segunda-feira, 17 de julho de 2017

Sétima temporada de Game of Thrones: Primeiro episódio sem spoilers


E chegou a nossa época preferida do ano: As férias de julho?

Não, claro que não (até porque eu não tenho férias de julho há mil anos porque já saí da escola e da faculdade tem um bom tempinho).

CHEGOU A NOVA TEMPORADA DE GAME OF THRONES!

The winter ir coming? Nada! The winter is here!


Isso mesmo, amiguinhos, essa série muy loca que parte nossos corações a todos os momentos – todos os momentos mesmo -, mas que a gente insiste em amar porque é masoquista voltou para a sua sétima e penúltima – para nosso grande horror - temporada.

Ontem à noite rolou o primeiro episódio. Vem ver o que eu achei (e não se preocupe, porque aqui não tem spoiler nunca).

Game of Thrones sempre foi uma série de livros e de TV que não subestimou as mulheres. Podemos facilmente dizer que as mulheres em GoT são até mesmo mais importantes e mais fortes do que os homens. Claro, têm homens de peso e não bundões na maior parte do tempo, como Tyrion, Jon e Jamie, mas, convenhamos, Beyonce está muito certa quando diz: who run the world? GIRLS!


E em Westeros, sejam as mulheres más ou boas (se bem que lá não tem ninguém muito bonzinho), elas nasceram para dominar: Daenerys, Arya, Cersei, Brienne, Lady Mormont e até mesmo Sansa, que se redimiu aos olhos de todo mundo na temporada passada, são poderosíssimas. E mesmo com apenas um episódio elas já mostraram a que vieram.


Antes mesmo da música de abertura rolar (taaaaantaaaaaaantantantantaaaaantananamm), Arya Stark já ditou qual será o tom da temporada e começou o episódio da melhor maneira possível. Depois disso, o episódio ficou um pouco morno, com novos fatos, mas quase que dando uma relembrada na temporada anterior para a gente não ficar muito perdido. E, então, na última cena, Daenerys Stormborn of the House Targaryen, First of Her Name, the Unburnt, Queen of the Andals and the First Men, Khaleesi of the Great Grass Sea, Breaker of Chains and Mother of Dragons soltou uma super frase de efeito que deixou todo mundo quicando na cadeira esperando o próximo episódio.



Quase todos os personagens principais de Game of Thrones, pelo menos os que sobreviveram – que nem são tantos assim mais -, apareceram nesse primeiro capítulo, mesmo que por apenas alguns segundos. E ele contou com uma participação especial: Ed Sheeran. O cantor fez uma pontinha como um dos soldados de Westeros que Arya encontra no meio do caminho a Porto Real. Ele canta, conversa e até oferece a sua comida à nossa diva.


Algumas revelações foram feitas – Sandor Clegane que o diga! -, acontecimentos do último episódio da temporada 6 tiveram continuidade e, finalmente, Daenerys chegou ao seu lugar de direito, o que significa que AGORA O BICHO VAI PEGAR!


Game of Thrones sempre foi uma série cheia de teorias na internet, uma delas tendo se concretizado no último episódio da temporada passada e eu dei gritos de vivas e alegrias. Mas anda rolando uma que eu quero muito que seja verdade: que Ned Stark não morreu (relaxa que isso está longe de ser spoiler porque a criatura foi morta na primeira temporada). Meus amigos sabem, eu SEMPRE disse que nunca engoli a história da sua decapitação, então, se isso acontecer nessa temporada – ou na próxima – saibam que acredito nisso desde que li o primeiro livro. Ficou curioso com a teoria? Leia aqui.

Preparados para as próximas semanas? Chega logo, domingo que vem!

Teca Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário