quarta-feira, 1 de maio de 2019

A Grande Jogada - Crítica


Alguns atores podem fazer qualquer filme que vou sem medo de ser feliz (bom, qualquer um que não seja de terror, porque eu sou Maria Pesadelo). A Jessica Chastain é uma delas. Linda, com uma presença estonteante e uma atriz de altíssimo calibre, sou fã sem dúvida nenhuma. E lá em 2017 vi o trailer de A Grande Jogada, mas acabou que perdi o tempo de exibição no cinema, o tempo passou e só consegui assistir um tempinho atrás. E posso dizer que mais uma vez Chastain se provou incrível.


Dirigido por Aaron Sorkin, que também assina o roteiro, A Grande Jogada é baseado numa história real. Molly Bloom (Jessica Chastain), esquiadora e uma promessa olímpica dos EUA, se machucou e perdeu a chance de competir profissionalmente. Então mudou de carreira. Se tornou a princesa do pôquer, com estrelas de cinema frequentando suas partidas, e terminou com um processo judicial seríssimo e a máfia russa na sua cola.

E se você não entende absolutamente nada de pôquer, não tem problema. A própria Molly não sabia. Ela, inclusive pesquisa no Google para conhecer o jogo. E em sua jornada, a narração em primeira pessoa vai nos explicando o básico e tudo o que precisamos saber sobre o tema para acompanhar bem a história. E esse off da protagonista é como se nos transportasse para um livro, porque na literatura essa ferramenta é muito comum. 



A trajetória de Molly foi insana, com muitos altos e baixos. Os diálogos rápidos, inteligentes e afiados dão o tom do filme e é preciso prestar bastante atenção para acompanhar. A vida de Molly é atribulada e o roteiro mostra isso muito bem. Mesmo que de forma bem sutil, A Grande Jogada mostra o machismo em relação à protagonista. Ela é uma mulher poderosa num ambiente altamente masculino e os homens muitas vezes subestimaram sua capacidade de criar estratégias. Muito bonita (tanto a Molly real quanto Chastain), o sexo masculino ao seu redor a deseja ao mesmo tempo que se sente diminuído por ela. E o enredo soube mostrar tudo isso, em alguns momentos de forma mais sutil e em outras mais explícitas.

Conhecida como princesa do pôquer, Molly é extremamente inteligente e soube usar isso a seu favor quando o jogo virou contra ela, mas sempre mantendo uma ética impecável. Na vida real grandes nomes do cinema participaram das suas noites de jogatina, como Leonardo DiCaprio, Tobey Maguire e Ben Affleck. Mas o filme não cita o nome de ninguém e usa codinomes, como Jogador X, interpretado por Michael Cera. Mas se você pesquisar um pouquinho que seja vai descobrir que ele era Tobey Maguire. E eu que já detesto o ator (mas perdoe quem gosta, mas eu não suporto) fiquei com mais ranço ainda, porque ele foi realmente um babaca.



Além de Jessica Chastain, que está lá muito maravilhosa no filme, A Grande Jogada ainda conta com Idris Elba, como o advogado que aceita pegar seu caso para que não vá para a cadeia, e Kevin Costner, que interpreta seu pai, um treinador extremamente exigente que coloca todas as esperanças na sua carreira esportiva, que foi por água abaixo.

A Grande Jogada é um filme longo, com 2h20 de duração, mas vale muito a pena. E é aquele tipo de história que a protagonista te envolve tanto que ao fim dela começamos a pesquisar fatos da vida real.


Fato curioso: Todos os jogadores de pôquer figurantes na produção são jogadores profissionais. O diretor quis dar veracidade ao filme, para que até mesmo a maneira de segurarem as cartas fosse correta.

Recomendo.

Teca Machado

8 comentários:

  1. eu adoro a Jessica, ainda nao sabia que vinha esse filme tao bacana por ai, gostei mt da resenha e já fiquei super querendo assitir

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lívia!
      Eu também adoro a Jessica.
      É muito maravilhosa!
      Esse filme é antigo, não é lançamento, hehe.

      Beijooos

      Excluir
  2. Parece bem interessante esse filme.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Teca, tudo bem? Tenho um amigo que adora esse filme, eu ainda não tive a oportunidade de ver, mas a história dessa mulher já me parece incrível!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi!
      Seu amigo tem razão.
      É muito bom, de verdade.
      Eu gostei demais!

      Beijooos

      Excluir
  4. Que legal essa curiosidade sobre os jogadores. Adoro os atores do filme. Tenho muita curiosidade de assistir.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir