sábado, 22 de agosto de 2015

Não é apenas mais um livro sobre cachorro: Soldier – Leal Até o Fim


Soldier – Leal Até o Fim, de Sam Angus, da Editora Novo Conceito, foi um livro que me surpreendeu. No começo achei que ia gostar, mas não tanto. A história me prendeu, me fascinou, me deixou tensa, me fez chorar e me fez sorrir. Gosto de livros sobre cachorros (Apesar de que os finais geralmente são muito tristes), mas tirando Marley & Eu nenhum deles está entre os meus preferidos. Soldier entrou nessa lista.

Livro cedido pela Editora Nova Conceito

A história é ambientada nos últimos dois anos da I Guerra Mundial, em 1917 e 18. Apesar de não ser real, o enredo teve como base o trabalho de cães que atuaram como mensageiros durante o conflito, naqueles momentos críticos em que todos os outros tipos de meios de comunicação estavam extintos. Esse foi um dos fatos que me fizeram gostar ainda mais do livro, saber que todo aquele esforço e amor dos animais, sem pedir nada em troca, realmente existiu e aqueceu um pouco dos corações dos soldados endurecidos pela batalha.

Em Soldier – Leal Até o Fim, Stanley, de 14 anos, viu seu mundo desmoronar depois que a sua mãe morreu e o seu irmão mais velho, Tom, foi para a guerra. Só sobrou ele, o pai e Rocket, a cadelinha sangue puro que foi campeã de concursos caninos. Mas com tanto sofrimento, o pai de Stanley se transformou em outra pessoa, amargurado, triste, violento e sem compaixão. Quando Rocket fica prenha de um cachorro mestiço, o pai fica ainda mais furioso, ameaçando matar todos os filhotes. Stanley, apaixonado pelas crias, não suporta mais a agressividade do pai e foge de casa.

Sam Angus
Stanley mente a sua idade e se alista no exército britânico. Longe de ser patriota ou querer acabar com o conflito, tudo o que o rapaz deseja é encontrar o seu irmão, que está na linha de frente do combate na França. Mas não é tão fácil assim e Stanley, por seu amor por cachorros, acaba na unidade de adestramento de cães mensageiros. E é por meio do amor incondicional dos animais que Stanley consegue suportar os horrores da guerra.

Stanley é um doce. Dá vontade de colocar esse menino no colo, abraçar e falar que guerra nenhuma vai pegá-lo. Todo o livro é contado em terceira pessoa pelo ponto de vista do protagonista, então temos acesso aos seus pensamentos, medos, alegrias e descobertas. Vemos como ele passou da ingenuidade e inocência e um homem muito mais velho do que a sua idade. O amadurecimento do personagem é constante e muito real. O relacionamento que ele tem com os cães é muito bonito, muito bem explorado, sem puxar para o drama.

Os cachorros que Stanley tem, Bones, Soldier e Pistol, são um caso a parte da fofurice animal. Preciso de um Bones para mim, um dinamarquês gigante (A raça do Scooby Doo) magnífico e imponente em todo o seu tamanho, mas que é um bebezão amável por dentro.

Mais do que um livro sobre cachorros ou sobre guerra, Soldier – Leal Até o Fim é uma história de amizade, de amor incondicional, de lealdade e companheirismo. Sim, você vai querer chorar, mas não a ponto de se afogar em lágrimas. Sam Angus descreve os horrores da guerra, das bombas, do tormento dos soldados, mas não usa isso como emoção exagerada. Só acho que o final ficou amarradinho demais, fugindo um pouco da realidade, mas eu gostei, não tenho problemas com mundos melhores.

É um prato cheio para quem gosta de cachorros (E mesmo para quem não gosta). Recomendo um montão.

Teca Machado


14 comentários:

  1. Tecaaaaa, puquê fazes isso com meu heart? ççççççççççç tô megamente louca por esse livro, e agora preciso mais ainda dele!! hahaha só pela capa já dá vontade de esmagar o livro né, é uma garantia que dentro contém uma história incrível, assim como você demonstrou ser na resenha *-*

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Uma curva no tempo", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Aaaah, essa capa é muito amor, né?
      Leia logo! Você vai amaaaaaaaaaaar!
      *.*

      Beijoooos

      Excluir
  2. Tecaa menina,
    eu tinha passado batido em algumas resenhas, e depois de ler a sua, eu to indo marcar no Skoob, pera aí.
    Marquei, pronto. Parece ser tão fofo *--* e não leio um livro tão bom quanto Marley desde... .bem, desde o Marley. PODE NAO FAZER ISSO, to podendo nao rsrsrs

    Esse outlander só ouvi coisa boa! Ainda acho ele intimidador (aconteceu com a guerra dos tronos e amei), vi o terceiro e a capa é muito bonita!

    Mas são mesmo hehehe
    meu Deusss kkk sua sobrinha nao vi, mas voces duas :o uauu!

    Tequinha e o Correio :D
    tirar uma foto dele em qualquer lugar da minha cidade?
    vou seguir o tumblr hehehe

    Um beijo!
    Pâm - www.interruptedreamer.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pâmzoca, desde Marley eu também não via um livro de cachorro tão bom!
      Marque no Skoob, compre, leia e ame!
      *.*
      Tenho certeza que você vai amar loucamente.

      Beijooos

      Excluir
  3. Gostei muito da tua resenha, mas confesso que nunca leria um livro sobre cachorros, tenho cinofobia e aí já viu, né?


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thayse!
      Sério? Que pena!
      Esse é tão amor!
      Se um dia for ler um livro de cachorro, leia esse.
      :D

      Beijooos

      Excluir
  4. Adoro livros com cachorros e adoro obras que tratam da guerra. Então, com certeza vou querer conferir essa obra.
    Excelente dica.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é uma mistura dos dois.
      Como não amar?
      :)

      Beijoooos

      Excluir
  5. Respostas
    1. Oi, meninas!
      Que bom que deu vontade.
      Eu gostei demais.

      Beijoooos

      Excluir
  6. Já fiquei com o coração apertado só com sua resenha. Adorei Marley e eu também e quero muito ler esse livro agora. Nada mais impactante que a guerra na minha concepção e essas histórias sempre mostram que mesmo com todo o horror ainda há esperança e bons sentimentos.
    Nada mais tocante que um cachorro ou um gato pra mim. <3

    Bjs

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Esse livro prova de que ainda há amor e esperança no mundo.
      Se você gosta de animais, então vai morrer de tanto amor.
      Recomendo muito para você.

      Beijoooos

      Excluir
  7. Parece ser um lindo livro!
    Já quero! *-*
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo demais, Mone!
      É muito muito amor.
      Você vai gostar.
      :)

      Beijoooos

      Excluir