segunda-feira, 29 de setembro de 2014

"Retorno 201": um livro e 186 coautores!


Lá no blog do Meg’s Army Book Club tem muito post legal que eu e mais seis leitoras compulsivas escrevemos todos os dias da semana sem falta. Um da semana passada que eu adorei e achei que tinha a cara do Casos Acasos e Livros foi o da Emily Antonetti, que passou por aqui há um tempo com o texto Conversas Imcompletas.

"Retorno 201": um livro e 186 coautores!

Um bom livro é fruto de diversos fatores, entre eles está a interação de quem conta uma história e aquele que a consome. Supondo que cada leitor interpreta um livro de forma diferente, as pessoas acabam criando sua própria história em paralelo àquela que está sendo contada. Eles se tornam, de certa forma, simbólicos coautores de cada obra que leem. Uma editora romena quis provar essa teoria propondo algo novo ao seu público: assinarem uma página misteriosa de um livro que estavam prestes a lançar. 

A Editura Vellant convocou seus voluntários por meio do facebook para participarem dessa empreitada. Em pouco tempo, 186 pessoas - entre leitores, amigos e formadores de opinião - receberam uma página do livro online sem qualquer tipo de informação sobre o autor ou a condução narrativa da obra. Cada participante foi convidado a personalizar a página recebida à vontade, libertando a imaginação. Estava valendo tudo: desenhar, corrigir, comentar, questionar ou, até mesmo, deixar uma mancha de café. A primeira página (p. 75) retornou à editora em um prazo surpreendentemente rápido, em menos de 24 horas após a apresentação do projeto ao público.

(Imagem/Reprodução: Editura Vellant - "Retorno 201", Guillermo Arriaga)

(Imagem/Reprodução: Editura Vellant - "Retorno 201", Guillermo Arriaga)

Após esse processo, a Vellant reuniu as páginas que retornaram por e-mail e preparou uma surpresa: uma edição especial - e limitada - do tão ilustrado livro. Logo, as duas versões da obra foram lançadas (a "original" e a "colaborativa") em uma festa conjunta reunindo seus 186 coautores. Nela, os participantes descobriram o resultado de todo mistério: o livro de contos "Retorno 201", do prestigiado autor mexicano Guillermo Arriaga e seus cúmplices. A revelação mostrou que, até mesmo, o próprio Arriaga participou do projeto - esboçando, em uma das páginas, os contornos da rua Retorno 201 e as casas habitadas pelos personagens de sua narrativa. 

(Imagem/Reprodução: Editura Vellant - "Retorno 201", Guillermo Arriaga)

Um contador de histórias consagrado, Guillermo Arriaga segue a cartilha de que a obrigação de um escritor é descobrir o significado da morte para celebrar a vida. As 14 histórias que compõe o volume de "Retorno 201" retornam obsessões literárias presentes em seus romances: "Esquadrão Guilhotina", "Um Doce Aroma de Morte" e "O Búfalo da Noite". Um universo sem enfeites e que apresenta a indiferença, a violência, a promiscuidade, a falta de respeito e o absurdo de maneira crua. Por vezes, despertando nos leitores uma espécie de compaixão pela humanidade devastada retratada em seus roteiros e livros. Vale destacar que Arriaga é o responsável pelos roteiros de filmes como "Amores Perros", "21 Gramas" e "Babel", sob direção do cineasta mexicano Alejandro González Iñarritu.

"Retorno 201" faz parte do projeto "O CARTE ÎNSEMNATĂ" ("Um Livro Significativo"). A obra colaborativa é um labirinto de emoções que ultrapassam as mensagens do enredo ao inserir meta-informações de dezenas de histórias pessoais. É livro que vem da vida. Seja ao evocar o "Retorno 201", a rua homônima localizada num caótico bairro isolado na Cidade do México, ou seja ao expor traços da personalidade de quem o percorreu munido de caneta em mãos. No Brasil, a edição "original" está disponível no mercado, em português, pela Gryphus Editora.    

Gostou da ideia? Confira mais imagens da versão colaborativa de "Retorno 201" clicando aqui.

Emily Antonetti

Legal, né?

Emily, obrigada por me “emprestar” seu texto de novo, hehe.

Teca Machado

2 comentários:

  1. Sou super a favor desse tipo de experimento aqui no Brasil! <3
    Mas, enquanto isso vamos aproveitando pra contar sobre os que acontecem pelo mundo literário afora - e Guillermo Arriaga merece esse livro lindão!

    Beijo, beijo. E pode emprestar sempre que quiser, Teca!
    http://megsarmybookclub.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir