sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

A Teoria de Tudo: Mais um filme da maratona de Oscar 2015


Existem os atores, existem os bons atores e existe o Eddie Redmayne, que está numa categoria superior só dele. Já o tinha visto em Os Miseráveis (Comentei aqui) e gostado do trabalho que fez, mas nada que houvesse me saltado aos olhos. Naquela época, Anne Hathaway e Hugh Jackman estavam roubando a cena total entre sofrimentos e canções, então quem reparou muito no ruivo sardento levemente bonitinho? Agora com A Teoria de Tudo, do diretor James Marsh, Eddie consegue mostrar todo o seu potencial, talento e esforço.


Se você vive dentro de uma caverna sem energia elétrica e não sabe sobre o que se trata o filme A Teoria de Tudo, vou dar um resumão: Sabe o Stephen Hawking, aquele cientista mega ultra gênio com problemas físicos, uma voz robótica e que vive sendo zoado em The Big Bang Theory? Então, a produção é sobre a vida dele, cujo papel ficou com Eddie Redmayne, principalmente no período em que viveu com a sua primeira esposa, Jane Hawking, interpretada por Felicity Jones. Durante esse tempo, ele passou de um estudante de doutorado saudável a um gênio da física mundial com uma doença que afeta o Neurônio Motor, cancelando gradativamente seus movimentos.


Eddie Redmayne com o verdadeiro Stephen Hawking

Mais do que focar na inteligência e nas descobertas sobre o universo pelas quais Stephen Hawking é conhecido, o filme, que foi baseado no livro de memórias de Jane chamado Travelling to Infinity: My Life with Stephen, tem como foco o homem por trás de tudo isso e, principalmente, a mulher que foi o seu suporte durante décadas. Vemos alguém com uma doença cruel e limitadora, mas que nunca perde o senso de humor e a vivacidade. Quem diria que um cientista como ele seria engraçado e divertido? Passei a enxerga-lo de outra forma.

Eddie Redmayne, como costumo dizer, não merece Palmas, merece o Tocantins inteiro. Que espetáculo! A atenção aos detalhes que o ator tem é impressionante. Os pés tortos, o ombro fora do eixo, as mãos que não obedecem, o falar cada vez pior, até que toda atuação é baseada em apenas olhares. A sua degeneração gradativa é vista claramente e potencializada pelo bom trabalho do ator. Mereceu o Globo de Ouro que ganhou e merece o Oscar que está concorrendo.



O casal do cinema com o casal verdadeiro

E Felicity Jones não fica muito atrás, não. Apesar do grau de dificuldade física do seu papel ser muito menor, o psicológico de Jane é tão intenso quanto o de Stephen. Percebemos uma mulher que aos poucos vai morrendo por dentro, mesmo cheia de amor e devoção à família. Ninguém daria nada para ela, de voz mansa, calma e doce, mas por dentro ela é uma fortaleza, e Felicity soube mostrar todas as nuances. Ela também concorre ao Oscar de Melhor Atriz.

Apesar de todo o sofrimento, não há melodramas demais no filme, por mais que a história de vida dele pedisse um draminha. Parece que o diretor tem tanto medo de transformar tudo em uma água com açúcar que por vezes parece impessoal. Stephen passa por momentos terríveis e mesmo assim supera em pouquíssimo tempo. Jane é uma mulher cansada, exausta, que cuida dos filhos e do marido com uma dedicação absurda e não se ouve nenhuma reclamação. Mesmo assim, a química entre os dois atores é inegável e o amor entre os personagens é quase palpável, até o momento que não há mais amor e tudo se resolve de maneira simples, delicada, com um desfecho que ambos queriam e necessitavam.


Em alguns momentos, A Teoria de Tudo é devagar. Típico filme que o Oscar gosta, com introspecção, monólogos e sensibilidade. Não digo isso como crítica, porque combinou com a temática da produção. Ninguém está mesmo esperando explosões, correria e mulheres de biquíni na biografia de um dos homens mais geniais que já passaram pela face da Terra. Não enxerguei como um ponto fraco do filme, pelo contrário. Principalmente quando Hawking já está muito debilitado sem falar e sem se movimentar muito, toda interação depende dos poucos gestos que Redmayne faz, como o levantar de sobrancelhas e o olhar penetrante e divertido.

A fotografia é bonita, com universidades inglesas no fundo, figurino dos anos 1960 e 1970 e muitos tons pasteis e cores sóbrias. Bem tipicamente inglês. A trilha sonora também foi muito bem escolhida, dando o tom certo ao filme.

Mesmo com a doença, Stephen Hawking teve três filhos

O filme é uma ótima lição de vida, sobre não se deixar abalar por pior que seja o cenário e sobre superar expectativas, afinal, quem tem a doença de Hawking geralmente sobrevive apenas por 2 anos e já se passaram décadas e décadas.

Recomendo.

Teca Machado

36 comentários:

  1. Ooi Teca!!

    De todos os indicados, esse filme é o que eu mais tenho vontade de assistir, o ator foi incrivel! Só pelas fotos dá pra perceber que mandou muito bem. História tem tudo para ser agradavel e eu realmente espero assistir em breve.

    Gostei muito da sua crítica ao filme!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Paula!
      Que bom que gostou.
      É realmente muito bom o filme.

      Beijooos

      Excluir
  2. Esse filme é lindo! Chorei com ele. ;-;
    Me decepcionei que achei que era uma história de amor que dava certo sabe? hahaha
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dessa, eu sabia que não dava porque li uma matéria há uns meses sobre a vida dele, que apesar de doente era um pegador, hahaha.
      E diz que a mulher que ele trocou a Jane, a enfermeira, batia nele :x Opaaaa!
      Mas não mostrou isso no filme.

      Beijooos

      Excluir
  3. Comecei a ler o livro agora, vou ver o filme sem dúvida.

    beijos

    aestranhanoparaiso.blogspot.com.br
    Instragram: @aline_bianca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero muito ler o livro, porque o filme já vi.
      :)

      Beijooos

      Excluir
  4. Oi Tequinhaaa!!! Precisava de um post desse para comentar. Me desculpa, mas PQP!! o que é esse Eddie Redmayne?!?!?!?! Fiquei impressionada. Eu vi que o filme não foi gravado em ordem cronológica, ou seja, em um mesmo dia ele tinha que gravar de cadeira de rodas, depois normal e depois de bengalas... e pra entrar no personagem? Pra mim merece dois Oscars, só como melhor ator! rsrsrs Mas essa galera do oscar é bem estranha, então vai saber... mas minha torcida é dele! Sobre o filme, achei lindo e tudo, mas confesso que esperava um conto de fadas... só que é vida real... então me decepcionei com o final..mas tudo bem... Enfim... Lindo Lindo Lindo!!

    Bjinhos
    JuJu
    asbesteirasquemecontam.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juju, agora que você me disse que não foi filmado em ordem cronológica, gostei mais ainda do Eddie!
      Ainda beeeeeeeeeeem que ele levou o Oscar.
      Mas eu daria mais um Oscar para ele, só para reforçar o talento, haha.
      Eu sabia que eles não ficavam juntos porque já li sobre a vida dele, então nem me decepcionei.
      :)

      Beijoooos

      Excluir
  5. bem legal a indicação, eu to fazendo minha maratona oscar tbm e to doida pra ver esse ;)

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  6. Oi Teca!
    Nossa, acho que moro debaixo de uma caverna mesmo, porque não conhecia nem o filme e nem o homem cujo história foi inspirada haha!
    Gostei bastante da idéia do filme. Adoro um bom drama, e só agora parei para perceber que faz tempo que não assisto um filme do gênero. Mas no geral, adorei a história e sem dúvida irei assistir assim que tiver a oportunidade!

    Adorei seu blog e o layout. Achei tudo muito confortável. Também estou seguindo o blog, ficaria muito grato se pudesse retribuir!
    Nome de seguidor: Gustavo Mendes.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gustavo!
      Sério que não conhecia? Mas, gente!
      Hehe.
      Se puder, assista. É muito bom.

      Beijooos

      Excluir
  7. Oiee ^^
    Como eu quero ver esse filme! Estou com ele aqui, mas primeiro quero ler o livro. Parece ser uma história tão linda e emocionante ♥ Minha irmã assistiu e adorou, disse que é um dos melhores filmes que ela já viu.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É incrível, Dryh!
      Também estou querendo ler o livro ainda.

      Beijooos

      Excluir
  8. Oie Teca =)

    Quero muito assistir esse filme e já sei que devo preparar os lencinhos *-*

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, prepare! Vai precisar, hehe.

      Beijoooos

      Excluir
  9. Assisti a esse filme na semana passada e MEU DEUS muitas palmas para a interpretação de Eddie Redmayne. A história de Hawking é muito inspiradora. Fiquei em estado de encantamento e acho que TODO MUNDO deveria assistir.
    Parabéns pelo post.

    Beijocas,
    Blog | Youtube | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive a mesma reação que você.
      Incrível!
      Também acho que todo mundo devia ver a história.

      Beijoooos

      Excluir
  10. Oi Teca, estou DOIDA para ler o livro e ver o filme logo em seguida. Parece uma história muito emocionante e com uma lição de vida!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma lição de vida incrível!
      É muito inspiradora.

      Beijooos

      Excluir
  11. Esse filme é espetacular mesmo! A atuação do ator foi de merecer todos os óscars existentes, ele soube representar direitinho a evolução da doença, todos os aspectos e sofrimentos. Não só sofrimentos né, o que foram aquelas cenas citando Doctor Who? Exteeerminate! Hahahaa e a atriz também demonstrou bem toda a força que a esposa dele precisou ter pra aguentar a barra, e ainda criar três filhos. Haja força mesmo!
    Só senti um pouco de falta de abordagem quanto ao trabalho dele. Acho que focaram demais no quesito família, e já o fator pelo qual ele é tão conhecido citaram pouco. Mas enfim, continua sendo uma obra maravilhosa!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Eve & Adam", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, eu pensei que ia focar mais no trabalho dele, apesar de saber que o objetivo era a vida familiar.
      Mesmo assim é bem incrível, né?
      Ainda bem que o ator levou o Oscar.

      Beijooos

      Excluir
  12. Esse filme parece ser daqueles que você sai do cinema refletindo sobre cada coisinha na sua vida, tipo de filme que acrescenta algo. Gosto muito de assistir filme que eu já sei que vale a pena hehe

    Bjs
    http://www.blogdabrub.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi bem isso, Bruna.
      Fiquei pensando na vida e em como sou abençoada com o que tenho.

      Beijooos

      Excluir
  13. Oi Teca! E você sempre nos traz dicas maravilhosas não é?! :) Com certeza vou assistir! ^^

    Bjs... e um excelente fim de semana!

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joanderson, por favor, assista!
      É incrível!

      Beijooos

      Excluir
  14. Oláaa Teca!
    Eu chorei vendo o trailer do filme, imagina vendo o filme em si. Não sei, eu sou muito emotiva e me emociono fácil com filmes assim de superação e que tem uma grande lição de vida. Quero muito ver o filme, ele tem cara de ser genial e muito bom. Apenas pelas fotos eu percebi que a atuação do ator é incrível, imagina assistindo.
    Obrigada pela dica :D
    Beijos,

    http://our-constellations.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É incrível, Ana!
      *.*
      Com certeza você vai chorar, eu sou chorona também e tive algumas lágrimas rolando, hehe.

      Beijooos

      Excluir
  15. Oi, Teca! Eu ia fazer uma maratona com os filmes indicados ao Oscar desse ano, mas acabei não conseguindo ver nenhum! :/ Esse é um dos que eu mais queria ver, o filme parece ser incrível! Acho que o Eddie irá levar o prêmio de Melhor Ator e (pelo visto) será merecidíssimo! Seria legal se a Felicity ganhasse na categoria de Melhor Atriz, mas nessa categoria a minha torcida (mesmo sabendo que a Juliane Moore irá levar o prêmio) é toda da Rosamund Pike! haha Adorei o post! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tony, também torci muito pela Rosamund.
      Mas não rolou, né?
      :(
      Se puder, assista mesmo que agora. É muito bom!

      Beijooos

      Excluir
  16. Esse é um dos filmes indicados que mais quero assistir, coisa que farei em breve. Já tinha lido algumas críticas em alguns blog, mas a sua me deixou ainda mais com vontade de conferir esse grande filme.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É grande mesmo.
      Você não vai se arrepender.
      *.*

      Beijoooos

      Excluir
  17. O filme parece incrível e o ator também!
    Ainda não assisti, mas vou colocar na lista. ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahaaaam, tenta assistir.
      É muito bom!

      Beijooos

      Excluir
  18. Adorei o filme. Ele sempre ganhou o oscar para melhor actor, certo? :D
    beijocas*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiiiiim, ele ganhou!
      Que bom, né?
      :D

      Beijooos

      Excluir