quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Encontrada – À Espera do Felizes para Sempre: Continuação de Perdida


Como eu disse há pouco tempo, meu coração tem um novo dono e o nome dele é Ian Clarke, do livro Perdida (Comentei aqui), da autora brasileira Carina Rissi. Agora que li Encontrada – À Espera do Felizes para Sempre, a continuação, fiquei ainda mais loucamente apaixonada por ele (Me desculpa, Caio, mas é a verdade). Carina nos tinha entregado um livro sensacional com Perdida e agora deu uma sequência igualmente maravilhosa, que peguei em parceria com a Livraria Janina. Nem sei de qual dos dois eu gosto mais.



A partir de agora, spoilers do primeiro livro. Se não leu, não continue, por favor.

Depois de ter conseguido ficar permanentemente em 1830 ao lado de Ian, seu verdadeiro amor que estava num tempo diferente do seu por um erro de percurso, Sofia tem certeza que agora vai ser feliz para sempre, simples assim. Mas ela não tem ideia de como é difícil se adaptar a um século diferente do seu em costumes e tecnologia, por isso cada vez mais se mete em apuros e diz coisas absurdas para a sociedade da época, como falar palavrões e a insistência de construir um banheiro com privada, algo que nem existia ainda.

Prestes a se casar com Ian, a falta de diálogo entre eles, algumas mentiras (Ou fatos omitidos, como Sofia prefere pensar) e uma tia Cassandra mais do que chata e intrometida, podem fazer com que o tão esperado feliz para sempre de Sofia esteja longe, ou mesmo impossível. E a culpa de quase tudo é dela mesma. Amor verdadeiro nem sempre é o suficiente para que atritos e brigas não aconteçam.

Carina Rissi
Sofia continua bem carpe diem, divertida, impulsiva e espontânea. Fatos que fizeram Ian se apaixonar logo de cara, assim como o leitor. Tudo bem que ela é uma mula de teimosa, nos fazendo ter vontade de sacudi-la e gritar “Vai logo contar tudo para o Ian, senão eu vou!”. E é ela quem nos proporciona os momentos mais engraçados da história. Ian continua Ian, mas numa versão melhorada e muito mais apaixonante (Pausa para suspiros por ele). Extremamente apaixonado, querendo dar o mundo a Sofia, não muito recatado e muito educado (Além de bem rico, haha), é o sonho de toda e qualquer mulher. Se eu fosse escolher um personagem da ficção para casar, com toda certeza do universo seria ele (E olha que eu sou uma periguete literária).

Os personagens secundários são maravilhosos também. Madalena, Gomes, Elisa, Teodora, Lucas, Dr. Almeida, Padre Antônio e até mesmo a chata da tia Cassandra. Todos bem construídos, com personalidades marcantes e importantes para a história de alguma maneira.

É engraçado como Carina Rissi descreve ser sem detalhada demais e nos transporta facilmente para o século XIX. Conhecemos alguns costumes da época, como a maneira que as mulheres encontravam para não engravidar (O que deve ter resultado em milhares de bebês), as peças de roupas absurdas, os bailes e festas e muito mais. E, como da outra vez, a autora deixa de fora a escravidão, como se ela nunca tivesse acontecido.

Com um final extremamente sensacional, mágico e que ninguém espera, Encontrada tem um enredo divertido, diferente e cheio de confusões (Me senti a narradora das propagandas da Sessão da Tarde usando essas palavras, haha).  Carina, você arrasa! Pode nos encher de livros e histórias maravilhosas sempre que quiser.

Recomendo um monte, um tanto, muitão.

Quer um para você? Compre aqui na Livraria Janina.

Teca Machado

Um comentário:

  1. Olá! Gostaria de usar sua foto dos livros em meu blog, em uma postagem no sábado. Darei os devidos créditos, com link para seu blog. Mas se vc não permitir, não tem problema, eu retiro. So peço que me avise, ok?

    beijoos.

    aquelaepifania.blogspot.com.br

    ResponderExcluir