sábado, 23 de fevereiro de 2013

Um dos melhores da década de 1990 – Jerry Maguire


“Show me the money!”

“You got me at hello.”

“You complete me.”

Se essas frases não significam nada para você, você está perdendo um ótimo filme. São de Jerry Maguire – A Grande Virada, um dos melhores longas da década de 1990.



Em 1996 Tom Cruise interpretou Jerry Maguire, um agente antes bem sucedido que se vê as voltas da quase falência quando é demitido e monta a sua própria empresa. O problema é que ele tem apenas um cliente: O temperamental e louco Rod Tidwell (Cuba Gooding Jr), um jogador de futebol americano que ainda não conseguiu fazer a sua carreira deslanchar.

Tom Cruise novinho e bonitinho

Dorothy Boyd (Renée Zellweger), uma mãe solteira, trabalhava na mesma companhia que Jerry e era profundamente apaixonada pelo colega. Quando ele sai do emprego, ela larga tudo e o segue. Se torna sua primeira e única funcionária. É claro que o relacionamento deles acaba virando muito mais do que uma relação de trabalho e os dois se envolvem.

Renée Zellweger no filme que praticamente a lançou no mercado

É muito bonitinho ver Jerry com Ray Boyd (Jonathan Lipnicki), o filho pequeno de Dorothy. Sem querer, o homem vira o ideal masculino do garotinho, que nunca teve o pai por perto, e é possível ver como eles criam um relacionamento profundo de pai e filho.

Carinha de nerd do Jonathan Lipnicki

O filme discute muito amor, amizade, solidariedade e capacidade de mudar. Por exemplo, Rod Tidwell não jogava por amor, jogava pelo dinheiro. Quando Jerry incita nele a paixão verdadeira pelo esporte, ele finalmente entende a sua função num time.

Cuba Gooding Jr no papel que o fez ganhar o Oscar

O roteiro de Jerry Maguire – A Grande Virada pode até parecer meio bobo e simplista, mas a maneira como foi conduzido pelo diretor e roteirista Cameron Crowe foi de uma sensibilidade quase desconcertante. Não há correria, efeitos especiais, nada do tipo. É uma história totalmente realista e plausível, do tipo que poderia acontecer com você ou com o seu vizinho. Os problemas dos personagens são situações com as quais podemos nos identificar e nos compadecer.

Clássica cena do "Show me the money!"

O brilho do filme também se dá pelas atuações. Tom Cruise está muito bem no papel título. Tem aquele seu jeito de sempre, característico do ator, mas é possível ver que ele se tornou Jerry. O mesmo posso falar da Renée Zellweger, que mostra uma mulher aparentemente forte, mas com o coração já cansado de ser partido e remendado. Jonathan Lipnicki é uma gracinha. No filme tinha quatro anos e deu um show em muitos atores veteranos.

"You got me at hello"

Mas ninguém ganha de Cuba Gooding Jr, tanto que ele ganhou o Oscar por esse filme. Deu a sua alma e coração pelo personagem. A cena em que ele está no telefone com Jerry Maguire e começa a gritar “Show me the money!” é impagável e clássica.

Acho que esse menininho cresceu...

Jerry Maguire – A Grande Virada, além do Oscar de melhor ator coadjuvante para Cuba Gooding Jr, venceu o Globo de Ouro na categoria Melhor Ator em Cinema – Comédia/Musical, que foi para Tom Cruise. 

Recomendo muito.

Teca Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário