quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Lugares Escuros – Adaptação cinematográfica


Há uns dias comentei aqui sobre o livro Lugares Escuros, de Gillian Flynn, autora de Garota Exemplar. Como adorei a obra, fiquei doida para assistir logo a adaptação cinematográfica, que aqui no Brasil passou no cinema e teve pouco destaque. Por sorte, o filme do diretor Gilles Paquet-Brenner já chegou ao Popcorn Time (Te amo!) e com legenda em português.


No enredo, Libby Day foi a sobrevivente de um massacre em 1985 que matou sua mãe e suas duas irmãs. O maior suspeito era Ben, seu irmão mais velho, e Libby testemunhou contra ele, o que lhe rendeu prisão perpétua. Décadas mais tarde, Libby vive uma vida sem rumo, sem graça, sem objetivo. Os traumas foram muito grandes. Ela nunca quis pensar sobre os acontecimentos daquela fatídica noite, são os lugares escuros da sua mente que não gosta de visitar. Até que um grupo de aficionados pelo seu caso oferece dinheiro para que Libby investigue tudo que está por trás do massacre, o que ilumina fatos que nem mesmo a polícia descobriu na época.

O clima tenso do livro é transportado para o filme, feito muito por meio dos flashbacks. Há aquela indagação de “que porcaria aconteceu naquela noite?” e a sensação de que tudo está indo ladeira abaixo rapidamente para os personagens. Como eu já sabia o que acontecia por causa do livro, prestei bastante atenção aos detalhes que levariam ao desfecho surpreendente, mas para quem como meu marido nem tinha ideia do que ia acontecer, foi extremamente chocante. Como toda história de Gillian Flynn, ela deixa o leitor/espectador com um incômodo. Não dá para ficar indiferente ao roteiro/livro.

Patty e as filhas em 1985

Libby nos dias atuais

Ben na noite em que tudo deu errado

 Libby é interpretada na idade adulta por Charlize Theron, que encaixou perfeitamente no papel da problemática, esquentadinha e estranha Libby. É o tipo de trabalho que a atriz gosta e o faz com maestria, além de ser produtora do filme. Nicholas Hoult é Lyle, o presidente do grupo que pede para que a protagonista investigue o crime. Corey Stoll é Ben na idade adulta e Tye Sheridan o personagem na adolescência. Ambos os atores deram o tom dramático, tímido e rebelde ideal que o rapaz pedia. Outros nomes conhecidos no elenco são Christina Hendricks, que faz Patty, a mãe de Libby e Ben nos flashbacks, e Chlöe Grace Moretz, no papel da meio satânica Diondra jovem. Quem viu Se Eu Ficar e outros filmes em que a atriz faz uma garota doce, meiga e fofa nunca imaginaria que ela pode se transformar no furacão Diondra.

Apesar de não ser uma superprodução no estilo blockbuster (É só ver a quantidade de marketing que Garota Exemplar teve e Lugares Escuros não teve, além de que Gillian Flynn não foi responsável pelo roteiro dessa vez), o filme foi produzido de modo a agradar o público em geral, é um pouco mais comercial do que o livro. Não que isso seja ruim, pelo contrário. Se tivesse em tela a densidade que a obra original tem, com seus palavrões, descrições de rituais e mais, talvez muita gente fugiria do cinema. 

O furacão Diondra

Lyle, o presidente do clube que investiga casos antigos

Ben nos dias atuais

Libby

A adaptação é menos forte do que o livro, mas em momento algum perde a sua essência. Pelo contrário, ela é bem fiel à obra de Gillian Flynn. Pouco foi alterado e algumas partes foram cortadas, claro, não cabe tudo num filme, mas nada que fosse de tanta importância para o andamento da história. O que se perde um pouco é que no livro, quando mostrava os dias atuais de Libby, era narrado em primeira pessoa, então algumas reflexões e descobertas dela não têm o mesmo impacto que no original. Mas isso é normal em cinema. Mesmo que um personagem seja o narrador em primeira pessoa, não é a mesma coisa que num livro.

Lugares Escuros é um filme muito bom que merece a sua atenção se gosta de um ótimo thriller psicológico e de suspense.

Recomendo.

Teca Machado


16 comentários:

  1. Olá!

    Não sabia que esse livro tinha virado filme, mas se tem Charlize Theron, já sei que é bom. Apesar de não ser meu gênero favorito, é uma ótima pedida pra sair da zona de conforto literária.

    resenhaeoutrascoisas.blgospot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza!
      E a Charlize é sempre sinônimo de um filme bom.
      :)

      Beijoooos

      Excluir
  2. Não assistir e não é meu estilo de filme, mas vou falar pro meu amor, ele vai adorar vê. E eu tbm não li o livro ;(

    Bjuuuu
    http://www.blogjumedeiros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena que não é o seu estilo, mas se é o estilo do seu amor, tenho certeza que vai adorar.
      :)

      Beijoooos

      Excluir
  3. Oi, Teca!
    Quero muito ler esse livro e ver o filme, gostei muito da autora apenas com Garota Exemplar. Confesso que não tenho hábito em ler esse gênero, mas pelo pouco que conheço estou gostando muito, principalmente por conta da Gilian Flynn.

    Beijo.
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, a autora é sensacional.
      Vale a leitura e vale o filme, você vai gostar.
      :)

      Beijooos

      Excluir
  4. Achei bom também, mas nada surpreendente como Garota Exemplar, foi algo já esperado vindo da autora

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Máscara", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Garota Exemplar é algo insuperável, né?
      :)

      Beijoooos

      Excluir
  5. Eu não assisti ainda, Teca, mas estou super curiosa! Essa autora é super maluca e as histórias dela normalmente são incríveis.

    Ainda não li o livro também e não consigo me decidir se leio ou assisto primeiro! Hahahaha

    Bjs

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre é bom ler primeiro.
      :D
      Mas esse é tão parecido que se você está com preguiça de ler, pode pular, haha.

      Beijooos

      Excluir
  6. Aaaaah P R E C I S O ver!

    Não sabia que Nicholas tava no filme e eu adoro o trabalho dele. Charlize sempre linda. Por quê, Deus? Uns com tanto e outros com quase nada... rs.

    Popcorn é amor <3

    ataldavivian.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha.
      :)
      Eu também adoro o Nicholas.
      Vejo tudo dele.
      Nesse ele tem pouco destaque, mas é muito bom o trabalho dele.

      Beijoooos

      Excluir
  7. Esse filme me deu pesadelos kkkkk mas é muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina o que o livro fez comigo!
      Hahahaha.

      Beijoooos

      Excluir
  8. Quero ver, com certeza!
    Mas antes quero ler o livro... rs
    Fiquei imensamente curiosa pra saber o que acontece no final ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mone, é bem surpreendente, sério.
      Você vai gostar.
      :)

      Beijoooos

      Excluir