sexta-feira, 14 de abril de 2017

O Sol Também É Uma Estrela – Ciência, acaso, universo e amor


Sabe aquele livro que deixa o seu coração quentinho? Assim é O Sol Também É Uma Estrela, de Nicola Yoon, publicado pela Editora Arqueiro e recebido em parceria pelo blog. É uma história clichê e diferente ao mesmo tempo, por mais paradoxal que isso soe. E foi uma delícia passar pelas páginas da escrita poética e lírica dessa autora que está cada vez mais conhecida ao redor do mundo (para quem não sabe, o seu primeiro livro, Tudo e Todas As Coisas, foi adaptado para o cinema e em poucos meses vai ser lançado).

Recebido em parceria com a Editora Arqueiro

O Sol Também É Uma Estrela é uma comédia romântica, é um Young Adult, é um Romeu e Julieta dos tempos modernos, mas sem ser tão trágico. O livro conta a história de Natasha, Daniel e do Universo em si. 

Natasha é uma imigrante ilegal da Jamaica nos EUA prestes a ser deportada. Ela é extremamente prática, acredita só na ciência, não na religião, no destino ou nos acasos. Para ela tudo acontece por consequência a algo que ela fez ou que alguém fez. O mundo não é um simples caos, é um apanhado de ação e reação. Já Daniel, filho de imigrantes coreanos, é o oposto. Ele é um poeta, tem a alma romântica e o coração cheio de amor para dar. Acredita que o amor é o que “cola” tudo no universo. Até que num dia fatídico para ambos os jovens, o acaso (ou as ações e reações do universo, você escolhe no que acreditar) faz com que os dois se encontrem e passem um dia pelas ruas de NY, cada um tentando resolver seu problema e tentando fazer uma relação nascer dali.

Nicola Yoon
Um dos maiores acertos de Nicola Yoon foi escrever os capítulos em primeira pessoa alternando Natasha e Daniel. Mas também há capítulos em terceira pessoa sobre personagens secundários e fatos “aleatórios” que fazem sentido para a história – ou não, apenas a título de curiosidade. Sentia que cada capítulo “avulso” que não tratava de Natasha ou Daniel era quase uma aspas no meio da história que nos ajudava a aprofundar nesse universo criado pela autora.

Natasha é totalmente badass, uma excelente protagonista que devia servir de exemplo para as garotas do mundo e Daniel é de uma sensibilidade e abertura que devia servir de exemplo para os meninos do mundo. Só achei que o “amor eterno e profundo” que eles sentem aconteceu muito rápido, num espaço de horas. Mas, quando você é adolescente e está a beira de um colapso, tudo parece mais trágico e intenso do que é. 

Natasha e Daniel foram muitíssimo bem construídos e apesar de terem apenas 17 anos passaram maturidade em muitos momentos (e em outros não). E mesmo os personagens secundários, que não necessariamente interagiram muito com eles, mas tiveram suas histórias contadas (caso da segurança Irene), foram imprescindíveis para o caminhar da história e para o desenvolvimento deles.

O livro não é apenas sobre o romance entre os dois, mas sobre preconceito, imigração, arrependimento, relações familiares, depressão, sonhos perdidos, lutar pelo que se quer, cultura, amores inter-raciais e muito mais. Foi um livro muito rico e uma leitura que me prendeu bastante. 

E o que dizer dessa capa simplesmente maravilinda? Ela foi feita a mão pela designer australiana Dominique Falla usando pregos e linhas coloridas. Veja como foi produzida aqui:



A explicação sobre o título do livro é tão linda que até grifei meu livro. Mas não vou contar para vocês, é segredo. Vão ter que ler para descobrir!

No início de cada capítulo há uma ilustração que remete a cada um dos personagens. E a Editora Arqueiro enviou uma cartela de tatuagens com várias delas. E uma almofadinha com um dos quotes do livro. Amei ou amei? <3


Colei minha tatuagem torta, hahaha

Recomendo muito.

Teca Machado

10 comentários:

  1. Oi, Teca!
    Todo mundo está amando esse livro e esse é meu medo. Me decepcionei com o outro livro da autora e agora estou com um pé atrás com esse.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção #Sorteio1KSeguidores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza!
      Sério? Que pena!
      Mas não vai se decepcionar: esse é lindão!

      Beijooos

      Excluir
  2. Oi Teca!
    Eu li o livro e também gostei! Concordo com você que o romance aconteceu rápido demais.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sora!
      Aconteceu rápido, mas adolescentes são intensos, então a gente releva.
      :P

      Beijooos

      Excluir
  3. Olá, Teca! Bela resenha, a capa desse livro é maravilhosa. Aliás, arqueiro arrebenta em seus livros. Abraços!

    www.marcasliterarias.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciano!
      Esse é uma das capas mais lindas que vi nos últimos tempos!

      Beijooos

      Excluir
  4. Oi, Teca!
    Vi várias divulgações sobre esse livro, mas essa é a primeira resenha.
    Só pela capa eu já compraria. Agora que eu sei que o livro é uma graça, estou com mais vontade ainda de comprar.
    Sinto que eu seria o Daniel da relação, kkkkkk.

    Beijos, Meg's Army

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Meg!
      É uma graça o livro mesmo!
      Leiaaaaaaaa, você vai adorar!

      Beijooos

      Excluir
  5. Oi, Teca!!

    Todo mundo que lê, ama essa mulher. Por isso estou super curiosa para checar esse romance. <3
    Já está na minha pilha de futuras leituras e espero colocar em dia em breve.

    Bjs!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Sim, todo mundo fala o mesmo sobre ela.
      E agora eu descobri porquê.
      :D

      Beijooos

      Excluir