terça-feira, 30 de outubro de 2012

Vamos viver a vida Sem Clichê?


Eu sempre gostei bastante de blogs. Gosto tanto que até quis fazer um para mim. Um dos meus preferidos é o Testosterona. Machista, sarcástico e engraçado, ele é o terror de todas as mulheres que não entendem ironias, humor e levam tudo muito ao pé da letra. Ele é casado e no blog tem o link para a página da sua esposa, a Girl Acid, chamada Acidez Feminina. Também visito regularmente o site dela. Lá tem (Tem ou tinha? Fiquei na dúvida), uma coluna chamada Encosta sua Cabecinha no meu Ombro e Chora, escrita pela Marcella Brafman, minha xará (Sim, para quem não sabe, o meu nome não é Teca. É Marcela. Quem poderia imaginar, não é verdade?). A jornalista (Olha, igual eu!) dá conselhos amorosos para leitores que mandam suas dúvidas, tormentos, problemas e mimimis. Pelo Acidez Feminina descobri que a Marcella tinha um blog, o Sem Clichê. E fiquei totalmente apaixonada pelos seus textos.

Como ela própria descreve “surgiu da ideia de falar sobre cotidiano, comportamento e relacionamento de uma forma irreverente e divertida, fugindo dos padrões daquela revista feminina e masculina que você lê”. E ela cumpre o que promete, o blog é bem isso mesmo.

Essa é a minha xará do Sem Clichê.

Os posts do Sem Clichê são muito bem escritos. Eu, como sou jornalista e chata com o português no mínimo correto, adoro ler os textos da Marcella Brafman porque ela cuida do que escreve como cuidaria dos filhos. São impecáveis.

Falando sobre tudo um pouco, ela discorre sobre relacionamentos e vida de uma forma leve, que não é humorística, mas que também não se leva a sério demais. Ela deixa que o leitor do blog entre um pouquinho na sua cabeça e no seu mundo. Conta histórias (Algumas tristes e outras engraçadas, como sobre o tarado do elevador), coloca contos, mostra sua casa, suas tatuagens, suas experiências de vida, dá sua opinião sobre quase todo assunto existente, principalmente sobre o amor. E o melhor de tudo é que, como diz o próprio nome do blog, dá conselhos sem clichê.

Um post que ela mostrava a tatuagem.

Me delicio com os seus posicionamentos e forma de escrever. Gosto dela porque parece ser super bem resolvida, independente e querida. Marcella, posso ser sua amiga?

Há alguns colunistas, como o Bruno, do Bruno, me salva!, um cara que responde os e-mails de leitoras que geralmente estão fazendo tudo errado nos relacionamentos, e o Frederico Mattos, um psicólogo, sonhador, escritor e empresário.

Imagem da coluna Bruno, me salva!

Fora que o blog é muito gracinha! É todo colorido, sem ser poluído visualmente. A Marcella Brafman coloca no início da cada post uma imagem bonitinha que ela pegou do WEHEARTIT, que é super amor! (E no post que ela falou sobre um pet shop de Belo Horizonte? Que coisinhas mais fofas do mundo. Olha aqui).

Não só para mulheres, o Sem Clichê te ajuda a entender como funciona a cabeça de um homem, de uma mulher e te ensina a levar melhor a situação que você esteja vivendo, seja ela boa, seja ela ruim.

Recomendo.

Teca Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário