sábado, 8 de novembro de 2014

O Arcano Nove – Livro 2 da série A Mediadora, de Meg Cabot


Meg Cabot é uma das minhas autoras amor eterno. Agora estou lendo dela a série A Mediadora (Gente, como que eu não tinha lido antes?). O primeiro livro, A Terra das Sombras, comentei aqui. Essa semana terminei o segundo, chamado O Arcano Nove. Mais uma vez mergulhei na leitura e li as suas 250 páginas em 24 horas (Isso tendo no dia trabalhado, dormido e feito tudo o que tinha para fazer de compromisso).


Pela primeira vez na vida, Suze é uma pessoa popular. Mesmo ainda sendo mediadora, resolvendo problemas de fantasmas, acabou de se mudar de NY para a Califórnia, sua mãe casou de novo e está feliz, fez amigos, se tornou vice-presidente do diretório estudantil, encontrou outro mediador, o Padre Dom, e até tem despertado o interesse de garotos. Mesmo que o que mais lhe interesse, Jesse, ainda não demonstre nenhum sentimento romântico, ela tenta não se importar com isso. Afinal, ele é um fantasma que morreu em 1800 e pouco e mora no seu quarto. Mas é um fantasma tão gostoso, educado e teimoso...

Como Jesse não pode ser seu namorado, Suze procura outras opções, como o Tad. Um rapaz lindo, rico, um tanto misterioso e um pouco brega, diga-se bem a verdade. A mediadora começa a sair com ele, ao mesmo tempo que uma fantasma desesperada começa a acordá-la todas as noites com gritos e pedindo que ela diga a Red que não sinta culpa pela sua morte. Red, como Suze vem a descobrir, é pai de Tad.

Dona Meg Cabot
Suze começa a remexer num passado perigoso que pode até mesmo custar a sua vida e de outras pessoas, além de lidar com o fato de que talvez não só fantasmas existam, mas criaturas como vampiros também. Como se ser apenas adolescente não fosse difícil!

Nossa querida protagonista, que já era impulsiva e meio violenta, em O Arcano Nove está ainda mais. Corajosa e um tanto atrevida, Suze não leva desaforos para casa, mesmo que quem esteja brigando com ela seja o Padre Dom, seus meio-irmãos, Jesse ou um fantasma qualquer. É uma personagem divertida, com ótimas sacadas e falas, por quem o leitor se apaixona. Por falar em se apaixonar, ai, Jesse! Meu coração é todinho seu, seu lindo! Estou torcendo loucamente para a Suze dar um jeito de ressuscitar ele, haha.

Sua mãe, padrasto e meio-irmãos aparecem um pouco menos nesse volume, mas o pai de Suze, que é um fantasma que a visita com certa frequência, tem mais destaque. Ele é um querido. Quero ver mais dele nos próximos livros.

A história de O Arcano Nove, também narrada em primeira pessoa pela protagonista, é criativa, com um final que poucas pessoas adivinham e bastante divertido. Só sei que quero muito ler os próximos quatro livros já lançados e o último que Meg Cabot vai lançar em comemoração ao 15º aniversário da série.

Recomendo.

Compre o seu exemplar aqui na Livraria Janina.

Teca Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário