sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Simplesmente Acontece é simplesmente maravilhoso


Conheça Rosie e Alex, o casal mais azarado do mundo. Eles são melhores amigos desde os cinco anos de idade, todo mundo sabe que são perfeitos um para o outro (Menos eles mesmos), mas o destino não colabora muito. Toda vez que surge uma oportunidade de se entenderem, algo muito ruim acontece, como ex-namoradas, mudanças de continentes, filhos, empregos e tudo o mais que pode dar errado. Aí eles continuam na amizade e o leitor torcendo loucamente para que caiam nos braços um do outro. O livro Simplesmente Acontece, da autora Cecelia Ahern, que peguei em parceria com a Livraria Janina, é um livro sobre amor, amizade e não se deixar abalar pelas catástrofes do dia a dia.


Cecelia Ahern é também a autora do fantástico P.S.: Eu Te Amo (Que eu só vi o filme, poxa vida), então vocês já sabem que podem esperar um livro de alta qualidade e de muitos corações voando. Em Simplesmente Acontece vemos toda a trajetória de Alex e Rosie no passar de décadas de amizade.

Quando crianças, os dois se conheceram e não se desgrudaram nunca mais. Eram eles contra o mundo e ninguém mais. Até que na adolescência, Alex se muda da Irlanda para os EUA e os amigos precisam dar um jeito de manter a amizade mesmo com um oceano de distância. Mas tudo bem, eles têm um plano! Assim que terminarem o ensino médio, Alex pretende estudar medicina em Harvard e Rosie hotelaria na Universidade de Boston, as duas faculdades na mesma cidade. Só que o destino começou a intervir. No baile de formatura, aos 18 anos, Rosie fica grávida do cara que ela e Alex sempre odiaram e todos os seus projetos vão por água abaixo, assim como tudo dali para frente, ora Alex se dando mal, ora Rosie. 

Cecelia Ahern
A história vai toda sendo contada por meio de cartas, sms, e-mails, cartões postais, de aniversário, de Natal e todo tipo de comunicação escrita que pode existir. Há correspondências entre os dois protagonistas, com seus familiares, com amigos, com namorados e outras pessoas que vão aparecendo. Mesmo sem a narração detalhada de alguns eventos, é possível conhecer a fundo os personagens, principalmente Rosie e Alex. Eles abrem a sua intimidade nas mensagens trocadas e vamos nos apaixonando por eles e nos compadecendo pelas suas vidas que tomam rumos inesperados, ruins e que atrapalham tudo. A falta de comunicação entre eles é total, apesar de sempre se falarem. Dá vontade de pegar os dois, colocar um na frente do outro e dizer: “Vai, agora fala, abre logo o seu coração”.

A história deles não tem nada de extraordinário ou fantástico, tirando o tipo de amizade e amor entre eles que são raros. São pessoas comuns, com problemas comuns e que tentam fazer limonada dos limões que recebem. E, olha, Rosie, principalmente, recebe uma chuva de limões. Rosie é mais forte do que imagina e tem um senso de humor fantástico. É cheia de lamentações, mas faz parte do seu charme. Alex é engraçado, contagiante, lindo e um querido. Super queria ele para mim. Meu lado periguete literária gritou por ele o livro todo, haha.

Gosto do título original em inglês, “Onde Terminam os Arco-Íris”. É bem pensado, pois é onde todos nós, inclusive Alex e Rosie, queremos chegar: no pote de ouro do fim do arco-íris e encontrar a felicidade. É o tipo de livro que no final te deixa com um sorriso no rosto e te faz abraçar o livro (Ou só eu que sou louca e abraço livros?).

Simplesmente Acontece (Com o título em inglês de Love, Rosie), virou filme e estreia mês que vem no Brasil. Desde que vi o trailer fiquei enlouquecida para ler logo. Pelo que pude ver do trailer, é um pouco diferente, contando menos anos da vida deles, mas parece que a essência é a mesma. No papel de Rosie está Lily Collins (De Os Instrumentos Mortais e que se aparecesse na minha frente ia ter a sobrancelha feita à força) e o gatinho Sam Claflin (De Jogos Vorazes, onde interpreta Finnick Odair).





Recomendo demais.

Sei que você gostou e agora quer comprar um para você também. Tem aqui na Livraria Janina.

Teca Machado


Nenhum comentário:

Postar um comentário