sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

O dia em que o meu celular caiu dentro do vaso sanitário – Projeto Drama Queen #16


Já passei por muitos dramas nessa vida, mas um dos piores com certeza foi o que costumo chamar de “o dia em que o meu celular caiu dentro do vaso sanitário”. Aconteceu há 11 anos, mas eu lembro desse dia como se fosse ontem, tão traumatizante foi. Na época estava mais para drama princess do que drama queen, já que tinha só 15 anos, mas o escândalo foi o suficiente para que qualquer rainha ajeitasse a coroa com medo de eu roubá-la da sua cabeça.


Lá estava eu, toda serelepe e alegre no auge da adolescência, porque eu tinha um celular lindão e novo. Eles ainda eram muito caros e eu tinha ganhado o meu há pouco tempo. Antes eu e a minha irmã dividíamos um daqueles que trocavam a capinha colorida, mas agora eu tinha um só para mim. E era um modelo novo, todo diferente. Eu estava muito feliz com ele.

Um belo domingo fui com a minha família almoçar no restaurante de um shopping. Com 15 anos eu nem sempre usava bolsa, então colocava o celular no bolso. Assim que chegamos, fui ao banheiro. Apesar do celular ser imenso, esqueci que ele estava no bolso de trás da minha calça. Quando abaixei a calça, o meu aparelho foi direto para dentro do vaso.

Comecei a gritar desesperada. Sempre fui meio nojentinha com coisas sujas. Meu pai até me apelidou de Limpolfa, haha. Como que eu resgataria meu amado celular de dentro do vaso? Tudo bem que estava limpo, até com desinfetante azul, mas mesmo assim, né? Pensei seriamente em me desapegar, dar descarga para ver se ele ia embora. Até que eu percebi que como ele era bem grande, um terço dele, inclusive a sua antena (Vocês se lembram de quando celular tinha antena ainda?), estava para fora da água. Juntando toda minha coragem, puxei-o pela antena seca encostando nele o mínimo possível, abri a torneira e deixei lá de molho.

Por vários minutos o celular tomou banho e até joguei um álcool em gel que estava na pia. Se fosse para estragar, já estava estragado, então nem me preocupei se ia danificar mais com o que estava fazendo. Quando julguei que estava suficientemente limpo, sequei com papel toalha e voltei para a mesa da minha família fazendo o maior escândalo.

- Ô, mãããããããe, meu celular caiu no vasoooooooooo! – Eu estava chorosa.

Pensando que ia receber um tratamento solidário, todo mundo começou a rir de mim. Justo a Limpolfa da família teve o celular nadando no vaso. Ironias da vida.

Tentamos fazer funcionar, mas nada de o celular recobrar a vida. Meu pai ia viajar no dia seguinte e passar um mês fora. Como era muito caro, eu teria que esperar ele voltar para decidir se ia ganhar um novo. Lágrimas e mais lágrimas rolaram no rostinho adolescente desta que vos fala.

Passei os três dias seguintes com o celular desmontado suspirando infeliz. Até que eu decidi montá-lo de novo, só para ver ele inteiro mais uma vez. E não é que funcionou? O tempo que passou secando em pedaços fez com que se recuperasse!

Passei ainda uns quatro anos com aquele celular, eles não eram descartáveis e com tempo útil de vida como hoje. Mas sempre que emprestava para algum amigo e a pessoa já estava com ele na orelha e perto da boca, eu falava implicando:

- Ei, não chega muito perto. Você vai encostar em água de privada!

Depois desse episódio nunca mais deixei de verificar se tinha algo no meu bolso antes de abaixar a calça. Mesmo se eu não tenho bolso, faço isso até hoje.

O Projeto Drama Queen é uma parceria entre o Casos Acasos e Livros e o Pequena Jornalista, da Carol Daixum, com histórias e atitudes reais recheadas de muito exagero, ironia e sarcasmo. Quer ver os outros textos do projeto? Procure na caixa de busca ao lado. Quer participar do projeto? Envie um e-mail com sua história dramática para casosacasoselivros@gmail.com.

Beijos e tomem cuidado com o celular no bolso,

Teca Machado

20 comentários:

  1. hahahaha amei o projeto, já deixei meu celular cair no vaso duas vezes, mas um deles era o da minha mãe, imagina como ela não ficou nervosa comigo né?!

    beijos

    aestranhanoparaiso.blogspot.com.br
    Instagram: @aline_bianca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é da minha turma, então, hahaha.
      Mas eu só deixei uma vez. Virei gato escaldado, né?

      Beijoooos

      Excluir
  2. Gente, ri demais dessa sua história.
    Todo mundo que carrega o celular para o banheiro está sujeito a essa fatalidade, né? rs
    Nos modelos atuais, se cair na água, já era.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se um iPhone cai no vaso, já era!
      Esse meu era ninja, não quebrou por nada. Troquei porque era muito velho, não porque estragou.

      Beijooos

      Excluir
  3. Que triste isso cara... nunca deixei celular cair dentro do vaso, mas alguns já levaram cada tombo que nem sei como sobreviveram... haha
    Adorei o texto e acho esse projeto super legal! ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mone, que bom que gosta do projeto!
      Se quiser participar, me fala.
      :D

      Beijooos

      Excluir
  4. Que engraçado eu imagino seu desespero eu ia ficar tbm desesperada ainda bem que ele voltou.
    Graças a Deus até hoje nunca deixei cair o meu acho que teria um infarto hahaha
    beijão
    www.carolinafaria.com.br
    facebook.com/blogcarolinafaria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quase morri de chorar, hahaha.
      É um momento muito triste da sua vida.

      Beijoooo

      Excluir
  5. AAAAAAAH, cheguei! *ajeita a coroa e senta no trono* e cheguei em hora boa, hora do dramaaaa! HAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHA MORRI DE RIR, COMO SEMPRE.

    Principalmente porque claro que eu já passei por algo parecido. Só que, por sorte, o celular não era meu. E por azar, ele não teve mais jeito :( Era da minha mãe e morreu mesmo HAHAHAHHA Me senti tão mal que fui comprar outro com o meu próprio dinheirinho ganho de aniversário.

    A outra situação parecida foi quando eu sai da escola e decidi tomar banho de chuva. Claro, o celular tomou banho junto, porque éramos inseparáveis. Ele apagou :( eu desmontei, suspirei, chorei um pouco, dei uma secadinha com o secador *phyna* e ele ressuscitou, WEEE!

    Me sinto muito muito muito acolhida pela BisTEQUINHA e pela Carol <3, suas lindas!

    beijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hellz, você é das minhas! Tamo junto!
      Hahaha.
      Coitada de você! Passou por isso duas vezes? Pelo menos quando foi com o seu, ele ressuscitou.
      :P
      E o seu bordão super pegou: AJEITA A COROA!

      Beijooooos

      Excluir
  6. Oi, tudo bem?
    Que post legal, eu amei!
    Álcool em gel no celular? Ri muito nessa parte haha.
    A parte boa dessa história foi que o celular não pifou!
    Um caso como esse nunca aconteceu comigo (ainda bem!), mas eu também ficaria na dúvida em resgatar o aparelho ou deixar ele lá mesmo.
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu passei mesmo, hahaha.
      Fica esperta para o seu não acontecer igual.
      :P

      Beijoooos

      Excluir
  7. Olá!

    Eu já passei por isso, há mais de cinco anos, mas no meu caso meu V3 semi novo nunca voltou a funcionar... E era bem no auge do V3, um sucesso inexplicável. Ainda tenho trauma, celular no bolso só se tiver com os fones conectados!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com
    Facebook/resenhaeoutrascoisas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, gente, tadinho do seu V3!
      Eu lembro que ele era a sensação do universo quando estava no auge.

      Beijooos

      Excluir
  8. Ri muito com a tua história hahaha
    Saudades dos celulares com antena kkkkk
    Nunca passei por essa situação, mas acho que faria um drama assim se isso acontecesse comigo haha

    Beijos
    Colecionando Primaveras
    Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você não passou por isso.
      Cuidado que agora celulares não tem mais antena para a gente salvar eles por elas, haha.

      Beijooos

      Excluir
  9. Oi Teca,
    Que situação, essa eim?!?
    É por isso que nunca levo celular para o banheiro. Já sou desastrado por natureza e derrubo o celular no chao com frequencia, imagina o perigo que seria no banheiro?!? hahaha
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alê, no chão ainda vai, mas no vaso é complicado, né?
      Hahahaha.

      Beijooos

      Excluir
  10. Gente, eu já quase derrubei o meu na privada! Coloquei numa prateleira do banheiro, e nem prestei atenção que ele podia cair. E caiu mesmo!
    Eu fiquei desesperada, tentei agarrar e não consegui. Aí ele pulou pra minha outra mão e foi salvo. Meu coração bateu igual uma escolha de samba! Eu tinha acabado de ganhar meu Moto g 2 e minha mãe nunca ia me dar outro só pq fui descuidada uauahaha
    Que situação horrível uauha
    Eu não teria nojo, eu teria é medo de ele morrer. E gente, você molhou mais ainda? auhauauha que loucura! Eu não sei como continuou pegando depois. Cê tem muita sorte! Mas que bom que deu tudo certo né?
    Boa sorte na próxima uhahas
    Beijosssssssss
    Expresso de Nárnia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda do céu, você foi ninja!
      Hahahaha.
      Que bom que conseguiu salvar o seu, ainda mais um novo.
      Bom, se já tinha molhado e estragado, mal não ia fazer lavar mais, né?
      Hahaha.

      Beijooos

      Excluir