sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

O Inocente – Mais um do meu muso Harlan Coben


Hoje tem post sobre o meu carequinha preferido: Harlan Coben!

Para mim esse mestre do suspense policial é um dos melhores do gênero e sempre, sempre mesmo me surpreende. Com o livro O Inocente, que peguei em parceria com a Livraria Janina, não foi diferente, principalmente no final. Ele amarra todas as pontas de uma maneira tão incrível e inesperada que parece que um trem te atropelou e você nem percebeu ele chegando.


No enredo conhecemos Matt Hunter, um ex-presidiário que está prestes a ser pai e voltar para o subúrbio onde cresceu. Apesar da carga negativa que ter sido preso traz, Matt é um bom homem. Na juventude ele sem querer matou um rapaz numa briga e foi condenado a quatro anos de cadeia. Após ter pago sua dívida com a sociedade, ele se casou e vive uma vida honesta, exemplar e feliz ao lado da esposa Olívia.

Mas quando Olívia viaja e ele recebe fotos e vídeos que dão a entender que ela está tendo um caso, Matt vê seu mundo tão querido desmoronar outra vez. Ainda mais porque ele tem seu nome ligado à morte de uma freira e de um homem que o estava perseguindo. Com pânico de ser enviado outra vez para a cadeia, ainda mais sendo inocente, Matt precisa desafiar as leis e mesmo a racionalidade para provar que não é culpado de nada.

Harlan Coben
Todos os personagens e ações têm um porquê de existir em O Inocente. Nada é por acaso e Harlan Coben soube amarrar tudo certinho no desfecho, e olha que tem muitas pontas soltas, tantas que eu às vezes nem me atentei ao detalhe até ele ter explicado no final. Você pode até tentar adivinhar alguns fatos do mistério e pode até acertar, mas duvido que desvende pelo menos metade. Há uma enorme rede de conspiração contra Matt, mesmo que ele tenha caído de paraquedas em tudo o que é envolvido.

Por falar no nosso protagonista, é um personagem a se gostar. Traumatizado com a vida e inseguro sobre muitas coisas por causa do seu passado, ele não se deixou corromper por causa dos anos de cadeia e é um homem bom. Olívia é ambígua e eu tive um pé atrás com ela no começo. Com o passar da história, conhecemos mais a mulher e tudo encaixa. A investigadora Loren é super badass, um excelente exemplo do sexo feminino. Forte, inteligente, que não se amedronta por homens poderosos, ela é quem vai interligando primeiro todo o caso.

O meio de O Inocente é meio enrolado, às vezes dá sono. É que vão acontecendo tantos desdobramentos do caso, tantas dúvidas e incertezas que em certos momentos cansa, mas juro que o final vale a pena. Todo livro do Harlan Coben que eu já li valeu a pena, sejam os avulsos, sejam os da série do Myron e do Mickey Bolitar.

Mais uma leitura excelente para os fãs de thrillers policiais com uma escrita fluida e dinâmica.

Só queria dizer que o próprio Harlan Coben curtiu minha foto! Muito amor!


Recomendo.

Compre seu exemplar aqui na Livraria Janina.

Teca Machado


11 comentários:

  1. Parece ser bem bacana o livro, ein! Confesso que tenho uma certa dificuldade com leitura, mas é mais pelo livro mesmo. Se ele não me prende no primeiro capítulo, não leio mais. Já fiz isso com vários. Queria indicações de coisas boas! :) Ah, e quero muito ler agora Como eu era antes de você. Já me disseram que é lindo!

    Beijos,
    Malu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Malu, eu sempre dou uma chance para o livro até a última página, mesmo que seja um saco, hahaha.
      Como Eu Era Antes de Você é incrível e maravilhoso. <3

      Beijooos

      Excluir
  2. Adorei muito a história desse livro. Não conhecia o autor nem o livro. Na verdade eu costumo ler livros de romance, mas é sempre bom mudar um pouco né? ótima indicação.

    Um cheiro!
    www.vinteetantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom dar uma renovada nos gêneros.
      Eu gosto para caramba de thrillers.
      :D

      Beijooos

      Excluir
  3. Olá!

    Aí sim, até o Harlan curtiu! Li outra obra dele, Cilada, e não me encantou tanto, mas quero ler outro livro dele para ter certeza se gosto ou não hahaha

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto muito de Cilada.
      Tenta outra, amo várias, haha.

      Beijooos

      Excluir
  4. Oi, Teca!!

    Só quero dizer que eu acertei quase tudo! Hahahaha
    Na verdade só não consegui acertar a ligação da freira porque não fazia sentido de fato até chegar no fim do livro.
    Mas achei a história muito boa também.

    Fiquei interessada e anotei suas dicas para leituras futuras!

    E parabéns pela curtida!! Eu sei como é o sentimento! Muito bom, né?
    Que venham mais! :)

    Bjs

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, você sempre acerta.
      Sua detetive!
      Hahahaha.
      A freira realmente era o maior mistério para mim.

      Beijooos

      Excluir
  5. O Coben é o cara por seus livros e por sua atenção com os leitores no Instagram. hehe Confesso que nunca peguei para ler a sinopse desse livro, o que não me impediu de sempre olhar para ele com algum tipo de interesse. O Coben me surpreendeu com todos os seus livros, por isso o considero um dos meus autores favoritos e quero ler todos seus trabalhos o quanto antes. Quem conhece sabe que é possível escolher com os olhos fechados sem qualquer chance de errar, né? Esse não parece ser diferente, ainda que você diga que o meio é enrolado.

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente.
      Não tem muito erro, não. Compro sem nem ler a sinopse.
      Ele realmente é o cara e um dos meus preferidos da vida.

      Beijooos

      Excluir
  6. Também adorooo os livros do Harlan!
    É viciante a leitura. ^^
    Esse também parece ser muito bom e fiquei curiosa quanto ao enredo.
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir