sábado, 20 de fevereiro de 2016

Horas de Desespero – Tensão por 103 minutos


Se você está procurando um filme doce, leve e tranquilo para o final de semana, o post de hoje não é para você.

O suspense Horas de Desespero, do diretor John Erick Dowdle, me manteve tensa, apreensiva e com dor no coração durante quase todos os seus 103 minutos de duração. Odeio filme de terror, mais no sentido sobrenatural, mas essa produção é do tipo que me prende a atenção.


Considerado filme B por causa do seu orçamento de apenas U$ 5 milhões (Mesmo tendo no elenco nomes como Pierce Brosnan e Owen Wilson), Horas de Desespero mostra o medo de todo americano (e acho que todo mundo): Estar no meio de uma revolução em um país asiático potencialmente perigoso.

Jack Dwyer (Owen Wilson), sua esposa Annie (Lake Bell) e suas filhas pequenas se mudam para um país não nomeado da Ásia após a empresa de tratamento de água em que trabalha assinar um contrato com o governo local. O problema é que logo após chegarem e se instalarem, o povo do país se revolta contra tal instituição americana numa espécie de guerra civil. A população começa a perseguir e matar brutalmente todos os estrangeiros, principalmente os da América do Norte. Cabe a Jack proteger sua família em meio ao caos, num país onde acabou de chegar, não fala a língua e não conhece absolutamente nada.



O desespero do filme vem porque a família Dwyer chegou há menos de 24 horas e está no meio dessa guerra sem informações precisas sobre o que está acontecendo e como sair de lá. Os rebeldes possuem uma foto de Jack, tornando-o símbolo da empresa que estão lutando contra e os perseguem arduamente em caçadas humanas de tirar o fôlego.

O diretor soube dosar o medo e a agonia de Horas de Desespero sem cair no dramalhão. Foi na medida certa. E Jack não se torna de repente o Superman que salva todo mundo, ele é apenas um pai em pânico que vai fazer de tudo, inclusive enfrentar seus temores, para salvar a esposa e as filhas. Claro que tinha que ter um agente secreto para ajudar, Pierce Brosnan, mas não como imaginamos, ele está mais para uma espécie de anti-herói com peso na consciência. 




Apesar de alguns lugares comuns, o filme foge bastante dos clichês de produções do gênero, mesmo que tenha a lição de moral de que no aperto a família se fortalece.

A fotografia é escura, “suja”, com cores terrosas, sangue e todo mundo sempre parecendo suado. Desse modo a identidade visual de Horas de Desespero combina com o enredo, assim como a trilha sonora tensa e pesada.

Apesar de estar sendo anunciado em trailers no cinema como lançamento dos próximos meses, Horas de Desespero já está no Netflix.


Mesmo com o baixo orçamento, Horas de Desespero é muito bem feito, bem produzido e com boas atuações. Vale a pena assistir.

Recomendo.

Teca Machado


10 comentários :

  1. eu adoro o owen wilson, acho que ainda nao conhecia esse filme, vou deixar o nome guardado pra qd eu quiser ver um filme de ação

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que eu também adoro, Lívia?
      E esse é um dos filmes mais sérios dele.

      Beijoooos

      Excluir
  2. Oi, Teca!!

    Eu já tinha visto o trailer e achado muito louco. Hahahaha
    Depois uma amiga minha assistiu no Netflix e falou que era muito bom que eu tinha que ver também, mas estou enrolando ainda por falta de tempo.

    Imagino que deva ser muito interessante e nos prender por algumas horas, mas voltei a estudar então meu tempo livre é quase inexistente! Hahahaha
    Vamos ver se consigo assistir pelo menos o DeadPool, né? Estou louca para vê-lo!

    Bjs

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, vale bastante a pena, viu?
      Eu gostei para caramba.
      :D
      Espero que você volte a ter tempo para ler e se divertir, haha.

      Beijooos

      Excluir
  3. Esse filme é daqueles que nos deixa alerta do começo ao fim. Super adorei, embora algumas cenas sejam bem viajadas, como eles pulando de um prédio pro outro. Maas, a história num todo é demais e não deixa nem um pouco a desejar. Vi umas três vezes e já quero ver de novo haha

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "House of night", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, muito viajado, mas qual filme de ação não é, né?
      :P
      Que bom que você gostou também!

      Beijooos

      Excluir
  4. esse filme parece ser daqueles que deixam a gente tenso do começo ao fim mas parece ser muito bom vou baixar para assistir!

    www.descrevendonuvens.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, muito tensa!
      Eu vi no feriado, deveria ter assistido algo mais leve, haha.

      Beijooos

      Excluir
  5. Nossa.. eu fiquei tensa só de ver essas fotos, imagina assistindo o filme... rs
    Mas parece ser bom! Vai pra listinha! ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ese filme mostra o que um pai é capaz de salvar seu família um filme intenso deixa o telespectador literalmente grudado na cadeia exepçiomal filme

    ResponderExcluir