terça-feira, 26 de maio de 2015

Apenas Um Dia: Gayle Forman ataca novamente!


Você já parou para pensar que apenas um dia, só um diazinho de nada, pode mudar a sua vida para sempre? Trágico e meio exagerado, eu sei, mas essa é a verdade. Quando você se permite experimentar aquilo que é diferente, que te dá medo, tudo pode virar de ponta cabeça. E isso pode ser maravilhoso.

Depois de Se Eu Ficar (Comentei aqui) e Para Onde Ela Foi (Aqui), Gayle Forman ganhou um espaço especial no meu coração literário. Essa mulher sabe escrever histórias emocionantes, interessantes e que vão de acordo com as batalhas que os jovens adultos travam diariamente. Seu livro Apenas Um Dia, da editora Novo Conceito que peguei em parceria com a Livraria Janina, é um dos melhores que li esse ano (E olha que já foram muitos!). E se você está com o pé atrás por medo de essa ser uma história tristíssima como dos outros livros, não se preocupe. Essa não é de chorar.


Alysson é uma garota certinha, organizada, sistemática, que anda na linha e tem o seu futuro todo traçado. Ou seja, vive uma vida meio chata e previsível. Ao terminar o ensino médio, seus pais lhe dão de presente uma viagem pela Europa para visitar os pontos turísticos e culturais mais famosos do mundo. Claro que o grupo de jovens que está com ela nesse curso de extensão gosta de se divertir, beber, ir à festas e fugir da programação. Mas Alysson não. Ela é do tipo que após a visita ao museu passa a noite no hotel vendo filme ou dormindo.

No final do tour, Alysson resolve fazer um pequeno desvio da agenda quando Willem, um holandês espírito livre, a chama para assistir a sua apresentação ao ar livre de uma peça de Shakespeare. Em seguida, ele a convida para trocar de planos e passar um dia com ele em Paris. Sem destino, sem planos, sem saber o que esperar. Contra todas as expectativas, Alysson vai. Esse período de 24 horas com Willem transforma profundamente a garota, para o bem e para o mal. Um livro sobre amor, mágoa, vida, destino, crescimento, amadurecimento e se perder para se encontrar.

Gayle Forman
Apesar de parecer que a obra inteira passa em apenas um dia, como o título dá a entender, o período em Paris, o dia que transforma Alysson, é só uma parte. A partir daí vemos como a vida da protagonista se desenrola e o que mudou. Isso é ainda mais interessante do que eu esperava, pois vemos as consequências dos atos e entendemos de uma maneira muito mais profunda os sentimentos, as revelações e o amadurecimento dela. Enquanto lia, Gayle Forman foi me surpreendendo e levou a história a rumos que eu não imaginava lá no começo. Temos um panorama geral do que apenas um dia, se permitir viver de verdade, pode fazer conosco.

Alysson é meio chata. Certinha demais, é óbvio perceber que ela está perdendo o melhor da vida e da juventude. Mas suas inseguranças, problemas familiares e modo de agir são totalmente justificáveis, de modo que podemos nos identificar com ela. Mas ainda bem que Willem aparece para sacudir um pouco das coisas, mesmo que ele seja uma incógnita. Ele gostou mesmo de Alysson? Ou é uma conquista de um dia só? Ele é um paquerador? Só um ótimo ator ou tem sentimento envolvido? Mesmo sem saber qual é a dele, dá para se apaixonar pelo cara juntamente com Alysson, mesmo com o alto risco de um coração partido.

Gayle Forman descreve Paris e outros locais de forma linda e real. Dá detalhes dos lugares por onde Alysson passa, mas só o suficiente, em momento nenhum fica chato ou com descrição exagerada da Cidade Luz. Dá até vontade de falar “Alysson, espera aí que eu vou com vocês!”.

Apenas Um Dia é um livro doce, empolgante e maravilhoso. Estou esperando ansiosíssima a continuação, Apenas Um Ano, que pelo que entendi é o ponto de vista de Willem de toda essa história. E quem leu o primeiro, com certeza está curioso para saber o que ele tem a dizer.

Recomendo muito.

Compre um para você aqui na Livraria Janina.

Teca Machado


26 comentários:

  1. ah gostei, acho que eu sou meio que nem a alisson! haha e to querendo ir pra europa conhecer uma turma assim hein hehe

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lívia, se fizer isso, vai ter a aventura da sua vida!
      *.*

      Beijooos

      Excluir
  2. ah gostei, acho que eu sou meio que nem a alisson! haha e to querendo ir pra europa conhecer uma turma assim hein hehe

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Bem interessante!!! Já fiquei com vontade de ler esse livro
    Beijokas da Camila e Carol
    http://www.vamospapear.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, ele é super interessante mesmo.
      Se puder, leia.

      Beijoo

      Excluir
  5. Oi Teca,
    Eu conheci a escrita da autora através da duologia Se Eu Ficar e gostei bastante.
    Fiquei muito interessada em ler este e estou contente em saber que ele não é para chorar, ufa rs.
    Ter Paris como "pano de fundo" deve ter dado um toque a mais ao romance, sem falar que vou adorar conhecer mais o país :)
    Parabéns pela resenha!
    Beijos,

    http://versosenotas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bárbara, Paris faz toda a diferença em qualquer livro ou filme.
      E esse é muito legal, não é triste, pode ler sem medo.
      :)

      Beijoooos

      Excluir
  6. Ai, ai, já amei com essa sua resenha maravilhooosa, quero muito ler *-* A história parece bem interessante e envolvente, tô precisando de um livro assim na minha vida


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thayse, ele é uma coisa linda mesmooooo!
      Você precisa de um Willem na sua vida. Aliás, todas nós precisamos, hehe.

      Beijooos

      Excluir
  7. Oi Teca!
    Adorei a resenha, fiquei curiosa pra ler e descobrir quais foram as descobertas (e as mudanças) da protagonista. Se permitir e se conhecer é muito importante. =)
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Priscilla, as descobertas são muito boas mesmo.
      Se puder, leia o livro.
      :)

      Beijoooo

      Excluir
  8. Oi, Teca! Tudo bem? Nossa, o livro é um dos melhores que você já leu nesse ano? Então pelo visto, ele é ótimo! Me lembro de ter lido outra resenha bem positiva para Apenas Um Dia, então cada vez vou ficando mais interessado para ler o livro... Acho que vou deixar para comprar a nova edição que a NC vai lançar com uma capa bem linda! <3 Adorei a resenha! :)

    PS: Te indiquei em uma TAG (Frases de Mãe) lá no meu blog! ;)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tony, eu queria a outra capa, mas comprei esse faz um tempinho. Triste.
      Maaaaaaaaaaaas o livro é sensacional.
      Acho que você vai gostar, sim, pelo que conheço do seu gosto literário.

      Beijooos

      Excluir
  9. Ai Teca, acho que esse livro caiu na hora perfeita pra mim :( tô num momento da vida que só de ler a resenha a história já me tocou e fez refletir. Pode ter certeza que já vou adquirir o livro correndo haha eu sempre tive uma impressão meio errada dessa obra, achava ela meio sem cabeça de se jogar assim do nada numa aventura, mas tudo que você passou dá a entender que vai muito além disso.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem post novo no blog sobre os Multitalentos, vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, vai muito além.
      Parece uma coisa meio burra ir com um desconhecido para Paris, mas no livro faz sentido.
      Acho que você vai gostar.
      :)

      Beijooos

      Excluir
  10. Quer muito ler esse livro
    acredito que vou gostar bastante
    ótima resenha

    Mil beijocas
    ⋙ ♥ Blog Livros com café

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pepi, ele é uma graça!
      Se você gosta do gênero, vai gostar do livro.
      :)

      Beijoooos

      Excluir
  11. Oi Teca,
    Adorei sua resenha confesso que tenho muita curiosidade acerca desse livro, li apenas se eu ficar da autora até o momento mas gostei bastante,apesar de ser bem tristinho...esse parece ser um pouquinho diferente. e adorei saber que a autora descreve Paris também adoro livros assim...será que sai um filme desse também?
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que saia um filme.
      Ele é tão lindo e passa em Pariiiiiiiiiis, essa linda.
      *.*
      Esse não é triste, leia sem medo, hehe.

      Beijooos

      Excluir
  12. Respostas
    1. Lulu, espero que possa ler.
      Ele é muito bom!

      Beijooos

      Excluir
  13. Parece ser muito bom esse livro!
    Realmente, um dia pode mudar tudo. Na verdade, um minuto já pode, imagina um dia inteiro, não!? ^^
    Fiquei super a fim de ler o livro!
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, qualquer momento pode mudar tudo.
      E esse dia em questão mudou muita coisa.
      :)

      Beijooos

      Excluir
  14. Oi Teca!
    Minha experiência com a autora é diferente da sua: eu li "Se eu ficar" e não gostei. Achei que ficou faltando alguma coisa, sabe? Desde lá fiquei com um pé atrás com a Gayle.
    Não sabia que esse livro também fazia parte de um dueto com o ponto de vista de outro personagem. Ótimo para quem curtiu tanto a história como você :)
    Deve dar mesmo muita vontade de correr encontrar os personagens em Paris, rsrs
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah, em Paris eu iria para encontrar até o Conde Drácula, hahaha.
      Pena que você não gostou de Se Eu Ficar.
      Eu amo tanto.
      Mas se quiser dar mais uma chance para a autora, Apenas Um Dia é uma boa ideia.

      Beijooos

      Excluir