segunda-feira, 19 de agosto de 2013

“Dance with me, make me sway...” – Dança Comigo?

Richard Gere, subindo a escada rolante de uma loja de departamentos, vestido de black tie, com uma rosa na mão, perguntando para a sua esposa “Dança comigo?”. Mulheres do mundo inteiro suspiraram e pensaram “Por que o meu marido/namorado não faz o mesmo?”. Essa sequência, parte do filme Dança Comigo?, de 2004 e do diretor Peter Chelsom, virou uma cena clássica e romântica.


Dança Comigo?, remake de um filme japonês homônimo, mostra a história de John Clark (Richard Gere, sempre falando sussurrando), um advogado bem sucedido, com uma família maravilhosa, mas que acabou ficando enfadado no sufocante cotidiano sempre igual. Diariamente ao voltar para casa de trem, passa em frente a uma escola de dança e vê a silhueta de uma linda mulher na janela. Um dia, faz o impensável: Desce do trem e se matricula nas aulas.

Cena clássica

A mulher que via na janela é Paulina (Jennifer Lopez, com o traseiro do tamanho do mundo), uma professora que antigamente era praticamente uma deusa das competições de dança de salão. Também insatisfeita com a própria vida, ela e John acabam redescobrindo o amor pela vida por meio da dança.

Paulina, John, Bobbie e Link 

Como John está tendo aulas escondido da sua família por vergonha, Bervely (Susan Sarandon, a diva), sua esposa, começa a desconfiar que o marido está tendo um caso e coloca um detetive particular atrás dele e se assusta quando tudo o que ele fazia era, na verdade, dançar. Marido e mulher se redescobrem e conhecem lados um do outro antes ocultos pelo dia a dia.

Bervely

Dança Comigo? não é um musical onde as pessoas saem rodopiando por aí cantando. Ele possui muitas músicas e danças, mas todas em momentos de aula e de torneios. Ninguém canta, só dança. E os movimentos são feitos para demonstrar sentimentos, expressões corporais de pensamentos, não mero entretenimento, o que o transforma em um filme com muito mais conteúdo e carga emocional.

Calça bonita essa, hein?

O elenco principal é muito bom. Não dá de errar com Susan Sarandon e Richard Gere. Jennifer Lopez é até razoável, tirando que parece estar quase sempre com uma cara de dor de barriga (Mas dança como ninguém, é verdade). Só que acredito que o ponto alto do filme são os atores coadjuvantes. Stanley Tucci é Link, um executivo que se disfarça de latino para dançar com um alterego. Lisa Ann Walter é Bobbie, uma dançarina profissional muito fora dos padrões. Eles são os melhores e arrancam risadas da plateia, trazendo leveza ao filme.

Paulina na janela da escola

Dança Comigo? faz com que você sorria no fim, pois mostra que às vezes tudo o que você precisa para ser feliz outra vez é um novo hobby, uma nova paixão. A felicidade pode ser muito mais simples do que imaginamos.

O longa faz com que o espectador morra de vontade de aprender a dançar e saia pela casa rodopiando ao fim dos créditos. Toda vez que termino de assistir penso “Tenho que me matricular numa aula de dança”. Uma época até fiz isso, comecei a dançar salsa, zouk e jazz, mas por causa dos horários, compromissos, trabalho e faculdade, acabei desistindo. A vontade de voltar é grande. Muito grande.

Bervely e John

A música tema de Dança Comigo? é uma das minhas preferidas: Sway, que já foi gravada por dezenas de cantores, mas que no filme é interpretada pelas Pussycat Dolls. Escuta aqui que ótima:


Recomendo.

Teca Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário