quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Star Wars: Os Últimos Jedi - Crítica


Medo de spoiler de Star Wars - Os Últimos Jedi? Não precisa! Aqui não rola spoilers.

Muitas vezes, o filme – ou livro – dois de uma série sofre da maldição do segundo volume. O primeiro é sempre aquele êxtase de apresentação de personagens e situações. O terceiro é para fechar o ciclo. E o segundo é constantemente a enrolação, aquele mais chato em que acontecem algumas coisas até meio irrelevantes. Mas não enxerguei assim Os Últimos Jedi, da saga Star Wars, o volume dois dessa nova franquia que começou com O Despertar da Força. Sei que muita gente criticou, porque ele segue uma linha por momentos um tanto diferente das outras produções, mas confesso que gostei muito.


Os Últimos Jedi é direção e roteiro de Rian Johnson. Apesar de em volumes anteriores termos personagens um tanto dúbios (Han Solo, por exemplo – cuja morte eu ainda não superei! – era o mocinho, mas também um contrabandista), dessa vez a luz e a escuridão estão menos opostas. Há bondade e esperança no mal e também há incerteza no bem. As linhas tênues entre eles começam a se borrar e a misturar. Então, nesse caso, quem irá vencer, se tudo está tão confuso?

O volume anterior focou muito mais em Rey (Daisy Ridley) e em Finn (John Boyega), mas agora, apesar de Finn ter seu próprio enredo separado, as atenções principais estão em Rey, Luke (Mark Hamill) e Kylo Ren (Adam Driver). A interação entre eles, assim como a história por trás de tudo, é bem construída e tem uma conclusão satisfatória – mesmo que eu tenha adivinhado o que ia acontecer. Rey vai perdendo sua inocência, ainda que não a esperança, a olhos vistos, Kylo passa por dilemas que ajudam a aumentar a sua fúria e Luke se pune constantemente por ter falhado. E os atores são muito bons em suas esferas de atuação, assim como todos os outros personagens, como Poe (Oscar Isaac), um dos meus preferidos, Leia (a saudosa Carrie Fisher), Rose (Kelly Marie Tran), DJ (Benecio Del Toro)e todos os robôs e o Chewbacca. Se tem algo muito bem escolhido nessa franquia é o elenco.




Apesar da tensão constante, afinal, a Resistência está quase sendo dizimada, a Primeira Ordem está poderosíssima e Luke insiste em não participar da guerra em andamento, Os Últimos Jedi, como é frequente na franquia Star Wars, tem seus momentos de leveza e risada. O humor está sempre presente, mesmo quando temos vontade de chorar. Mas isso é feito de maneira equilibrada, não tornando o filme uma comédia sem fim.

Não é de se admirar, mas Os Últimos Jedi é um deleite para os olhos. Cada detalhe, cada criatura (ah, os porgs!), cada planeta! E o interessante é que Star Wars não utiliza apenas efeitos especiais e fundo verde, mas cria fantasias para os atores, faz robôs de verdade e constroem os mundos. Isso é uma das coisas que mais me deixa encantada no universo cinematográfico. As raposas cristalinas, por exemplo, são animais mecatrônicos construídos com 25 mil cristais. De acordo com o chefe de efeitos especiais, são uma mistura de robôs e fantoches. Tem coisa mais linda que isso?




Ainda falando sobre a grandiosidade de Star Wars, as cenas de lutas espaciais – ou mesmo em carne e osso – são um deleite. As batalhas de Os Últimos Jedi são enormes, de grandes proporções e com grandes implicações nas sequências da franquia, principalmente a última que acontece no planeta de sal e a entre Kylo e Rey, algo que o público já esperava há muito tempo.

Apesar de muitas pontas estarem começando a ser amarradas para o próximo episódio, muito ainda há para acontecer na saga. Tenho os meus palpites sobre o rumo da Resistência e da família de Rey, que não vou colocar aqui para não dar spoilers para quem não assistiu ao filme, mas o que nos resta é ficar aqui esperando maio de 2019, data que a Disney afirmou que irá lançar o episódio 9, e assistindo os filmes antigos.


E, para finalizar, é muito triste pensar que essa foi a última vez que assistimos a nossa querida Leia, Carrie Fisher. Star Wars não será a mesma sem nossa princesa.


Recomendo muito.

Teca Machado

12 comentários:

  1. Oiiiii Tecaaaa!
    Cara eu sai do cinema meio em dúvida se gostei ou não.
    Como meu irmão disse, acho que preciso assistir de novo para absorver melhor o filme.
    Mas acho que na maior parte do tempo meus sentimentos foram positivos. haha

    Beeeijooos
    ps: volta pra sp!!!


    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Raíssa.
      Eu gostei, mas não tanto quanto o Despertar da Força.
      Mas é bem bom, né?

      Beijooos

      Excluir
  2. Estou doida pra ver :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Teca!
    Chorei com a homenagem a Carrie :(
    Menina, eu amei esse filme! Um dos melhores que assisti em 2017 e estou louca pra ver o próximo episódio.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos todos quicando de ansiedade!

      Beijooos

      Excluir
  4. Olá!
    Bom, eu não sou fã da saga Star Wars, apesar de ja ter visto alguns dos filmes. Então vejo as criticas e fico um pouco perdida. Mesmo sem conhecer muito acabo gostando de alguns personagens pelos comentários doas fãs; fico contente que o filme tenha agradado mesmo sendo o segundo dessa nova trilogia.

    Beeeijos
    https://mementomoriporkzmiro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aah, eu adoro desde pequena!
      Cresci com todos os personagens.

      Beijooos

      Excluir
  5. Oi Teca!
    Eu não vi nem O Despertar da Força ainda, acredita?
    Realmente estou vendo Os Últimos Jedi receber muitas criticas (inclusive o próprio Mark Hamill condenando algumas escolhas e atitudes do Luke), então isso também diminuiu a minha vontade de conferir. Que bom que vc não viu dessa forma.
    Beijos,
    Alem da Contracapa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura?
      Mas dá uma chance.
      É bem bacana!

      Beijooos

      Excluir
  6. Oi
    preciso assistir esses filmes, sempre vejo falarem bem e tenho curiosidade, que bom que gostou desse novo filme, por enquanto só li criticas positivas dele.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro!
      Assisto desde criança.
      :D

      Beijoooos

      Excluir