terça-feira, 21 de outubro de 2014

Réquiem – O final sem final da trilogia Delírio


Aí você está lá todo empolgado lendo o livro final de uma trilogia, faltam apenas cinco páginas para acabar e o trem está pipocando. Você pensa “Nossa, a autora deixou realmente para o final para explicar tudo”. Só que, então, faltando duas páginas, só piorou a situação dos personagens, nada ainda de uma resolução e você fica aflito. Aí acaba, lê a última frase e a porcaria da trilogia simplesmente não tem final. Nada. Nadinha. Niente. Nothing. Isso aconteceu comigo semana passada lendo Réquiem, o final da série Delírio, de Lauren Oliver.


Se você não leu Delírio (Comentei aqui) e Pandemônio (Aqui), não prossiga porque tem spoiler do final dos dois primeiros livros.

A impressão que eu fiquei é que Lauren Oliver se enrolou tanto com a história, explodindo guerras, brigas e matando os personagens, que se viu num beco sem saída. Então, ao invés de pensar no desfecho inteligente, ficou com preguiça e disse “Ah, inventem vocês mesmo o final porque está complicado demais”.

Em Réquiem a sociedade está cada vez mais rebelde e com simpatizantes da causa da não-cura. A revolta atinge seu ápice e uma revolução está prestes a explodir. O grupo de Inválidos do qual Lena faz parte anda pelo interior dos Estados Unidos procurando um local seguro para montar acampamento, mas percebe que a sua missão é participar ativamente das movimentações no país. Mesmo com recursos escassos e sofrendo perseguição mais forte dos reguladores, os Inválidos cansaram de se esconder e realmente vão à luta.

Enquanto tudo isso está acontecendo, Lena está mais perdida do que nunca. Ela participa ativamente da questão política, mas seu coração está indeciso. Alex voltou, apesar de todos acharem que ele tinha morrido, e Julian ainda morre de amores por ela, tendo largado toda sua vida para poder viver uma existência de amor com a garota. Ela não sabe quem quer.

Lauren Oliver
A diferença para os outros livros da série é que Réquiem tem capítulos narrados por Hannah, a ex-melhor amiga. Ela e Lena alternam a história. Hannah, vivendo em Portland, na segurança de dentro dos muros da cidade, foi curada e pareada com o filho do prefeito. Numa vida que aparenta ser perfeita, a garota te receio que a sua cura não tenha funcionado totalmente.

Mesmo eu nunca ter morrido de amores por Hannah, os capítulos narrados por ela foram muito mais interessantes do que os de Lena. Desde a primeira resenha disse que a Lena é muito cheia de mimimis e lamentações e é bem chatona, o que em Réquiem é muito mais constante. Ela não foi justa nem com Alex e muito menos com Julian. Minha filha, tudo bem que tem dois caras gatos te querendo e você não sabe o que fazer, mas foca na guerra porque se vocês perderem não vai poder ficar com nenhum, tá? Hannah, com a sua nova personalidade curada, tem uma frieza ao mesmo tempo que tem temor por si própria que fazem o leitor querer saber mais da sua história do que da protagonista.

Ah, Lauren Oliver, você podia ter feito tão melhor, tanto mais! Ou mesmo mais um livro para a série. Eu não me importaria de ter o quarto volume, pelo contrário, ia amar. Réquiem é bom, é legal, mas só. Tenho horror de livros inconclusivos e esse foi o mais sem final que já li na vida.

Mesmo assim, a trilogia de Delírio vale muito a pena. A temática é super interessante e nos faz pensar em como uma vida sem amor seria absurda, triste e de zumbi. Leia! Mas já leia sabendo que você não vai ter acesso ao final da história a não ser que você o imagine.

Quer comprar? Tem os livros aqui na Livraria Janina.

Recomendo.

Teca Machado

9 comentários:

  1. Oie Teca =)

    Apesar de sempre ler ótimos comentários dessa série, ainda não tive a oportunidade de ler ela. São tantas séries lançadas todos os meses que fica difícil acompanhar tudo rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  2. Ai, morro de agonia de filmes inconclusivos, fico agoniada também! Muito boa a resenha <3


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
  3. oi Teca
    ai ai ai... vc realmente n gostou da Lena :p O final realmente foi complicado, eu lá, acabando as páginas e ficando desesperada! Quando acabei o livro: onde está o final? qro mais! kkkk
    mas apesar disso a série realmente vale a pena :)

    bjinhus
    dudikobayashi.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir