quarta-feira, 5 de abril de 2017

13 motivos para assistir 13 Reasons Why


Desde sexta-feira o grande assunto das redes sociais é: 13 Reasons Why.

A série, produzida por Selena Gomez e pela Netflix, é baseada no livro homônimo – Os Treze Porquês, no português - de Jay Asher e fala sobre temas difíceis, como suicídio, bullying, depressão, adolescência, amizade, abuso e muito mais. 


O enredo gira em torno de Hannah Baker (Katherine Langford), uma adolescente que cometeu suicídio, mas antes enviou fitas contando a sua história e os treze motivos que a levaram fazer o que fez. Cada porquê é uma pessoa que de alguma maneira a fez mal. E quem recebe as fitas é Clay Jensen (Dylan Minnette), um rapaz considerado esquisito e que de certa forma era amigo de Hannah. Agora cabe a ele escutar e descobrir porque é uma das razões da morte de Hannah e o que todos os outros fizeram.

Não, não é uma série fácil de assistir. Dá nó na garganta, aperto no coração, angústia. Mas todos deveriam ver. Por que? Te dou treze motivos:

1- Tema



Suicídio, depressão, bullying e outros assuntos são presentes na vida dos adolescentes, mas nem todo mundo fala sobre isso. 13 Reasons Why conversa com o espectador de forma real, dura, séria, delicada, mas nunca cruel ou caricata. 


2- Reflexão


A série nos faz pensar. Faz muito. Seja tentando lembrar se formos um porquê para alguém, seja se alguém é um porquê nosso. Mais do que entreter – muito mais! – 13 Reason Why é uma conversa franca sobre temas complexos e quase tabus.


3- Relacionamentos


13 Reasons Why é, fundamentalmente, sobre relacionamentos. Não só os bons, muito pelo contrário, principalmente os ruins. Tem de amizade, de amor, entre pais e filhos, entre escola e alunos, entre professores e alunos e mais.


4- Elenco


Os atores foram muito bem escolhidos e encaixaram perfeitamente nos papeis, principalmente os protagonistas Hannah e Clay. Katherine Langford deu o tom frágil e angustiado, tentando ser forte, que a personagem pedia e Dylan Minnette é claramente Clay. Algo muito interessante foi escolherem atores realmente jovens, não adultos de 30 anos interpretando colegiais.


5- Trilha sonora


Toda série é permeada por músicas incríveis que são quase personagens da história. Se você prestar atenção, elas realmente passam as emoções que o enredo deseja proporcionar.


6- Edição


13 Reason Why tem uma edição impecável. Temos o presente, quando Clay ouve as fitas, temos o passado, quando Hannah conta o que aconteceu, e temos as linhas do tempo intermediárias que complementam a história e que não são exatamente explícitas. E mesmo com tantos “tempos”, o espectador não se perde.


7- Fotografia


Além de ter uma fotografia muito bonita, ela também foi pensada nos “presentes e passados” da série. Quando estamos no presente as cores são mais sóbrias, lembrando  o estado de espírito de todos após o suicídio de Hannah. No passado tudo ganha um ar mais vintage e colorido, quase como um filtro do instagram.


8- Fitas


Não, o livro não é antigo a ponto de as pessoas ainda usarem fitas. A obra de Jay Asher é de 2007. O uso das fitas é proposital, um contraste com a internet atual. É quase uma afronta aos meios tecnológicos atuais, já que um dos temas tratados é o cyberbullying e como a internet e a divulgação de informações e imagens pode mexer com a reputação das pessoas.

9- Suspense


Dizer que Hannah cometeu suicídio não é spoiler. Isso é explicado no primeiro minuto do primeiro episódio. O suspense de 13 Reasons Why gira em torno de Clay ir descobrindo o que cada um fez, inclusive ele mesmo. Fora que muitas vezes é falado que se as pessoas não obedecerem o que as fitas mandam fazer, algo muito mais sério irá acontecer.


10- #NãoSejaUmPorquê


As mídias sociais explodiram em falar sobre a série e o tema começou a ser muito discutido. A hashtag #NãoSejaUmPorquê subiu, principalmente no Twitter, virando um dos trending topics. Nela as pessoas estão abrindo seu coração, contando histórias sobre depressão, bullying, ansiedade e abusos e pedem para que os outros sejam mais gentis, que não sejam um motivo de alguém se suicidar.


11- Selena Gomez


A produção é da cantora e atriz, que fez um ótimo trabalho. E esse é um projeto que realmente toca o seu coração, já que Selena algumas vezes teve que se afastar da carreira por uns tempos para tratar de problemas comentados na série, como depressão.


12- Direção


Não são “pequenos” os nomes dos diretores. Nessa primeira temporada cinco foram os que trabalharam, inclusive Tom McCarthy, que ganhou o Oscar em 2015 por Spotlight, e Carl Franklin, de House of Cards e Homeland.


13- Netflix


Precisa falar algo mais? O serviço de streaming já tem na sua bagagem a produção de inúmeras séries maravilhosas e 13 Reason Why é só mais uma prova da força desse serviço que todos nós amamos.


Infelizmente, eu ainda não consegui terminar de assistir os 13 episódios porque essa semana anda super corrida. Assim como Clay escuta as fitas devagar, eu assisto devagar.



Preciso dizer que eu recomendo muito?

Teca Machado

14 comentários:

  1. Oi Teca, sua linda, tudo bem?
    Vim conhecer o seu blog. Eu já ouvi falar muito desse livro, mas ainda não tive a oportunidade de ler. E agora fui surpreendida porque não sabia que ele foi adaptado para uma série. Nossa, os temas retratos são muito importantes e atuais, e pela sua crítica estreou com tudo. Dica mais do que anotada.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bacana, apesar de pesado.
      Você vai gostar.

      Beijooos

      Excluir
  2. Ótimo post!Bj e fk c Deus
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus, essa série... Fiquei se palavras ao finalizá-la. Sentimos toda a mesma negação e ânsia por justiça que o Clay, fora toda a reflexão que a história traz. Eu li o livro há um bom tempo, mas certamente não me impactou tanto quanto a série. Todos envolvidos na série estão de parabéns! Tudo muito crível e real. O último episódio, então.. Extremamente pesado, mas necessário para que aprendamos a não sermos um porquê

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tensa, né?
      Nosso peito fica apertado por eles.
      Acho que na série a morte dela fica mais palpável, né?

      Beijooos

      Excluir
  4. Eu tô precisada dessa série, mas quero ler o livro antes de assistir. Não tô sabendo lidar, sério!!! E não sabia dessa da Selena Gomez

    www.papuff.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu queria ler antes, mas não resisti e assisti logo, hahaha.

      Beijooos

      Excluir
  5. Oi, Teca!
    Concordo com todos os 13 motivos. Ainda bem que essa modinha do bem pegou porque é um baita tapa na cara o que a série mostra.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente!
      Essa é uma modinha do bem.
      :D

      Beijooos

      Excluir
  6. Uau, depois de ler seus treze motivos pensei '' porque ainda não assisti essa série?'', hahaa. Deve ser excelente! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assistaaaa
      É muito boa!
      Uma sacudida que a gente precisa.

      Beijooos

      Excluir
  7. Oi, Teca!!
    Tudo bem?

    Eu confesso que ainda não vi essa série e tenho vontade de assistir, mas não concordo que todo mundo deve ver também.
    Há um motivo para a imprensa ser proibida de publicar notícias divulgando suicídios, pois sempre há um aumento no número de casos similares.
    Acredito que essa série, na qual uma menina se suicida, é um grande gatilho para quem está com algum desequilíbrio emocional.

    E o pior dessa história - que não vi, mas já não gosto - é a ideia de culpar pessoas pelo suicídio. Todos são vítimas na história, aliás, os psicólogos chamam os amigos e familiares de um suicida de "sobreviventes".

    Acho sim que os temas de bullying, abuso e depressão devem ser discutidos em todas as esferas e tratados de forma preventiva.
    Mas pelo que senti, a história chega a um ponto de alta divulgação do suicídio e dá a entender que pedir ajuda não leva a nada, quando é a única coisa que pode ajudar alguém que está nessa situação mental desequilibrada.

    E, por mais triste que pareça, os números de suicídios no Brasil só crescem. É algo que realmente precisa de uma campanha preventiva de todos os lados.

    Enfim, acho que é um tema complicado e que as pessoas devem tomar muito cuidado ao assistir. Principalmente as que não estão muito bem. A própria Bianca Briones (que sofre de depressão há algum tempo) não conseguiu continuar assistindo porque a série acionava o gatilho dela.

    Enfim, é uma questão complicada e depois que assistir a série poderei comentar melhor. Rsrsrs

    Bjs!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Muito foi dito mesmo que quem está com depressão ou sofre problemas deve ter muita cautela. Mas as discussões da série são muito válidas, são muito doídas, sabe?
      Espero que você tenha assistido, porque agora quero saber a sua opinião.
      :)

      Beijoos

      Excluir