sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Expresso do Amanhã – Uma grata surpresa de médio orçamento


Expresso do Amanhã, do diretor coreano Joon-ho Bong, é aquele tipo de filme que você vai para o cinema sem esperar muita coisa, afinal, ele não teve marketing nenhum no Brasil e a única coisa que você sabe é que tem o Chris very hot Evans e muita neve. Mas, no final das contas, o espectador sai de lá surpreendido por um filme diferente, genial e muito bom.


Baseado na graphic novel francesa Le Transperceneige (O Perfura Neve), Expresso do Amanhã é mais um filme da leva de produções pós-apocalípticas. Só que diferente dos seus antecessores, mais do que explorar o quase fim da humanidade e do mundo, há uma crítica social muito mais forte e muito mais interessante, a de que mesmo em espaços menores e com menos pessoas, o ser humano preserva as desigualdades e classes sociais.

Quando o efeito estufa e o calor da Terra ganharam forças, os cientistas inventaram um componente para ajudar a resfriar o planeta a níveis agradáveis. Só que a substância não pôde ser controlada e congelou o planeta a ponto de acabar com a vida. Os únicos representantes da espécie humana que sobreviveram foram aqueles que embarcaram no trem do visionário Wilford (Ed Harris), um milionário apaixonado por locomotivas que construiu uma máquina gigantesca autossustentável de 1001 vagões que tem vida própria. O trem roda o mundo todo em exatos 365 dias e nunca para.

Mundo congelado

O trem

Na virada do 17º para o 18º em que o trem começou a rodar, os passageiros da cauda estão insatisfeitos. São contados diariamente como gado, vivem apertados, na sujeira, comem apenas uma barra protéica de aparência nojenta e sofrem mutilação como punição. No momento em que duas crianças são roubadas para o magnânimo Wilford, uma espécie de Papa, de ser superior para os habitantes do trem, finalmente chegou a hora da revolução que Curtis (Chris Evans) tanto relutou em liderar com Gilliam (John Hurt). Ele e outros do último vagão desejam tomar a locomotiva para acabar com as desigualdades, mesmo sem saber como a primeira classe vive. Mas passar entre os vagões não é algo tão fácil e é nessa alucinada caminhada do fundo para a frente que o espectador é levado. A cada novo vagão, novas dificuldades e novas decisões são acrescentadas ao pacote.

Por mais que o cenário de Expresso do Amanhã seja absurdo e um tanto caricaturado, afinal, é de um trem que estamos falando o diretor soube dar um clima totalmente crível, faz o espectador acreditar que viver daquele modo é possível. As cenas, principalmente de ação, são extremamente bem feitas, diferentes do que estamos acostumados a ver em blockbusters.




As diferenças entre primeira classe e o fundo são gritantes. Enquanto uma é escura, sem cores ou luz natural, perspectivas ou diversão, a outra é clara, cheia de janelas, espaçosa e lotada de saunas, piscinas, boates, restaurantes, salões de beleza, escola, drogas e até mesmo locais para orgias. Vamos conhecendo a parte dianteira do trem por meio dos olhos de Curtis e outros revolucionários, a estranheza que eles têm do local é a mesma do espectador.


A crítica social é clara: Os ricos acreditam que todos os lugares no mundo são estabelecidos. Se você é pobre, fazer o que? É esse o seu espaço no planeta, aceite. Mas com o passar do filme, essa questão se aprofunda até um final inteligente de deixar o queixo meio caído. É preciso refletir sobre as camadas de complexidade do filme, que vão além do que os olhos veem.

Outro trunfo de Expresso do Amanhã é o elenco muito bem escolhido. Chris Evans está aí para mostrar que não é só um rostinho (E corpinho, ui) bonito, é um ótimo ator. Na sequência final, quando ele tem um monólogo, mostra todo o seu potencial. Tilda Swinton samba na cara de todos os atores do mundo. Uma espécie de Ministra das Relações Exteriores do trem, é caricaturada sem pesar no exagero e está quase irreconhecível. Excelente. Outros nomes de peso estão no filme, como a vencedora do Oscar Octavia Spencer, Billy Elliot Jamie Bell e o astro sul-coreano Kang-ho Song.

Muita boniteza para o meu coração, haha


Expresso do Amanhã foi filmado em 2013, mas problemas do diretor com o grande estúdio que iria fazer a distribuição fizeram com que o lançamento fosse atrasado. As divergências foram tantas que os produtores mudaram de estúdio para um muito menor, por isso a pouca divulgação. Mas o filme, de orçamento médio de U$ 40 milhões, uma merreca comparada a filmes como Os Vingadores, vem ganhando visibilidade devido aos prêmios em festivais e aprovação de público e crítica. Vale muito uma ida ao cinema.

Recomendo bastante.

Teca Machado


10 comentários:

  1. Olá!

    Não conhecia o filme, mas achei bem interessante. Vou esperar sair em DVD, ando sem tempo de ir ao cinema rs

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kamila!
      Demore, mas não deixe de assistir.
      É bem bom.
      :)

      Beijoooos

      Excluir
  2. Oi, Teca!

    Faz tanto tempo que não vou ao cinema que nem sei quais filmes estão passando! Hahahaha
    Mas adorei o que disse sobre o Expresso do Amanhã e verei se consigo assistir ainda.

    Te conto depois o que achei, mas só o fato de ter o Chris Evans já me dá ânimo para assistir! Hahahahaha

    Bjs

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Chris Evans anima qualquer coisa, hahaha.
      Espero que assista e goste.
      :)

      Beijooos

      Excluir
  3. Uau! Você conseguiu colocar esse filme na minha lista de 'vou ver', gosto de histórias que discutem as desigualdades, que problematizam a ideia de quem a realidade é dada e conforme-se se você é pobre e favelado. Gosto de filmes que questionam isso, que me instigam, filmes com mensagens nas entrelinhas!


    #DoQueEuLeio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pandora!
      Se você gosta da temática, então vai se deliciar com esse filme.
      Esse filme é uma surpresa muito boa.

      Beijoooos

      Excluir
  4. Teeca, to toda enrolada com um curso e mal tive tempo de retribuir sua visita! Também ainda acho engraçado já conhecer o Caio haha e achei tudo isso bem legal! Sou super cinéfila e nunca ouvi falar desse filme, gente! Ele parece ser muito bom, bem crítico mesmo e com um elenco incrível! Vou procurar pra assistir! Adorei sua resenha.

    beijo
    www.belatriz.info

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tranquilo, Bia.
      Eu também ando enrolada, com comentários mega atrasados.
      Esse filme tem mesmo um super elenco e foi muito pouco falado.
      Se puder, assista. :D

      Beijooos

      Excluir
  5. Oi Teca!
    O filme parece muito bom hein!?
    Super me interessei!
    Depois vou procurar pra ver, com certeza! ^^
    Adorei a resenha!
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi, Mone querida!
      Que bom que se interessou.
      Ele é tão diferente, sabe?
      Eu amei!

      Beijooos

      Excluir