terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Matando as saudades de Veronica Roth – Quatro: Histórias da série Divergente


Aí a saga/série/trilogia que você tanto gosta acaba. E o que você faz? Senta e chora de saudades dos personagens. Só que eis que chega o autor e diz: “Olha, como eu sou super legal com você, aqui está um livro de contos mostrando um pouquinho mais desse universo, só que do ponto de vista de um personagem que não era a voz narrativa dos anteriores. Divirta-se”. E o que você faz? Grita a todos os pulmões: “Eu te amo, autor”. Foi mais ou menos isso quando vi e li o livro Quatro: Histórias da Série Divergente, da Veronica Roth.


Comentei Divergente aqui, Insurgente aqui e Convergente aqui.

É óbvio pelo próprio nome do livro, Quatro, que a estrela da vez é Tobias Eaton, mais conhecido por Quatro. Com ele como narrador e protagonista, os quatro contos, A Transferência, A Iniciação, O Filho e O Traidor, e as três cenas exclusivas de Divergente nos dão um vislumbre de quem ele era antes de entrar para a Audácia e porque se tornou aquele homem forte, duro, sério e gostoso disciplinado.

Em A Transferência conhecemos um jovem Tobias da Abnegação que sofre calado os abusos físicos e verbais do seu pai. A Iniciação conta como foi o período de adaptação de Tobias na Audácia, assim como apresenta mais a fundo seu instrutor Amah, sua rixa com Eric e de onde veio o apelido Quatro. Em O Filho Quatro começa a acertar as contas com o seu passado familiar tendo chocantes revelações sobre os pais. E em O Traidor, único em que Tris aparece, Quatro descobre sobre o ataque da Erudição e da Audácia aos membros da Abnegação e não sabe o que fazer a respeito disso. As três cenas exclusivas são curtinhas, mas muito boas. Explicam o que Quatro estava fazendo ou pensando em momentos de Divergente.

Veronica Roth
Se você não leu Insurgente, pule o próximo parágrafo porque aqui que pode conter um spoiler.

Então, algo que me deixou meio incomodada nesse livro foi o fato de que em O Filho Quatro descobre que a sua mãe estava viva e era uma das líderes dos sem-facção, coisa que nos livros ele só fica sabendo em Insurgente, que acontece mais de dois anos depois. Fiquei na dúvida: Será que eu não lembrava que ele sabia? Não, realmente em Insurgente fica claro que ele tinha descoberto naquele momento. Então minha pergunta é: Veronica Roth errou no enredo ou Quatro só fingiu que não sabia que a mãe estava viva no segundo livro da série?

Com a mesma escrita rápida, fluida e inteligente que Veronica Roth usou nos outros livros, a leitura de Quatro voa, ainda mais porque ele é curtinho. Poxa vida! Mas foi bom relembrar o que foi ótimo e ter mais um gostinho do Quatro na minha vida.

Recomendo.

Quer ler também? Tem aqui na Livraria Janina.

Teca Machado

29 comentários:

  1. Ainda não tive a oportunidade de ler a série e nem ver o filme, mas estou com muita vontade *___*
    Assim que aparecer um tempinho, quero ler os quatro livros =D

    Blogdeaventuras.com ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mary, é bem legal!
      E com um desfecho da série que é de arregalar os olhos, hehe.

      Beijooos

      Excluir
  2. Oi Teca!!
    Já faz tempo que quero ler "Quatro"..
    Sinto saudades do universo de Divergente, exatamente como você.
    Esse pequeno conflito entre as histórias é um pouco preocupante,
    agora também estou com uma pulga atrás da orelha!
    Espero comprar o livro em breve o/
    Grande beijo ♥

    Thati;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thati, até pesquisei sobre o assunto e as pessoas ficam em dúvida se foi sem querer ou se foi de propósito.
      Mas é beeeeeem legal, dá para matar as saudades. Ou dar até mais, hehe.

      Beijoooos

      Excluir
  3. Oooi Teca!!

    Eu não li ainda a série. Estou super atrasada eu sei :( Mas não consegui comprar e acabei colocando outros na frente. Mas moooorro de vontade quando os autores dão um pouquinho a mais para nós leitores.
    As vezes eu pego os livros que já li só matar a saudads dos personagens SUHAUSHAUSHAUHSA


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Paula, sou dessas!
      Hahahaha.
      Abro principalmente no final do livro que já li e mato só um pouquinho das saudades dos meus trechos preferidos.

      Beijoooos

      Excluir
  4. E aí, Teca.

    Sabe que ainda não li essa série? Participei de um evento da série A Seleção e comentaram que Divergente é bem chato. Bom, depois dessa deixei os livros pra lá, mas fico lendo coisas positivas sobre eles e acabo na dúvida.

    beijos
    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu não acho chato, pelo contrário. Só que é beeeem diferente de A Seleção, tanto em gênero quanto em personagens.
      Dá uma chance para o primeiro livro. Vai que você gostar?
      :)

      Beijoooos

      Excluir
  5. Não aguentei não ler o parágrafo que tinha spoiler hahaha!
    Assim que eu terminar de ler os outros dois, vou correndo comprar esse e ter mais um pouquinho do Quatro na minha vida também. ♥

    Beijocas,
    Carol
    www.pequenajornalista.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha.
      Eu também leria, Carol, sou curiosa!
      Continua para o Quatro voltar ao seu mundo.

      Beijoooos

      Excluir
  6. Nunca li esses livros! Mas já vi o filme e adorei, to precisando ler também haha
    http://www.algumasprimaveras.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Larissa, e o filme é bem parecido com o livro.
      Vale bem a pena.

      Beijooos

      Excluir
  7. Oi, Teca! Tive o prazer de ler apenas Divergente (atrasada, eu sei). Todo mundo fala para eu continuar a série e eu quero muuitoo fazer isso, mas cadê tempo? Com certeza agora em 2015 vou fazer de tudo para colocar minhas leituras da Veronica Roth em dia.
    Adorei o texto!
    Beijoss
    missbennet.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Isadora!
      Aaah, continua! :D Não desiste.
      Insurgente, o próximo para a sua leitura, é o melhor para mim.

      Beijooooos

      Excluir
  8. Teca, você trouxe a dúvida que eu tinha: "ele não sabia?". Sei lá, acho estranho ela ter deixado um detalhe tão impactante da história passar despercebido nesse novo livro. Mas, ao mesmo tempo, acho muito esquisito ele ter fingido que não sabia disso antes daquele momento em "Insurgente". Mistério! haha De qualquer forma, adorei poder passar mais alguns momentos nesse mundinho e ter mais informações sobre a visão dele na obra. Me divido entre adorar o "Quatro" e em ter vontade de dar uns tapas nele. haha

    Beijo, beijo - http://megsarmybookclub.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois ééééééé.
      Fica aquela sensação que em qualquer um desses dois casos é ruim.
      :(
      Aah, dá vontade de dar umas sacudidas nele em Convergente, mas eu ainda adoro ele. Ele continua muito gato na minha mente e no filme, hehe.

      Beijoooos

      Excluir
  9. É realmente muito bom quando o autor faz isso
    Mas infelizmente nunca li nenhum livro da série
    Apesar de amar distopia, ainda não tive oportunidade de conhecer essa

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é muito boa.
      Se gosta de distopias, provavelmente vai gostar de Divergente.
      :D

      Beijooos

      Excluir
  10. Não li ainda essa série, mas estou doida pra ler! As pessoas comparam muito essa com THG, então tenho medo de amar as duas igualmente. suahsahushu

    http://arquivosderafaela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, a única que me lembra as duas é a personagem principal feminina e marcante.
      Mas é bem boa!

      Beijooos

      Excluir
  11. Ainda não li essa série, mas é uma das que estão na minha listinha... ^^
    Em breve lerei!
    Mas é ótimo quando a gente acha que a história acabou e, de repente, o autor nos faz uma surpresa dessas! ^^

    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, fiquei dando pulinhos de alegria, ainda mais que o Quatro é um gato, haha.

      Beijooos

      Excluir
  12. Oiee ^^
    Aaah eu amo essa mulher! Veronica Roth arrancou meu coração e pisou em cima dele no último livro, mas ainda adoro ela. Estou com Quatro aqui para ler, mas antes vou tentar diminuir um pouco a pilha de 2013...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dryh, me sinto exatamente como você, haha.
      O que ela fez foi maldade, mas a gente ainda a ama.

      Beijoooos

      Excluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Teca! Só li Divergente, então não li o post todo! hahaha Estou bem ansioso para ler Insurgente e Convergente! E Quatro também! Ótima resenha! :)

    PS: Convidei você para fazer um balanço literário em um post lá no meu blog!

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Insurgente é o melhor na minha opinião.
      Você vai adorar, pelo que já vi do seu gosto literário.

      Eu viiiiiiii! Adorei. Já até respondi lá.

      Beijooos

      Excluir
  15. Oi, Teca!

    Adorei sua reação, hahahaha. Também fiquei eufórica quando soube que lançariam "Quatro", pois ele sempre foi meu personagem favorito da trilogia.
    Tive essa mesma dúvida que você, penso que o Quatro de fato já sabia, mas disfarçou muito bem em Insurgente.
    Adorei a resenha!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafaela, essa dúvida me incomodou, mas tudo bem, adoro o Quatro!
      Hahahaha, é a reação de uma leitora meio louca.

      Beijoooos

      Excluir