sábado, 15 de outubro de 2016

Harry Potter and The Cursed Child – Meu coração ainda é de Hogwarts


Antes de qualquer outra coisa, preciso explicar para vocês que não tem spoiler nenhum nessa resenha, nem mesmo vou colocar a sinopse, porque a grande graça de Harry Potter and The Cursed Child está em todo mundo estar guardando os segredos, como pediu J. K. Rowling. Vou dizer o que achei do livro e contar como eu me senti de volta à minha adolescência com vários dos meus personagens preferidos. Foi lindo!

Como eu até mesmo disse no post de ontem: Leia sem moderação!


Harry Potter and The Cursed Child (Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, no português) é e não é de J. K. Rowling. Na verdade, a peça de teatro que foi transformada em livro foi criada por seis mãos: a própria Rowling, Jack Thorne, que foi quem mais escreveu, e John Tiffany. Apesar de não ser só dela, dá para sentir a autora em cada linha, em cada diálogo, em cada confusão que os personagens entram. Então, no fim das contas, é um livro da Rowling, é um livro do Harry Potter. Tem muita gente dizendo que parece fanfic, mas eu não achei.

Tudo o que eu digo sobre a história é que ela começa 19 anos depois de As Relíquias da Morte e que apesar do Harry Potter ser importante, o foco está em Albus, o seu filho do meio, e em Scorpius, filho do Draco Malfoy. Como em todos os livros da série, apesar de ser fantasia, muitos temas importantes e reais são tratados, até mesmo bullying, mas temos lições muitos importantes sobre amizade e família.


Não espere uma leitura como dos livros antigos porque Harry Potter and The Cursed Child é uma peça de teatro e o livro está transcrito como uma, como roteiro. Não temos acesso aos pensamentos e reflexões dos personagens e nem temos muitos detalhes dos locais (ainda mais porque a maioria dos cenários não é nada que não conhecemos dos volumes anteriores). No começo foi um pouco esquisito ler parágrafos como “no fundo do palco acontece tal coisa, enquanto do meio da plateia acontece isso”.  Mas rapidamente você se acostuma, já que é tragado para esse enredo mágico.

Tive a impressão de que alguns personagens, principalmente Ron, estavam lá só para preencher espaço, já que não podiam ser deixados de fora. Nosso ruivo Weasley não é imprescindível para a história, por exemplo, mas é sempre bom ver seu senso de humor surgindo nos momentos mais inoportunos. 

Foi uma leitura mágica, deliciosa, cheia de nostalgia, apertos no peito e alegrias. Como eu não sabia nada da sinopse, fugi de todo e qualquer spoiler e nem mesmo na orelha do livro temos um resumo, fui surpreendida a cada momento. Eu não esperava aquela história e me arrepiava constantemente. Várias vezes me peguei agoniada pensando “ai, e agora? O que eles vão fazer? Como vão sair dessa?”, do mesmo jeito que eu ficava nos meus 11, 13, 15, 17 anos (Caramba! Já tem muito tempo! Estou com 28!).

Cá estava eu lendo Harry Potter com o Calvin perto de mim e o telefone tocou...

Fui atender e quando voltei encontrei o livro faltando pedaço!!!

A cada capítulo, a cada linha, eu pulava de alegria por dentro, porque é uma coisa maravilhosa voltar a um universo literário que te fez tão bem durante tantos anos da sua vida e que até hoje é lembrado com carinho. Harry Potter é aquele tipo de saga que vai ser umas das minhas preferidas mesmo quando eu estiver bem velhinha. Com certeza meus filhos vão ler, assim como meus netos. 

Com Harry Potter and The Cursed Child descobri algo que eu já sabia: que não importa a sua idade, Harry Potter sempre irá tocar o seu coração.

Tentei ler devagar, mas não rolou. E agora estou aqui com dor de saudades porque tive que me despedir mais uma vez do universo de Hogwarts. Por favor, façam um filme de Harry Potter and The Cursed Child. Ou me leve para Londres, marido! Por favoooooooooor! Quero ver a peça!

E se você não quer ler em inglês, como eu fiz porque não aguentei esperar, não se preocupe. A versão em português já está em pré-venda e será lançada dia 31 de outubro. Está quase aí!

Recomendo de todo o meu coraçãozinho.

Teca Machado


11 comentários:

  1. Oii,
    Ai não acredito que o Calvin fez isso :O
    Nossa falar desse livro realmente faz pensar há quanto tempo Harry Potter está em nossas vidas né.
    Fico feliz que tenha gostado. Está na minha lista de leitura já.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também ainda não acredito que ele comeu meu livro.
      Quis morrer!
      Hahahaha
      Você vai gostar!

      Beijooos

      Excluir
  2. Eu até comecei a ler a obra, mas por conta do estilo de script acabei deixando de lado, foi bem difícil acompanhar o desenvolvimento :( mas fico feliz por você ter curtido tanto, talvez eu até dê uma segunda chance!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena!
      Eu relevei a parte de script e me empolguei muito com a leitura!
      A história é bem boa!

      Beijooos

      Excluir
  3. Hello ! This is not spam! But just an invitation to join us on "Directory Blogspot" to make your blog in 200 Countries
    Register in comments: blog name; blog address; and country
    All entries will receive awards for your blog
    cordially
    Chris
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/

    Olá! Isto não é spam! Mas só um convite para se juntar a nós em "Directório Blogspot" para fazer o seu blog em 200 países
    Registre-se em comentários: nome do blog; endereço do blog; e do país
    Todas as entradas receberão prêmios para o seu blog
    cordialmente
    Chris
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu to rindo demais com o livro comido UIHASHUASHOAI desculpa
    mas que cachorro sapeca.
    Bom, eu não sou fa de HP então eu to bem de boa com o lançamento deste livro. Espero que agrade aos fãs.
    Beijos
    Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, nem me fale! Ele comeu só um dos livros mais caros da minha estante, hahaha.
      Quis morrer!
      Jura que não é fã de HP? Isso é raro, hehe.

      Beijooos

      Excluir
  5. Oi Teca, tudo bem?
    Eu sou potterhead de carteirinha, mas admito que fiquei receosa com esse livro. O fim de HP 7 foi tão perfeito que fiquei com medo da magia se quebrar, sabe? Que bom que o enredo agradou, pretendo ler em breve!
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo ficou receoso, mas é tão bom voltar a esse universo.
      Não posso dar spoilers, mas voltamos aos anos dos livros antigos.

      Beijooos

      Excluir
  6. Oi Teca,
    HAHAHA o doguinho ta tipo: não fui eu, ein! Que danado, mas muito fofo.
    Confesso pra você, e cheia de vergonha, que ainda não tive experiência em ler HP. Mas até hoje eu assisto os filmes e gosto. Certeza que em qualquer idade vou amar os livros e quero ir pra Londres assistir a peça também haha

    tenha uma ótima semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara de nenhum pouco arrependido, hahaha.
      Nunca leu HP?
      Uau! Mas pelo menos viu o filme, então está inserida nesse universo.
      :P

      Beijooos

      Excluir