quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Apaixonado por uma foto


Nessa época de Facebook e Instagram, quando todos colocam fotos na internet o tempo todo, ficar atraído por alguém por causa de uma imagem é fácil. Você entra no perfil da pessoa, vê que ela é gatinha, dá uma cutucada ou adiciona nos amigos e pronto: daí pode surgir o amor. Mas e se essa pessoa, na verdade, for do passado? Alguém que viveu há 70 anos? O jeito é só admirar e se conformar que as épocas são diferentes.


No livro/filme Em Algum Lugar do Passado, a opção de se conformar não existe para Richard Matheson. A história começa com Richard, um escritor teatral, sendo interpelado por uma velhinha que lhe dá um relógio antigo e pede para que ele volte para ela. Sem entender nada, o rapaz continua a sua feliz existência. Tempos depois, aos 36 anos, descobre um tumor no cérebro e, deprimido, decide deixar tudo para trás e anda por estradas sem rumo. Até que chega ao Grande Hotel, nos arredores de San Diego, EUA, e decide se hospedar ali por uns dias. 

Ao passear pelo lobby, vê uma exposição de antiguidades do estabelecimento e passa um tempo admirando as peças. Até que dá de cara com a foto de uma mulher lindíssima e fica completamente apaixonado. Era Ellise McKenna, uma atriz que tirou essa foto há 70 anos.

Em cena do filme, Richard encontra a foto de Ellise.

Caído de amores pela foto da moça, Richard começa a pesquisar sua vida e descobre que a velhinha que lhe entregou o relógio era Ellise McKenna. Por meio das novas informações, ele percebe que viveu no passado (Como ele mesmo, não como em outra vida) e esteve com o seu grande amor. Desesperado, desenvolve uma técnica e consegue voltar ao passado para se encontrar com Ellise.

O livro, escrito pelo próprio Richard Matheson, é baseado em suas anotações. O epílogo da obra explica que em 1975, depois da sua morte, Robert Matheson, seu irmão, encontrou um diário com a história resolveu publicar. Não se sabe ao certo se foi tudo um delírio causado pelo tumor ou se foi algo imaginado por ele para escrever uma peça, mas Robert diz que prefere acreditar que Richard realmente voltou ao passado e teve tempos felizes.

O casal conversa enquanto está no passado.

Em 1980, Em Algum Lugar do Passado virou filme, com os protagonistas interpretados por Christopher Reeve (O eterno Super Man) e Jane Seymour, que era muito muito bonita. Doce, tocante e com uma trilha sonora belíssima, o longa é bem fiel ao livro. 

Sempre que falo dessa história, lembro dos meus pais. Desde que eu era pequena, ouvi falar de Em Algum Lugar do Passado. E um dia encontrei o livro na estante da minha casa e vi que tinha uma dedicatória de amor do meu pai para a minha mãe. Não é a coisa mais amor?

Jane Seynour e Christopher Reeve em cena.

Em Algum Lugar do Passado é um clássico de amor que todos deveriam assistir e ler. É para esquentar o coração e chorar litros no final.

Recomendo.

Teca Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário