quarta-feira, 7 de junho de 2017

Uma Pergunta Por Dia – Jornada ao longo de 5 anos


Autoconhecimento.

Se você parar para pensar no assunto, você se conhece bem? Talvez sim, talvez não. Às vezes, colocar as coisas em papel te ajuda a criar uma perspectiva mais profunda de si mesmo, como no caso de diários e agendas. E os benefícios de se conhecer são inúmeros. Entender como você muda ao longo do tempo te ajuda a compreender a jornada e para onde você está indo, ou até mesmo te ajuda a mudar o percurso. Por isso, mais do que um livro interativo, a obra Uma Pergunta Por Dia, da Editora Intrínseca, é uma viagem sobre si mesmo e sobre os próximos cinco anos.


Como já diz o título altamente explicativo, Uma Pergunta Por Dia traz um questionamento para cada dia do ano para o leitor responder. Mas mais do que usar o livro por apenas 365 dias, há espaço para respostas num período de cinco anos. 

O grande tcham de Uma Pergunta Por Dia é te fazer pensar em coisas que você não refletiria no cotidiano e perceber como você muda – ou não – de um ano para o outro. Às vezes as perguntas são profundas, como o que é ética para você, quais são seus valores e como você define a sua espiritualidade, em outros casos são questionamentos mais simples, como qual foi a última coisa que você comeu, quantos palavrões você falou hoje e qual sua cor preferida. Mas, de qualquer modo, você para por alguns momentos e precisa pensar numa resposta sincera. 

Pergunta de hoje



O livro é quase uma espécie de diário de autoconhecimento, então é muito interessante que você seja verdadeiro consigo mesmo para se conhecer melhor. Se for o caso, faça como quando era criança e esconda seu exemplar dos outros moradores da sua casa (sei que eu fiz muito isso. Meu esconderijo preferido era debaixo do colchão, haha).

E o bacana é que você pode começar Uma Pergunta Por Dia em qualquer dia do ano, não precisa ser em 1º de janeiro. Não é como uma agenda que se você começar hoje, todos os meses anteriores ficarão em branco. No próximo ano eles serão preenchidos e assim por diante.



O difícil de Uma Pergunta Por Dia é criar o hábito de deixar atualizado. O meu mesmo está algumas semanas em atraso, mas pretendo colocar em dia hoje mesmo. Já dei a primeira volta no meu exemplar e comecei a comparar as respostas com o ano passado. Até agora nada muito diferente. Acredito que verei as diferenças de verdade quando passar mais do que um ano ou dois.

E para as mães, a Editora Intrínseca lançou Uma Pergunta Por Dia Para Mães, no mesmo estilo, mas voltado para a maternidade.



Recomendo.

Teca Machado

10 comentários:

  1. ai que maximooooooooooo! adorei ver como é por dentro, quais sao as perguntas, nossa, eu super ja quero esse livro pra mim tbm!!!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lívia, é MUITO legal!
      Você vai gostar, tenho certeza!

      Beijooos

      Excluir
  2. Um homem está velho quando deixa de questionar a si próprio.
    (frase do livro "desaforismos" de Georges Najjar Jr)

    ResponderExcluir
  3. Teca, adorei essa ideia! Confesso que seria difícil mantê-lo atualizado, mas é uma ideia muito interessante!

    Beijão, mariasabetudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu não é atualizado, é uma vergonha, hahaha.
      Mas estou tentando deixar em dia.
      :P

      Beijooos

      Excluir
  4. Oi, Teca. Tudo bem?
    Amei as fotos!
    Acho até que interessante esse livro, mas acho que não teria paciência de ficar escrevendo nele. Não é a minha 'cara'.
    Gostei do post.
    Beijos,
    Keth.
    ♥ Blog: www.parbataibooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kethlyn!
      Paciência eu tenho, só não tenho disciplina, hahaha.

      Beijooos

      Excluir
  5. Amei o seu epitáfio, Teca. Eu nunca pensaria nisso porque prefiro ser cremada quando morrer, mas achei lindo. <3

    Acho as ideias desse livro (e da edição para as mamães também) algo incrível. Mas eu não sei se teria a responsabilidade de responder todos os dias. Realmente é uma jornada, né?

    Bjs!!!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, mas eu também prefiro ser cremada.
      Melhor para o meio ambiente, hahaha.
      Eu não tenho disciplina nenhuma. De vez em quando eu pego e escrevo um mês de uma vez. Hahaha

      Beijooos

      Excluir