segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Escritores famosos que tiveram dificuldades em ser publicados


Como sei que muitos blogueiros também são escritores (olha eu aqui também!), tenho a total certeza de que de vez em quando a carreira na literatura parece sem esperanças. Você trabalha arduamente, escreve, revisa, edita, procura alguém para publicar, depois tenta conseguir leitores e tudo isso é complicado. É um trabalho longo, difícil, quase impossível fazer o nome no meio editorial. Mas o segredo é não desistir.

Por exemplo, você acha que todos os autores que hoje são considerados best-sellers já começaram grandes? Claro que não. Para você ter ideia, a maioria demorou anos até alguém decidir publica-los, ouviu muitos nãos no meio do caminho e batalhou muito para chegar lá.

Para te inspirar a não desistir, veja alguns autores que tiveram uma longa jornada:

1- J. K. Rowling


Essa é uma das escritoras mais famosas do mundo e seu currículo de rejeição já foi bastante divulgado. Mas a autora de Harry Potter teve o manuscrito do primeiro livro recusado não uma ou duas vezes, e sim 12 vezes! Até que uma editora resolveu dar a chance e virou um fenômeno rapidamente no mundo inteiro, com série de livros, filmes, brinquedos, roupas, peça de teatro e até mesmo parques temáticos. Acho que tem alguns editores por aí chorando...


2- Robert Galbraith


Para quem conhece um pouco sobre J. K. Rowling sabe que esse é o seu pseudônimo na série The Cormoran Strike Mysteries. A autora quis permanecer anônima durante um tempo para ver a recepção do seu novo livro sem o peso do nome Rowling por trás, mas o mistério permaneceu por apenas três meses. De qualquer modo, o estreante Galbraith também foi rejeitado várias vezes, inclusive Rowling mostrou as cartas de recusa que recebeu, algumas dizendo até mesmo que para melhorar seria preciso fazer um curso de escrita! Se arrependimento matasse tinha gente morta por aí.


3- John Green


O autor de A Culpa é das Estrelas também demorou a estourar no mundo editoral. Seu livro mais conhecido foi o sexto que escreveu, e o que enfim o lançou no mercado editorial internacional. Foram quase 10 anos da primeira publicação – Quem é Você, Alasca? – até A Culpa é das Estrelas. Depois que sua obra vendeu bastante, as editoras correram atrás para conseguir os direitos dos livros anteriores.


4- Agatha Christie


A Rainha do Crime que, segundo o Guiness Book, é a romancista mais bem sucedida da história da literatura popular mundial, uma vez que suas obras venderam cerca de quatro bilhões de cópias ao longo dos séculos XX e XXI, foi rejeitada por seis editoras antes que uma a aceitasse. E, mesmo assim, quando seu primeiro livro foi publicado, vendeu apenas 2 mil cópias. Apenas seis anos e três romances depois Agatha começou a se tornar o fenômeno editorial que nos encanta quase 100 anos depois.


5- Stephen King


O mestre do terror teve um início difícil. Carrie foi seu primeiro livro, cujo esboço ele jogou no lixo por não gostar da história. Até que sua esposa tirou os papeis da lixeira e o mandou terminar. No entanto, 30 editoras recusaram seu original por acharem a história fraca e com tendência ao fracasso. Até que uma editora de médio porte aceitou a publicação, que não vendeu muito de início. Em seguida ele teve dificuldades de publicar um dos seus maiores sucessos, O Iluminado. Alguns anos depois King alcançou o sucesso que perdura até hoje.

*** 

E aí, esse era o ânimo que você precisava? Era o que eu queria!

Teca Machado


10 comentários:

  1. Oi, Teca ^^
    Já conhecia as recusas que a Rowling recebeu mas desconhecia que ela também sofreu com seu pseudônimo, confesso que não gosto do enredo criado pelo Robert. Auahauau
    John Green é a prova que persistir é a chave. 10 anos é muuuuito tempo para um autor ser reconhecido, muitos podem até desanimar num trajeto como esse, é UMA DÉCADA!!!
    Eita que não vou muito atrás pra saber das histórias de início de carreira do mestre King então fiquei bastante chocado em saber que ele jogou fora o seu primeiro livro!!! Eu mesmo tenho o meu mas guardado num envelope para abrir só quando tiver uma inspiração divina. Kkk
    Desconhecia as recusas que a mestre do mistério policial, a Christie, sofreu. Creio que a editora que deu chance para ela cresceu devem ter se consolidado tendo ela em seu catálogo, ela escrevia bom demais!!!
    Parabéns pelo post, Teca. Agora nos conte, você sofreu recusas já nessa vida de autora? Quero sua experiência por aqui!!! :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruno!
      Que bom que gostou do post.
      Pois é, menino, quem diria que esse povo andou tanto para conseguir chegar lá.
      E eu fico esperando ansiosamente o lançamento do seu, menino!
      Menino, recusa é o que a gente mais escuta nessa vida de escritor, hahaha.
      Mas continua, né?
      :P

      Beijoooos

      Excluir
  2. Oii!!

    No momento estou lendo o seu livro ''I love New York'' e logo nas primeiras páginas me apaixonei pela sua escrita! Muito leve, divertida e engraçada! Parabéns! Estou adorando o livro!

    Beijos!

    -Andreza Garibaldi.
    (Rio Grande do Sul)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dreza! Que coisa boa de se ler.
      Muito obrigada pelo carinho. E espero que você se empolgue cada vez mais com a história.
      Depois me fala o que você achou do final!

      Beijoooos

      Excluir
  3. Oi! :)

    Onde encontro ''Je T'aime, Paris'' para comprar físico?

    Beijos,

    Andreza Garibaldi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, e sobre o Je T'aime, Paris pode comprar direto comigo.
      Me manda uma mensagem no instagram @tecamachado ou me envia por e-mail tecamachado@gmail.com.
      Aí te envio e ainda mando vários brindes do livro.
      <3

      Beijooos

      Excluir
  4. Oi
    as editoras que recusaram ele devem estar se contorcendo de raiva, perderam bons negocios.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Denise.
      Com certeza.
      Muitas lágrimas rolaram por aí, haha.

      Beijooos

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oii Teca, amei o post, e não imaginava que esses autores tão famosos e de tanto sucesso tiveram essas dificuldades, isso é bom para mostrar que nunca devemos desistir dos nossos sonhos.
    -Beijos,Carol!
    http://entrehistoriasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir