terça-feira, 19 de setembro de 2017

Eu Amo Hollywood – Livro dois da série Eu Amo


Em 2013, pouco antes do meu primeiro livro, o I Love New York (já tem o seu? Compre aqui), ser publicado, quando ele já estava na gráfica, por acaso caiu no meu colo uma versão em inglês do livro Eu Amo Nova York, da Lindsey Kelk, publicado no Brasil pela Editora Fundamento. Fiquei preocupada por o título ser basicamente o mesmo e o li o mais rápido possível a procura de mais semelhanças (por falar nisso, leia a resenha aqui). A não ser o fato de ser um chick lit e de passar em NY, os dois livros são bem diferentes e eu adorei o meu xará. Agora li o segundo volume da coleção que se chama Eu Amo, cujo nome é Eu Amo Hollywood.


No primeiro volume, a inglesa Angela Clarke pegou seu noivo a traindo durante o casamento de uma amiga. Munida de uma bolsa, um par de sapatos Louboutins e toda sua coragem, Angela foi para Nova York recomeçar a vida sem planos de voltar para a Inglaterra. Depois dos primeiros perrengues para se adaptar ao novo lar, a garota está feliz: tem um namorado lindo, uma melhor amiga maravilhosa, um emprego super bacana e ama a cidade onde vive. 

Até que a sua chefe a manda para Los Angeles para entrevistar James Jacobs, um ator muito badalado, lindo e com péssima reputação entre as mulheres. Angela não quer ficar longe do namorado, afinal, o namoro não está tão firme, e ela não quer sair de NY para fazer um trabalho que ela nunca fez antes. E no fim das contas tudo dá errado! Fotos comprometedoras dela com James caem na rede. Ela agora precisa convencer sua chefe que não está dormindo com o entrevistado e precisa convencer seu namorado que nunca o traiu, além de lidar com a melhor amiga tendo uma crise de nervos durante a viagem.

Muita gente adora a Angela Clarke, afirma que ela é corajosa e destemida. Na verdade eu a acho insegura, imatura, dependente e cheia de mimimi. Sem a Jenny, a melhor amiga, ela aparentemente não consegue sobreviver. Esse é aquele tipo de livro em que eu tenho sérios problemas com a protagonista (o que não é tão raro de acontecer comigo). A história é bacana, é bem chick-lit, mas a protagonista me dá nos nervos.


  

Eu Amo Hollywood não é tão bom quanto Eu Amo Nova York, mas é uma leitura leve e divertida. Talvez não tenha sido o meu preferido por eu não conhecer Los Angeles, por Angela reclamar o tempo todo da cidade (então por que o nome do livro é Eu Amo Hollywood?) e por NY ter um lugar muitíssimo especial no meu coração.

Os rolos em que a protagonista se enfia são engraçados e sem noção, mas totalmente críveis. Afinal, não podemos acreditar em tudo o que vemos publicado pelos paparazzi, né? Angela é a maior prova disso. Veículos de comunicação sensacionalistas estão pelo mundo todo.

Somos apresentados a novos personagens (oi, James <3), mas também encontramos conhecidos do livro anterior, como Alex, Jenny e outros. Esse é aquele tipo de leitura que precisa ser feita na ordem cronológica para entender bem o contexto, ainda que se você começar por Hollywood vai entender a maior parte da história.

A leitura corre rápida, já que é um livro leve, para se divertir e descansar a mente. Lindsey Kelk escreve ótimos chick-lits. Você pode até não rir das situações, mas com certeza vai dar alguns sorrisos ao longo do livro. 

Acho as capas fofas – mesmo que muito femininas – e a diagramação muito bacana. A Editora Fundamento está de parabéns pela identidade visual.

A coleção Eu Amo conta com sete volumes, cinco já publicados no Brasil:


1- Eu Amo Nova York
2- Eu Amo Hollywood
3- Eu Amo Paris
4- Eu Amo Las Vegas
5- Eu Amo Londres
6- I Heart Christmas
7- I Heart Forever

Recomendo.

Teca Machado

Um comentário:

  1. Oi Teca! Tudo bem? Eu ainda não li nenhum livro da série, mas amo um bom chick-lit, pena a protagonista dar nos nervos, eu tb não tenho paciência pra mimimi de personagem rs Espero conseguir ler os livros em breve!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir