi listar cinco coisas que me chamaram atenção na leitura (e que eu concordo totalmente) e que eu aprendi (ou só comprovei mais ainda). Bom post para vocês! ;-) 


1. People... NINGUÉM ama a gente, mas a gente AMA GERAL. ATÉ UMA POBRE DE UMA FORMIGA! Isso que é uma drama queen com bom coração. Arrasou, Tetê! Mil ♥♥♥♥♥ para você (e para as formiguinhas)! 

2. No fundo, todo mundo se sente um pouco excluído, mal-amado e tem os seus dramas. E isso não tem nada a ver com a idade, gente. TODO MUNDO. Escutem bem: T-O-D-O M-U-N-D-O TEM SEU MOMENTO DRAMA QUEEN. Confessa, gente. Tem problema não. E abraça aqui! =DD

3. Ir ao psiquiatra e/ou terapeuta não quer dizer que você é maluca, não, viu? Pelo contrário! Quando precisamos de ajuda, loucura é não procurar um especialista por medo do que os outros vão pensar! E não falo só pela Tetê não. ;-) TODO MUNDO PRECISA DE UM ROMILDÃO NA VIDA! (esse item foi o menos dramático da vida, mas achei válido acrescentar ;p) ♥♥♥

4. Outro draminha muito frequente na vida de uma dramática de plantão: tagarelar quando não pode. Por exemplo, chamar o amor da sua vida de lindo, assim, na lata, na frente dele e de todo mundo que não pode (inclusive da “vaca-mór”, se é que você me entende, cara leitora). Aí você tenta consertar e... Tagarela mais ainda. Senta e chora, miga sua louca! Têm certas palavras que é melhor guardar para o seu "eu" interior. 

5. Não existe drama pior do que mudar de bairro, de colégio e não ter amigos. MAS QUANDO VOCÊ ESCUTA QUE ALGUÉM MENCIONOU A PALAVRA AMIGO E VOCÊ NA MESMA FRASE (No sentindo bom)... Seu coraçãozinho fica tão feliz, que as lágrimas saem e você dá pulinhos de alegria! O lado drama queen nessa hora aflora mais ainda. Ainda bem que no sentindo bom da coisa. Não entendeu? Eu explico: drama queen que é drama queen é drama queen até na hora de ficar feliz! Tetê sabe disso e a gente também! ♥♥♥♥♥


****

É isso, gente! Amei esse livro e mega recomendo! Principalmente para quem ama ler histórias dramáticas e divertidas. Aliás, se alguém quiser acrescentar mais lições dessa história literária, fique à vontade. Ah! De outros livros com a mesma proposta também.  

Vale lembrar que o Projeto Drama Queen é uma parceria entre o Pequena Jornalista e o blog Casos, Acasos e Livros. Toda quinta, escrevemos com todo amor um textinho com draminhas diários, da vida ou de livros. Quer contribuir com esse nosso lindo projeto? Escreve para a gente: projetodramaqueen@gmail.com

Beijocas, 
Carol. 

5 comentários:

  1. ih menina, eu vou a terapeuta e psiquiatra ha anos pra lidar com as pessoas mais malucas do que eu rsrsrs, sou bem drama queen tbm

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogotofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No fundo todo mundo é meio maluco e isso é ótimo, hahaha.

      Beijooos

      Excluir
  2. Esse livro está sendo muito bem comentado mesmo. Tenho até curiosidade de conhecê-lo! Mas no momento estou controlando gastos com livros novos! Hahahaha

    Bjs

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, mas depois desse post tenho certeza que preciso ler ele! rs
    Adorei o post!
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir