segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Nu: Comédia besta e legalzinha da Netflix


Hey, já assistiram o novo vídeo do canal? É sobre a tarde de autógrafos com a Leisa Rayven, autora da trilogia Starcrossed (Meu Romeu, Minha Julieta e Coração Perverso). Veja aqui!

Me julguem o quanto quiserem (apesar de eu ter certeza que muitos de vocês acham a mesma coisa), mas As Branquelas é um dos filmes mais legais que existem! É aquele tipo de produção que sempre que está passando eu paro o que estou fazendo para assistir. Depois disso nenhum filme do Marlon Wayans foi tão bom, apesar de que ele bem tenta. O seu longa mais recente é da Netflix, chamado Nu, do diretor Michael Tiddes.


Nu não é nem de longe tão engraçado quanto As Branquelas, mas foi uma diversãozinha num sábado a tarde semanas atrás. Apesar de ser comédia, não deu para rir de verdade, mas é aquele filme completamente leve, despretensioso e que nem ele se leva muito a sério. Era o que eu precisava para relaxar e não pensar muito.

Rob (Marlon Wayans) é um professor substituto sem grandes ambições na vida prestes a se casar com Megan (Regina Hall), uma médica bem sucedida que tem um pai rígido que é contra a união. No dia do casamento, Rob acorda pelado, sem lembrar o que aconteceu, dentro do elevador de um hotel que não é o que está hospedado. Atrasado para a cerimônia, tudo dá errado. Só que não dá errado só uma vez, mas sim várias. Ele entra num looping de tempo e o mesmo dia, as mesmas horas, se repetem infinitamente, sempre com ele tentando – e falhando – chegar ao casamento a tempo e vestido.



Nu é bem besteirol, bem bobinho, e com um roteiro que não explica muita coisa, mas dá para se divertir. Muita gente tem comparado com o filme Feitiço do Tempo, com o Bill Murray, por causa do dia repetido mil vezes, mas não chega nem perto. Nu não inova nos dias vividos por Rob, sempre sendo uma variação pouco diferente do que aconteceu da última vez, o que por vezes é cansativo. Mas não chega a exaustão porque o filme em si é rapidinho, apenas 90 minutos. E o desfecho é meio preguiçoso, meio “ah, é claro que era assim que ia terminar”, só que é bem ok. Não há reviravoltas e nem tanto suspense.

Marlon Wayans por vezes força a barra na piada, por vezes é engraçado. Pelo trailer achei que era mais divertido. E temos no elenco também Regina Hall (de Código de Conduta e Black-ish), Scott Foley (de Scandal e Felicity), Eliza Coupe (de Quantico e Qual é o Seu Número?) e Dennis Haysbert (de 24 Horas e A Torre Negra).



O visual de Nu é bem bonito (não, não estou falando do Marlon Wayans pelado o tempo todo, haha). Ambientado no sul dos Estados Unidos, naquelas pequenas cidades charmosas e ensolaradas, o filme é bem agradável aos olhos.

Quando você estiver procurando algo bem despretensioso para assistir na Netflix, veja Nu. Não garanto o melhor filme do mundo, mas garanto que você não vai precisar pensar muito e de quebra ainda vai dar umas risadinhas, se é do tipo que gosta de humor bobo.


Recomendo.

Teca Machado


5 comentários:

  1. ah eu vi recentemente esse filme tbm, é um besteirol sessao da tarde gostoso pra passar o tempo sim

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Confesso que gosto de filmes mais complexos, mesmo assim anotei a indicação! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Olá Teca, tudo bem?
    Eu e a Raq somos fissurados nas Branquelas! Às vezes nem está passando na TV, e ainda assim catamos algumas cenas no youtube só pra relembrar! Somos muito fãs dos irmãos Wayans! O último que vimos com o Marlon Wayans foi o 50 Tons de Preto, que não chega no nível das Branquelas, mas rende algumas risadas. Já tinha visto na grade de programação esse Nu, bom ler sua resenha que quando decidirmos assistir não vamos com expectativa muito alta.

    Abraço!
    Marcelo Brinker
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Teca!
    Eu também amo As Branquelas. Confesso que já fui mais fãs dessas comédias, mas hoje em dia não assisto tanto.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio de aniversário do Balaio de Babados e O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. O filme é totalmente previsível e tem de dois a três momentos cômicos apenas.Enquadro como um filme "bonitinho"de sessão da tarde.
    Ah me decepcionei com a falta de explicação sobre o looping :/

    ResponderExcluir