segunda-feira, 12 de setembro de 2016

"Much Better Now": surfando em stop-motion pelas páginas dos livros! - Por Emily Antonetti


A existência de um marcador é nobre - e unidimensional. Você segura um lugar e espera até a próxima vez em que a pessoa volte a ler o livro. Você também aguarda enquanto eles estão lendo até que você possa estar em outro lugar. E, então, quando você está preso de volta, você segura e espera novamente. Um trabalho importantíssimo, sem dúvidas. Mas, talvez, não seja o mais emocionante de se viver. Exceto, é claro, se você for o protagonista de "Much Better Now".


(Imagem: reprodução/Salon Alpin - "Much Better Now)
O curta-metragem, produzido pelo estúdio de design português Salon Alpin, narra o conto de um marcador libertado de seu cativeiro - um livro fechado - que encontra um precioso oceano de aventuras em suas páginas. Um projeto que deve ter levado a concentração de um mestre de xadrez e a paciência de um monge para ser realizado em stop-motion. O vento que impulsiona o pequeno protagonista parece conter a força e o espírito criativo de sua equipe - composta por Philippe Comarella, Simon Griesser, Silvio Canazei, Kris Staber, Thomas Welz, entre outros. 

(Imagem: reprodução/Salon Alpin - "Much Better Now")
(Imagem: reprodução/Salon Alpin - "Much Better Now")
(Imagem: reprodução/Salon Alpin - "Much Better Now")
Mas, o que um livro/marcador tem a ver com o surf? Bom, se você considerar surfar como uma arte ou ritual do que como apenas um esporte, então você pode entendê-la como uma caixa de diálogo com o oceano. Um diálogo sobre a liberdade, a dinâmica, a autoexpressão, a aventura e - por fim - o equilíbrio e a harmonia. A metáfora perfeita para a história de "Much Better Now".

(Imagem: reprodução/Salon Alpin - "Much Better Now")
O orçamento zero não limitou o potencial deste curta que já participou, até mesmo, do "Festival Internacional de Cinema Infantil"(Brazilian Kids Film Festival - FICI) e recebe diversos elogios por onde passa. Ao todo, foram mais de um ano e meio de trabalho transformados em uma viagem de 5 minutos que traz sentimentos à vida de papel e anima ao ponto de tornar as palavras desnecessárias. Impossível não simpatizar com esse carismático marcador e mais difícil ainda é a missão de descrever o seu passeio rumo à liberdade. Vale a pena conferir - e se divertir: agora!

Ficou curioso? Assista ao curta abaixo e desfrute dessa fantástica obra.


Emily Antonetti

5 comentários :

  1. Que massa!

    Adorei o trabalho dela!
    Representou bem o que é nosso momento de leitura. haha

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gente♥♥♥
    Que lindo, quero muito ver.
    Achei muito interessante e fofinho.
    Art of life and books

    ResponderExcluir
  3. Que coisa mais linda esse curta! *o*
    Estou apaixonada... ^^
    Imagino o trabalhão que deve ter dado para fazê-lo...
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir