segunda-feira, 25 de junho de 2012

Uma promessa que vale para sempre


A história parece a mais comum possível. Garoto encontra garota, eles se apaixonam, namoram brevemente, casam e são felizes para sempre. Mas, talvez, o para sempre, seja um pouco breve demais. Kim e Krickitt Carpenter tiveram a sua felicidade interrompida dois meses após o casamento. Eles sofreram um acidente de carro que apagou a memória recente de Krickitt. Os últimos dois anos da vida dela, ou seja, fatos como conhecer o marido, namorar e casar, eram como se nunca tivessem acontecido. Kim, um marido devoto e completamente apaixonado, tem a missão pessoal de ajudar a esposa que nem ao menos o conhece e fazê-la se apaixonar por ele outra vez.

Esse resumo é do livro Para Sempre, de Kim e Krickitt Carpenter. E o mais interessante dessa história é que ela é real. Contada de forma muito objetiva e sem os floreios das narrações de obras literárias, o livro, que é bem fininho, é quase como um documentário, um diário pessoal, no qual Kim conta o que aconteceu com ele e com a esposa em 1993. Por causa da maneira que foi escrito, ele não é muito emocionante ou tocante, mas é uma boa leitura e uma ótima lição de vida. Mostra que ainda existe amor no mundo e que é possível acreditar nele.

 Capa do livro e do filme
Tem como não se apaixonar por uma capa como essa?

É interessante como o autor conta como se conheceram por telefone e depois pessoalmente, como se casaram e como a vida era tranquila até o momento do acidente. Depois disso, tudo virou o caos. Krickitt ficou muito machucada fisicamente, em coma por alguns dias e perdeu qualquer memória que tinha do marido, além de voltar a ser mentalmente uma criança, fazendo birras e esperneando. Enquanto ela se recuperava e ele se afundava em dívidas hospitalares, Kim esteve o tempo todo ao seu lado. Muitas vezes perdendo a paciência, pois a mulher que estava ali não era mais a sua esposa, era quase uma estranha. Mas, como ele tinha feito um voto (é até o nome do livro em inglês, The Vow) perante ela, Deus, sua família e amigos, ele prometeu que nunca a deixaria e a ampararia em todo e qualquer momento. Chega a ser tocante a profundidade do amor dele.

Ok, parece agora que eu contei toda a história do livro e estragou tudo. Mas, não se preocupe, isso é o que está escrito na sinopse do livro. Eu não faria spoiler para vocês porque eu detesto quando fazem isso comigo.

Kim e Krickitt da vida real

Conheci o livro há alguns meses porque estava na livraria e vi a capa. Achei linda. Como eu sou o tipo de pessoa que julga o livro pela capa (literalmente falando), comprei na mesma hora. Não me arrependi nenhum pouco e li inteiro em menos de 3 horas enquanto estava no avião indo e voltando de Brasília.

O livro virou filme. Para Sempre está nos cinemas e é estrelado pela Rachel McAdams e Channing Tatum. A temática do filme é a mesma. Casal sofre acidente e ela perde a memória. Tirando isso, é completamente diferente. Até mesmo o nome dos personagens são outros. A relação deles, o relacionamento com a família, o desenrolar da história, suas profissões, a maneira como o acidente acontece, a doença e a recuperação, os amigos, a cidade e mesmo o final não foram fiéis ao livro. Mas, é muito bom também. Eu já vi o filme e gostei bastante.

Essa foi uma das poucas vezes que eu fiquei na dúvida se gostava mais do livro ou do filme (porque em 90% das vezes o livro é infinitamente melhor).

De qualquer modo, recomendo os dois.

Teca Machado

2 comentários:

  1. Não li o livro, mas chorei com o filme hehe a historia é realmente tocante. Muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Quero ler e assistir o filme o quanto antes!!!

    ResponderExcluir